Conecte-se agora

Uma campanha sem favorito 

Publicado

em

Dentro da lógica da estrutura que cada um terá na campanha, e até mesmo por não serem novatos em eleição, no chamado pelotão de largada teremos quatro nomes fortes disputando a prefeitura de Rio Branco, entre os onze que já se manifestaram como postulantes ao cargo de prefeito. Um é a prefeita Socorro Neri (PSB), que tem ao seu favor uma boa gestão e o apoio do governador Gladson Cameli. Outro o Tião Bocalom (PROGRESSISTAS), com um eleitorado cativo, que disputou campanhas majoritárias com a cara e a coragem, por pouco não se elegeu governador, e desta feita tem aliados fortes na capital, como o senador Sérgio Petecão (PSD) e o deputado José Bestene (PROGRESSISTAS). O MDB virá com o deputado Roberto Duarte (MDB), o mais votado para a Assembléia Legislativa, em Rio Branco. E o professor Minoru Kinpara (MDB), que teve excelente votação para o Senado num partido nanico,  neste cenário está num partido estruturado e ancorado no apoio dos irmãos, deputada federal Mara Rocha (PSD) e o vice-governador Major Rocha (PSL). Seria fazer uma ilação apontar um dos quatros com lugar cativo no segundo turno. A campanha para valer começará na segunda metade de setembro, quando estarão definidas as chapas com os seus vices nas convenções municipais. Não tem amador nesta disputa. Esta é uma eleição que poderá ser decidida por detalhes. Não creio em nenhuma zebra fora destes quatro nomes.

EMBORA EXISTAM

Muito embora em campanhas políticas vez por outra as zebras costumam mostrar as caras.

MUITO NATURAL

O senador Petecão (PSD) disse ontem ao BLOG que, caso só um candidato do PSD-MDB-PSDB-PSL chegue ao segundo turno na disputa da prefeitura da capital, uma união entre quem não for para o turno final é tão natural, que não precisa nem ser combinado entre suas lideranças.

NÃO AGRESSÃO

Um pacto de não agressão durante a campanha foi firmado entre os líderes destas siglas.

ESTAVA DEFINIDA

Para o senador Sérgio Petecão (PSD) a candidatura do Tião Bocalom (PROGRESSISTAS) a prefeito de Rio Branco estava definida, mesmo antes do Gladson Cameli se afastar da sigla.

VEM FLECHADA

Corre uma investigação acerca dos números da Covid-19, no Acre. Vem flechada a caminho.

CABEÇA POR CABEÇA

Pesquisa feita por um dos institutos  mais respeitados do estado, para consumo interno do poder, mostrou três candidatos cabeça com cabeça disputando a PMRB.

A EMPATIA DECIDE

Numa disputa majoritária um leque de apoio ajuda muito, mas não é decisivo para eleger um candidato. O que decide na verdade, é a empatia que o candidato conseguirá com o eleitor.

AVISO AOS NAVEGANTES

Ninguém se entusiasme com pesquisa eleitoral neste momento, sem a campanha ter começado, porque boa parte da população não conhece ainda nem os nomes dos candidatos.

NÃO EMPLACOU

Quem não emplacou no PROGRESSISTAS foi o ex-deputado Ney Amorim. Foi lembrado no ardor das discussões como candidato à PMRB, depois a vice, e não conseguiu se viabilizar.

PEDRA CANTADA

Comentário de um experiente político de Cruzeiro do Sul ao BLOG: – caso a cassação do prefeito Ilderlei Cordeiro seja mantida na sessão do TRE-AC da próxima segunda-feira, e for mantido no cargo, mesmo sem puder ser candidato, vai impor o nome do Tio Rudiley Estrela.

NÃO NECESSARIAMENTE

Como o Gladson Cameli se afastou do PROGRESSISTAS, não necessariamente terá que apoiar um candidato que for lançado pelo partido para disputar a prefeitura de Cruzeiro do Sul.

