Menu

Façam seus jogos para a disputa pela Prefeitura de Rio Branco

Foto: Jardy Lopes/Ac24horas
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

DEPOIS de sábado próximo, data final para novas filiações de quem vai disputar a eleição, é chegada a hora de tirar os meninos da sala e colocar os profissionais da política, porque é a primeira largada da campanha. Com as chapas de vereadores formadas, já se terá uma primeira visão da força de cada partido na disputa. Em seguida, vem a fase da escolha dos vices, as convenções municipais e a campanha para valer. Até o momento, pode-se dizer que são candidatos a prefeito o Tião Bocalom (PL), Marcus Alexandre (MDB) e Emerson Jarude (NOVO). A candidatura de Alysson Bestene (PP) continua uma incógnita e ao sabor do humor do governador Gladson Cameli. Por isso, não se pode afirmar se o PP terá ou não candidato próprio para a PMRB. E, ao eleitor, caberá dizer quem quer para governar a prefeitura da Capital nos próximos quatro anos. Façam seus jogos, senhores. A roleta da eleição vai começar a girar.


REUNIÃO EMBROMAÇÃO
O PP fez ontem o que se chama de “reunião embromação”, sob o argumento de levantar a candidatura de Alysson Bestene (PP) para a PMRB. Quem vai decidir os rumos do PP é o governador Gladson, e ponto final. O resto é uma mera figuração.


NÃO SÃO OS MEDALHÕES
QUEM VAI DECIDIR a eleição não são os que cercam o Alysson Bestene na bolha da SEGOV, mas os votos dos grotões, onde ele não conseguiu chegar. Não se muda essa realidade.


FORA DE COGITAÇÃO
O SECRETÁRIO de Estado de Educação, Aberson Carvalho, descartou ontem boatos de que seria indicado pelo Gladson a vice de Marcus Alexandre (MDB). “Não é verdade. Nunca discuti isso”, falou Aberson ao BLOG.


PSDB REFORÇADO
QUEM se filia hoje ao PSDB, em ato marcado para a sede do partido, é a ex-deputada federal Vanda Milani. Vanda deverá ser candidata em 2026 a uma vaga na Câmara Federal.


NOVIDADE NO MDB
QUEM tem sido presença constante nos atos de filiação de candidatos a vereadores do MDB é o empresário Zé Lopes, que foi aliado do senador Marcio Bittar (UB). Deve se filiar a um dos partidos aliados do MDB.


APOSENTADO, MAS RENOVADO
QUEM tem participado das reuniões políticas do candidato a prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (MDB), é o presidente do MDB, Flaviano Melo: aposentado da política, mas renovado na militância.


CANDIDATURA CONFIRMADA
QUEM teve a candidatura a vereadora confirmada no PSD foi a vice-prefeita Marfisa Galvão (PSD). Será uma puxadora de votos dentro do partido.


CAUTELA É NECESSÁRIA
ATÉ sábado próximo, último dia para filiações, é preciso cautela para se analisar quais os partidos com maior potencial de eleger vereadores. É que muitos candidatos ainda estão indecisos em que sigla se filiar.


A COR DA CHITA É OUTRA
NÃO esperem nesta eleição ver candidato a vereador com quatro ou cinco mil votos. Na eleição passada, com os votos menos polarizados, só dois candidatos passaram da barreira de três mil votos. Quem tiver na casa dos 2,5 mil votos coloque as mãos para o céu.


BURICA NO MDB
O MDB ganhou mais um nome forte na disputa de prefeituras. O ex-prefeito Burica vai disputar a prefeitura de Rodrigues Alves pelo partido.


PRATICAMENTE DECIDIDO
NÃO houve ainda o anúncio oficial, mas tudo caminha para que o vice na chapa do prefeito Tião Bocalom (PL) seja o seu secretário Joabe Lira.


CAMPANHA DO SILÊNCIO
QUEM não tem se manifestado sobre a candidatura a prefeito de Rio Branco é o deputado Emerson Jarude (NOVO). Fosse o Jarude monge, diria que fez voto de silêncio.


NOME VETADO
O CANDIDATO a prefeito de Tarauacá, Vando Torquato, está com seu nome vetado pela Justiça Eleitoral. Caso Vando consiga se desvencilhar do impedimento, será candidato pelo PSD.


SEM CHAPA
O PDT não terá mesmo chapa para vereador da Capital. O presidente do PDT, deputado Luiz Tchê, lançará o filho Felipe Tchê, candidato pelo PP.


CHAPA DA MORTE
QUEM tiver mil votos votos, nem se aventure em ser candidato a vereador pelo PP, que tem nomes fortes como N. Lima, Elzinha Mendonça, Samir Bestene, Felipe Tchê, Gabriela Câmara, João Paulo da Fundhacre, Lucilene da Farmácia, entre outros. É a “chapa da morte” dessa campanha.


FIM DA FANTASIA
O STF acabou com a fantasia que povoava os sonhos golpistas da turma da extrema direita, ao decidir que as Forças Armadas não são um “poder moderador,” mas subalternas ao poder civil.


BATALHA POR DUAS VAGAS
A FEDERAÇÃO formada pelo PT-PCdoB-PV-PSOL trabalha para tentar eleger dois vereadores em Rio Branco. Nenhum desses partidos tem representante na Câmara Municipal.


MUITO MAIS DIFÍCIL
É o que ouço de ex-vereadores que já passaram pela experiência: reeleger-se vereador é bem mais difícil do que se eleger pela primeira vez.


LEVANDO NO CALDO GRANDE
COMO se diz, no popular: o governador Gladson Cameli está levando o senador Sérgio Petecão (PSD) no “caldo grande.” Nunca teve conversa sobre a eleição para a PMRB ou para uma aliança. Sempre se esquiva.


JOGANDO NO IMPEDIMENTO
O GRUPO da prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem, joga com a possibilidade da candidatura da ex-deputada Leila Galvão (MDB) ser barrada na Justiça Eleitoral, devido duas condenações pelo TCE.


NINGUÉM TORCE MAIS
NÃO existe quem torça mais por uma vitória do deputado federal Gerlen Diniz (PP) na disputa da Prefeitura de Sena Madureira do que o presidente da Fieac, José Adriano. É o primeiro suplente do PP de deputado federal.


MUITO CONCORRIDA
O candidato a vereador Heitor Júnior colocou um bom público na sua filiação no MDB, por onde será candidato a vereador da Capital.


GENOCÍDIO
NÃO existe outra palavra para qualificar o que Israel faz em Gaza do que: genocídio. Tinha todo o direito de retaliar duramente o grupo terrorista Hamas, mas não de matar com bombas e de fome milhares de velhos, crianças, mulheres, da população civil palestina.


FRASE MARCANTE
“Se o adversário é uma formiga, trate-o como um elefante”. Ditado turco.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.