Conecte-se agora

Barraco no “glorioso do Dr. Ulysses Guimarães”

Publicado

em

O DESEMBARQUE do MDB no governo do Gladson Cameli não tem sido em tempos de mar calmo, mas de muita tempestade no atracamento no porto, sem uma unidade partidária, aos nacos. 

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), já disparou que não vai acompanhar a decisão tomada sem um consenso partidário, numa ação que foi coordenada nos bastidores, pelo ex-prefeito de Brasiléia, Aldemir Lopes, que atua como um preposto político do senador Márcio Bittar e, também, pelo escudeiro do deputado federal Flaviano Melo, Pádua Bruzugu. 

O deputado Roberto Duarte (MDB), foi outro a não concordar com a aliança.  Agora, foi a vez da parlamentar federal mais votada do partido, deputada federal Jéssica Sales (MDB) a dar o seu grito de rebeldia, contra o anúncio de que o MDB virou governo. “Lhe admiro muito, pela grande competência em se manter na janelinha, talvez seja o seu poder de influenciador digital, seu poder de persuasão. Ou puxa-saco mesmo! Aí, nesse estilo, tô fora! Não puxo saco nem dos meus, imagina de quem não são!”, fulminou Jéssica, em contraponto às ações do dirigente Pádua Bruzugu em querer que, todo o MDB faça uma adesão em massa ao governo, onde ocupa um alto cargo de confiança. 

Jéssica fez um alerta na sua postagem enviada ao dirigente partidário. “Se o governo quer o meu apoio e da minha família, primeiro venha conversar sentado comigo, e se aceitar é com todas as pessoas do MDB”, completou, indicando que não tem intermediários do MDB falando no seu nome. E, sobre 2022, mandou um recado sobre seu posicionamento: “do contrário para mim não faz diferença. Vai fazer lá na frente, em 2022, posso ir para onde quiser e com quem quiser”. 

 O quadro no MDB mostra que, os que fizeram a intermediação do partido para aderir ao governo do Gladson, deram um show de amadorismo, atuaram em causa própria, e estão entregando para o governador Gladson Cameli o pedaço do partido que tem menos votos. A cobra está fumando, e o barraco é grande nas bandas do “Glorioso do Dr. Ulysses Guimarães”.

UM GLADSON DE BOA FÉ

QUEM ENTROU DE BOA FÉ nesta embolada história foi governador Gladson. Setores do MDB, ávidos por cargos, prometeram que a adesão ao seu governo era consenso nas lideranças do MDB, e as reações mostram o contrário.

NÃO TEM BOLA DE CRISTAL

A HISTORINHA é que chegaram com o Gladson prometendo entregar um MDB unido, sem ter o aval de lideranças partidárias importantes como o prefeito Mazinho, a deputada Meire Serafim, a deputada federal Jéssica Sales, e o deputado Roberto Duarte. O Gladson não tem bola de cristal para ver que lhe venderam piranambu como se fosse tucunaré. São os fatos.

NÃO BRIGO COM A NOTÍCIA

São os fatos. Se há algo com o que não brigo é com a notícia. Se não querem ser notícia, então não briguem.

ATÉ PROVA EM CONTRÁRIO

ATÉ O FECHAMENTO do BLOG a deputada federal Mara Rocha (PSDB) não tinha conseguido provar que a nota da executiva nacional lhe detonando, foi forjada na regional.

NÃO CHEIRA COLA

O PRESIDENTE DO PSDB, Manoel Pedro, não cheira cola para forjar uma nota da direção nacional; se distribuiu para a imprensa, foi porque o documento é legítimo.

GUERRA DA VACINA

AFINAL, tem vacina, não tem vacina; se tem, por qual razão a imunização está devagar, quase parando? Ninguém melhor do que o MP para investigar o mistério.

SEM SUSPEIÇÃO

ESTE BLOG não está colocando nenhum gestor sob suspeição, defende apenas que haja uma ampla divulgação, sobre o que realmente está ocorrendo.

PECA NA COMUNICAÇÃO

UM PONTO SALTA AOS OLHOS, a PMRB está comunicando mal, e isso tem se tornado evidente na campanha de imunização, papel que caberia à equipe de marketing da prefeitura, que se existe, precisa funcionar.

PERGUNTA INGÊNUA

O DEPUTADO Jenilson Leite (PSB) está exigindo informações sobre a compra da vacina Sputnik pelo estado. Nem precisava perguntar, como médico infectologista sabe que, enquanto a Anvisa não liberar a importação do imunizante da Rússia, não tem vacina.

PRECIA SER APURADA

A DENÚNCIA do deputado Daniel Zen (PT) de que mortes na UTI do INTO estariam acontecendo por imperícia e falta de médicos intensivistas suficientes, é muito grave, a direção da unidade tem que se pronunciar. E, urgente!

VARREDURA NA EDUCAÇÃO

A DECISÃO do governador Gladson de determinar uma inspeção ampla e minuciosa em todos os atos financeiros na Educação, mostra que, quer descobrir se existem outros escândalos, além dos que já deram em prisões.

POSIÇÃO DELICADA

A INFORMAÇÃO que se tem é que o secretário de Educação, Mauro Sérgio, embora não exista nada sobre seu envolvimento nos escândalos já divulgados, ficou em posição delicada, sendo possível que não fique no cargo.

NÃO VAI ENTRAR NO DEBATE

A INFORMAÇÃO que este BLOG tem de boa fonte é a de que o Gladson não vai entrar em debate público com o vice Major Rocha e com a deputada federal Mara Rocha (PSDB). “E, tudo o que querem, mas não terão”, revelou a fonte. Na verdade, parece ser a posição mais ponderada.

A ARTE MILENAR PEDE SOCORRO

ALGUÉM DO ESTADO OU DA PREFEITURA precisa ajudar os artistas do circo Broadway, que sem fazer espetáculos devido a pandemia, passam por problemas de falta de recursos para alimentar suas famílias. A arte do circo pede socorro. Estão parados na área do Arena da Floresta.

FRASE MARCANTE

“Quando aparece o sol, a vela se torna inútil”. (Ditado espanhol)

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.