JUSTIÇA É JUSTIÇA

Ninguém sabe o que passa pela cabeça de um magistrado de uma corte da justiça, mas pelo que tenho ouvido de advogados da área eleitoral, a cassação do Ilderlei Cordeiro é provável.

CARGA PESADA

Passou da hora de privatizar o DEPASA, uma carga pesada que o governo carrega nos ombros.

O JOGO SERÁ BRUTO

A campanha para a prefeitura da capital será dolorida para os candidatos. Com o fim da importância da imprensa escrita, que tinha uma pauta mais ética, o campo de batalha será nas redes sociais, onde ninguém tem o controle de ninguém. O Facebook é uma terra sem dono. 

PAUTA DE CAMPANHA

O governador Gladson e a prefeita Socorro tiveram a primeira reunião de pauta de campanha.

PRAZO CORRENDO

Até agora não foi escolhido o nome do vice na chapa da prefeita Socorro Neri, mas o prazo está correndo, a escolha terá de ocorrer até 31 deste mês, quando se iniciam as convenções.

DADO NOVO

O PCdoB tem um dado novo na mesa. Com a oficialização do apoio do Gladson Cameli à candidatura da prefeita Socorro Neri, se optar por lhe apoiar, terá o governador de aliado.

PARA CHAMAR DE SUA

Virou moda, cada grupo que tem um candidato a prefeito, monta uma enquete para chamar de sua, manipula os dados e joga nas redes sociais, para induzir falsamente a opinião pública.

GOLPE NA LAVA JATO

Impressionante! Quando se vê ministros da côrte mais alta do país tomando posições que podem implicar no enfraquecimento da lava jato, é de se lembrar a célebre frase do estadista francês De Gaulle: “o Brasil não é um país sério”. E fazem isso sem nenhum pudor.

VIROU RELIGIÃO

O senador Márcio Bittar (MDB) comenta sempre que vai trabalhar para ser o coordenador da candidatura do presidente Jair Bolsonaro, no Acre. O bolsonarismo virou religião para o Bittar.

ÍDOLO DE CABECEIRA

O ídolo de cabeceira do senador Márcio Bittar (MDB) é o ministro da Economia, Paulo Guedes.

MULHERES CHEGANDO

Pelo menos oito mulheres da lista de candidatas a vereadora de Rio Branco são muito competitivas. Seja porque já são vereadoras, ou porque terão boa estrutura de campanha.

NOMES NO FOCO

O PCdoB vai focar em reeleger o vereador Eduardo Farias (PCdoB) e o PT, na reeleição do vereador Rodrigo Forneck (PT). Diga-se: ambos cumprem mandatos participativos.

CAMPANHA NA RUA

Pele movimentação das notícias nas redes sociais os candidatos a prefeito de Rio Branco, Minoru Kinpara (PSDB), Tião Bocalom (PROGRESSISTAS) e Roberto Duarte (MDB), já estão no mundo pedindo votos e amarrando apoios. Esta campanha será uma das mais renhidas.

 MOVIMENTAÇÃO BRECADA

A pandemia brecou a participação presencial do presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo, nas articulações da pré-campanha à prefeitura da capital. Isolado na sua chácara, Flaviano deu carta branca ao candidato à PMRB, Roberto Duarte, para fazer alianças.

PESQUISAS MONITORAM

Flaviano Melo monitora o quadro de cada candidatura do MDB a prefeito nos municípios, através de pesquisas periódicas. Flaviano, sabe ler, como poucos, pesquisas nas entrelinhas.

COMENTÁRIO ABALIZADO

O que torna o presidente Jair Bolsonaro como apto a disputar a reeleição, não é a faixa de 30% que tem no eleitorado, mas por não ter aqui um adversário forte. O comentário, com o qual concordo, foi feito ontem na GLOBO NEWS, pela jornalista Eliane Catanhêde. 

FRASE MARCANTE

“A grande vaia é mil vezes mais forte, mais poderosa, mais nobre do que a grande apoteose. Os admiradores corrompem”.  Nelson Rodrigues, jornalista e dramaturgo.  

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.