O jogo pela prefeitura ainda está para acontecer 

Receba notícias do Acre no grupo de WhatsApp do ac24horas.

O que se tem hoje como cenário para a eleição da prefeitura de Rio Branco, são movimentos mais pessoais de nomes que pretendem entrar na disputa, do que algo oficial. As alianças ainda não foram montadas. Marcus Alexandre (MDB), Alysson Bestene (PP), Tião Bocalom (?) e Jenilson Leite (PSB), Minoru Kinpara (PSDB), são os nomes que se manifestaram até o momento.


As pesquisas que virão depois do carnaval (fevereiro) vão funcionar como peneira. Quem aparecer com baixo índice de aceitação será abandonado, naturalmente, pelos seus patronos de hoje. Nenhuma liderança política quer colar o seu nome num candidato com pinta de perdedor. Por isso, nada é definitivo, e não esperem este ano grandes movimentações no tabuleiro da eleição. Os nomes dos vices, por exemplo, só serão escolhidos em 2024. Não se sabe nem como ficarão as alianças partidárias no seu fecho final.


Portanto, é bom aguardar 2024, para se saber com exatidão quem de fato disputará a prefeitura. Ou quem está blefando. Tudo que se falar este ano sobre a prefeitura da capital ficará no campo das ilações. É a realidade.


VERSÃO OFICIAL


Sobre uma nota no BLOG, a secretária de Comunicação, Nayara Lessa, mandou nota explicando que os chamados para trabalhar do Cadastro de Reserva, serão em substituições aos trabalhadores temporários, não se tratando de novas contratações e não aumentando a folha de pagamento. Dada a versão oficial.


BOM PARA A DEMOCRACIA


O fato dos deputados Edvaldo Magalhães (PCdoB), Emerson Jarude (MDB) e Michelle Melo (PDT) não estarem cooptados pelo governo, é bom para a democracia, oposição é essencial em qualquer parlamento.


MATÉRIA INCONSTITUCIONAL


O deputado federal Ulysses Araújo (UB) disse que o Congresso vai derrubar o veto do Lula ao marco temporal. Perda de tempo. O STF já declarou o texto defendido pelo Ulysses como inconstitucional. Alguém precisa lhe contar sobre essa decisão do STF. Para não incorrer em erro.


NADA QUE DECIDA


Ter o apoio da máquina do governo ou municipal na disputa de uma prefeitura, apenas ajuda, não é fator decisivo para a vitória. O eleitor não se move pelo fato de quem apoia o candidato. O que decide é o candidato cair na graça do eleitorado. Isso, sim!


PARECE QUE ENTENDEU


O senador Petecão (PSD) parece que cansou da humilhação política sofrida por parte do governador Gladson, e decidiu que não fará nenhum gesto para lhe procurar. Caiu na real. Estava ficando mal para a sua imagem política.


VEREADORES USADOS


O que essa empresa RICO está fazendo é usar a Câmara Municipal de Rio Branco, como serviçal do seu jogo de conseguir dinheiro da PMRB, para cobrir os seus aludidos prejuízos.


MASSA DE MANOBRA


A saber durante essa semana se os vereadores aceitam serem usados como massa de manobra toda vez que a empresa RICO quer mais recursos. São independentes ou não?


NÃO ESTÃO CONTENTES


Quando várias pesquisas apontam o prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha, com baixíssima aceitação popular, é porque algo está errado na sua administração, não há outra interpretação para o fato negativo.


FORTE CANDIDATO


Estamos longe de 2026, mas com o trabalho que está fazendo, em qualquer cenário, o senador Alan Rick (UB) será forte candidato ao governo.


BRIGANDO PELO NADA


O PP, como partido, em Brasiléia, é quase cartorial e não tem militância. Se os que brigam para disputar a prefeitura pelo partido acham que isso vai embalar as suas eleições, é tão real como uma nota de 300 reais.


OUTRO ERRO


Outro erro é achar que ter o apoio do governador Gladson é decisivo para eleger um candidato a prefeito. Zero chance. Os votos do Gladson são pessoais, é um péssimo transferidor de votos. E não esperem apoio da máquina com a Ptolomeu na sua cola.


NADA DEMOLE MAIS


Nada é mais demolidor para quem se encontra no poder, do que não cumprir os compromissos assumidos, porque cria a imagem de que a sua palavra é um risco na água. Isso vira chacota.


NÃO SERÁ PROTAGONISTA


Uma figura importante do PT explicou ontem o afastamento de Jorge Viana do movimento eleitoral do próximo ano: “Sabe que não será protagonista na disputa da PMRB, e isso mexe com o seu narcisismo”. Foi o que escutei.


AS FACETAS DA POLÍTICA


Quando um ocupante do poder se encontra bem na opinião pública, é um pólo de atração de aliados. Quando se encontra com baixa aceitação, afasta alianças. Já se nota de parlamentares do Juruá, um afastamento do prefeito de CZS, Zequinha. Quando se fala no seu nome, desconversam. A política costuma ser uma madrasta perversa.


FALTA POVO


Como figura humana, o Alysson Bestene é uma pessoa do bem, sem rancor e equilibrada. O problema da sua candidatura para a PMRB, é que está rodeado de medalhões da política e de integrantes do poder, mas falta o cheiro do povo. E quem elege não são os medalhões, mas o povão. Rimou.


NÃO VAI BRIGAR


O BLOG tem informação de que o PDT não vai brigar para indicar um vice na chapa de Alysson Bestene para a PMRB, a sua meta é estar na chapa majoritária de 2026.


BIRRA SEM SENTIDO


Todos os integrantes da cúpula do PP, já se manifestaram que não querem o prefeito Bocalom disputando a reeleição pelo partido. Mas por uma birra infantil, ele insiste em trombar com a realidade e querer ser na marra candidato pelo PP. Não vai ser. Tá ficando ridículo, Bocalom!


NENHUM NO ALTO CLERO


A bancada federal do Acre vai encerrar o ano, sem nenhum dos seus integrantes compor o chamado alto clero, navegando no baixo clero do parlamento. No meio de tantas cobras criadas, é difícil ser destaque nacional.


BOLA DENTRO


O Lula deu uma bola dentro ao ter sucesso na repatriação dos brasileiros que estavam em Gaza, em meio a uma guerra cruel.


FRASE MARCANTE


“O Hamas cometeu um ato terrorista e fez o que fez. Israel também está cometendo vários atos de terrorismo ao não levar em conta que as crianças não estão em guerra. Eles não estão matando soldados, estão matando crianças”. Lula, sobre a chacina em Gaza, ao criticar o exército de Israel.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.