Menu

Luis Carlos Moreira Jorge

Um tiro no pé na fronteira

NUNCA conversei com o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes, mas acompanho a sua gestão por amigos do município. E, pelo que fui informado, a aceitação

Vergonha que se arrasta por governos

NÃO se tem uma cifra exata do quanto foi gasto na BR-364, mas no trecho entre Rio Branco-Cruzeiro do Sul, os recursos investidos foram milionários.

O bode na sala do palácio Rio Branco 

O governador Gladson Cameli enfrentou uma pandemia no seu primeiro mandato de forma corajosa, trombando com os negacionistas e ficando a favor da ciência, no

Jenilson: “meu nome está no jogo”

O EX-DEPUTADO Jenilson Leite (PSB) não vai ficar fora do processo eleitoral, na disputa municipal pela prefeitura de Rio Branco, no próximo ano. Disse ontem

Não é um tribunal de inquisição 

O QUE muita gente não está entendendo nesta nova fase da Operação Ptolomeu, é que ainda se trata de uma continuação das investigações. Não houve

O dilema dos partidos de esquerda 

O BLOCO formado pelos partidos de esquerda no estado, não está vendo uma luz no final do túnel escuro da disputa da prefeitura de Rio

A direita sempre existiu no Acre 

FALA-SE muito na atualidade sobre o surgimento como força eleitoral da direita na política brasileira, com a vitória do Jair Bolsonaro. Mas, o Acre sempre

Revalida tem o DNA do Alan Rick 

ONTEM, foi o dia de prova do REVALIDA. Ninguém mais do que o senador Alan Rick (União Brasil),  nos seus dois mandatos de deputado federal

O tiro pode sair pela culatra 

UMA enquete feita ontem no programa “Gazeta Alerta” da TV-GAZETA, apresentado pelo jornalista Astério Moreira, com a participação de 1.300 telespectadores sobre o reajuste salarial

Quebrando os paradigmas políticos

O governador Gladson Cameli é uma figura que foge a qualquer análise política dentro da lógica. Nunca perdeu uma eleição e massacrou nas urnas sem

O embolado jogo para o senado

Gladson Cameli (PP), Tião Bocalom (PP), Sérgio Petecão (PSD) e Márcio Bittar (União Brasil), em tese são os nomes que devem se envolver na próxima

O largo caminho para o governo em 2026

A ELEIÇÃO de 2026 para o governo não terá a presença de um dos mais carismáticos políticos acreanos, o governador Gladson Cameli. Um alívio para

BR-364, um eterno enxugar de gelo

NOS GOVERNOS do PT se construiu as pontes e a BR-364, e o trecho entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul, sempre deu trafegabilidade. Nunca

Vermelhou, vermelhaço, vermelhou…

A FRASE acima é uma estrofe da mais popular toada “Vermelho”, do Boi Garantido, lá das festanças folclóricas de Parintins, no Amazonas. Puxo o mote

Um tiro no pé na fronteira

NUNCA conversei com o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes, mas acompanho a sua gestão por amigos do município. E, pelo que fui informado, a aceitação

Vergonha que se arrasta por governos

NÃO se tem uma cifra exata do quanto foi gasto na BR-364, mas no trecho entre Rio Branco-Cruzeiro do Sul, os recursos investidos foram milionários.

O bode na sala do palácio Rio Branco 

O governador Gladson Cameli enfrentou uma pandemia no seu primeiro mandato de forma corajosa, trombando com os negacionistas e ficando a favor da ciência, no

Jenilson: “meu nome está no jogo”

O EX-DEPUTADO Jenilson Leite (PSB) não vai ficar fora do processo eleitoral, na disputa municipal pela prefeitura de Rio Branco, no próximo ano. Disse ontem

Não é um tribunal de inquisição 

O QUE muita gente não está entendendo nesta nova fase da Operação Ptolomeu, é que ainda se trata de uma continuação das investigações. Não houve

O dilema dos partidos de esquerda 

O BLOCO formado pelos partidos de esquerda no estado, não está vendo uma luz no final do túnel escuro da disputa da prefeitura de Rio

A direita sempre existiu no Acre 

FALA-SE muito na atualidade sobre o surgimento como força eleitoral da direita na política brasileira, com a vitória do Jair Bolsonaro. Mas, o Acre sempre

Revalida tem o DNA do Alan Rick 

ONTEM, foi o dia de prova do REVALIDA. Ninguém mais do que o senador Alan Rick (União Brasil),  nos seus dois mandatos de deputado federal

O tiro pode sair pela culatra 

UMA enquete feita ontem no programa “Gazeta Alerta” da TV-GAZETA, apresentado pelo jornalista Astério Moreira, com a participação de 1.300 telespectadores sobre o reajuste salarial

Quebrando os paradigmas políticos

O governador Gladson Cameli é uma figura que foge a qualquer análise política dentro da lógica. Nunca perdeu uma eleição e massacrou nas urnas sem

O embolado jogo para o senado

Gladson Cameli (PP), Tião Bocalom (PP), Sérgio Petecão (PSD) e Márcio Bittar (União Brasil), em tese são os nomes que devem se envolver na próxima

O largo caminho para o governo em 2026

A ELEIÇÃO de 2026 para o governo não terá a presença de um dos mais carismáticos políticos acreanos, o governador Gladson Cameli. Um alívio para

BR-364, um eterno enxugar de gelo

NOS GOVERNOS do PT se construiu as pontes e a BR-364, e o trecho entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul, sempre deu trafegabilidade. Nunca

Vermelhou, vermelhaço, vermelhou…

A FRASE acima é uma estrofe da mais popular toada “Vermelho”, do Boi Garantido, lá das festanças folclóricas de Parintins, no Amazonas. Puxo o mote

O tiro pode sair pela culatra 

UMA enquete feita ontem no programa “Gazeta Alerta” da TV-GAZETA, apresentado pelo jornalista Astério Moreira, com a participação de 1.300 telespectadores sobre o reajuste salarial

Leia mais »