Quem casa com a viúva…

Receba notícias do Acre no grupo de WhatsApp do ac24horas.

O governo Gladson chora por pagar 600 milhões de reais ao mês, por empréstimos de governos anteriores. Quem casa com a viúva, cria os filhos. Assim como o atual governo paga dívidas de outras gestões, o próximo governo vai pagar dívidas de empréstimos feitos pela administração em vigor. É um choro das pitangas.


ORELHA ARDENDO


Há todo um movimento de colocação de um nome para funcionar de trava no papel importante desempenhado pelo assessor Renan Biths, no gabinete da vice-governadora Mailza Assis. Dois corpos não ocupam o mesmo espaço, diz a lei da Física.


TERRA SEM LEI


A chacina de seis pessoas na noite de ontem no bairro da Taquari, é o retrato da realidade da violência que grassa hoje em Rio Branco. Terra sem lei.


INOCENTE ÚTEIS


É comum ver em manifestações evangélicas a bandeira de Israel e cartazes com frases contra o aborto. O dramaturgo Nelson Rodrigues, já disse ser a burrice eterna. Alguém precisa dizer a esses grupos que o aborto é liberado em Israel, que vigora a discriminalização para pequenos portes de maconha e no país acontece uma das maiores passeatas LGBT do Oriente Médio e do mundo.


DEBATE TRAVADA


O líder do governo na ALEAC, deputado Manoel Moraes (PP), tem como estratégia brecar a convocação de secretários para dar explicações sobre problemas levantados pela oposição. O correto seria deixar os secretários se explicar no parlamento, que nada deve não pode temer.


NOME DA OPOSIÇÃO


Políticos de Plácido de Castro têm avaliado que o único nome capaz de unir a oposição na disputa da prefeitura e ganhar a eleição, é o do empresário Nelsinho Santiago.


TEMPERO ESPECIAL


A comida servida na casa da prefeita de Senador Guiomard, Rosana Gomes, deve ter um tempero especial. Em menos de um mês pela sua mesa já passaram em comes e bebes, o governador Gladson e os senadores Márcio Bittar (UB) e Alan Rick (UB), se deliciando e falando de política.


AGREGANDO PARA 2024


Aos poucos a prefeita Rosana Gomes vai juntando apoios políticos para a sua reeleição. Puxou a habilidade do pai e ex-prefeito Manoel
Gomes.


SABE QUE NÃO TEM JOGO


O prefeito Tião Bocalom ainda não anunciou sua saída do PP por birra, e para infernizar ao máximo a cúpula partidária, que já lhe mostrou o caminho da porta de saída. Bocalom sabe que seu nome já é rifado no PP.


A BARCA DOS EXTREMISTAS


O prefeito Tião Bocalom tem comportamentos de políticos de extrema direita. Por isso, o partido que mais se afina ideologicamente com ele, no Acre, é o PL, que tem no comando o senador e extremista de direita, Márcio Bittar (UB). Ambos seriam a casa e o botão, até porque são candidatos ao Senado em 2026.


PARTIDO SEM PESO


O PL é um partido sem bases eleitorais na capital. Seus dois deputados estaduais se elegeram fruto de seus trabalhos, e não na força partidária. Ou seja, o PL daria apenas a sigla ao prefeito Bocalom, mas sem um suporte com militantes.


A JUVENTUDE NÃO CONHECE


Concordo com a postagem do amigo Márcio Nunes, que pelas suas obras, o Jorge Viana foi um grande governador. Mas o eleitorado jovem não viu o que era o estado, principalmente, a capital, antes e depois das gestões do JV. Isso explica não estar mais na crista da política.


PSB NÃO QUER SER ESPECTADOR NA DISPUTA DA PMRB


O PSB não quer ficar de fora da foto de uma chapa que disputará a prefeitura de Rio Branco. Em postagem enviada ontem ao BLOG, o médico Thor Dantas, foto, que integra a cúpula do PSB, destacou que o partido não quer apenas marcar posição, e que estará na eleição seja com candidatura própria a prefeito, ou compondo nas chapas dos candidatos Alysson Bestene (PP) – apoiado pelo governador Gladson; ou na do MDB de Flaviano Melo, junto com o candidato Marcus Alexandre. E, aventa ainda uma aliança com o PSD do senador Sérgio Petecão (PSD). A postagem pode ser vista como um recado para se valorizar e que o PSB que se ver no cenário da briga pela PMRB. Na base do olhem que estou aqui.


MÚSICA NO FANTÁSTICO


Não vejo horizonte para a candidatura do ex-deputado Jenilson Leite (PSB) a prefeito da capital, porque seu partido não tem cacife para sustentar com boa infraestrutura uma candidatura majoritária. Jenilson já fez duas burradas nas duas últimas eleições, se fizer mais uma na briga pela PMRB, pode fazer a terceira e pedir música no Fantástico.


CARA DA ESQUERDA


O problema de ter o ex-deputado Jenilson Leite (PSB) de vice, na avaliação de emedebistas, é que dará para a chapa do Marcus Alexandre (MDB), a cara da esquerda. Isso pode ser fatal para a campanha do Marcus, que prefere um nome de centro.


REI MORTO, REI POSTO


O velho militante do MDB, Pádua Bruzugu, na última eleição, abandonou o partido para sentar no colo do governador Gladson. Mas, Rei Morto, Rei posto, diz o ditado. Quem ocupou seu lugar de confiança na mesa da cúpula do MDB, foi outro Bruzugu, o Tião Bruzugu, oriundo do PV. Tião é um militante habilidoso.


PIADA DO PORTUGUÊS


Os órgãos ambientais do Acre jogam com a velha falácia de um plano para reduzir as queimadas no estado. Tá bom! Agora, contem aquela piada do português, que é para a risada ficar maior.


TRAULITADA CERTA


O PSDB anunciou a candidatura a prefeito de Epitaciolândia de Daniel Dorzila. Se a oposição não se unir numa única candidatura, vai acabar levando uma traulitada, com desgaste e tudo, do prefeito Sérgio Lopes. Candidatura de deputado estadual é uma coisa, de prefeito é diferente.


BICO SECO


Se os candidatos a prefeito pelo PSDB, na região do Alto Acre – Epitaciolândia e Brasiléia – estão pensando que terão recursos para as suas candidaturas, vão morrer de sede, de bico seco.


NO MDB


Se a legislação eleitoral permitisse e dependesse da vontade do presidente Flaviano Melo, o deputado federal Eduardo Veloso (UB) já
estaria filiado ao MDB. Flaviano sempre se refere ao Veloso de forma elogiosa.


FRASE MARCANTE


“Não tenhais, sobretudo, medo do povo, ele é mais conservador do que vós”. Napoleão Bonaparte, estadista francês.


Participe do grupo e receba as principais notícias na palma da sua mão.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.