Conecte-se agora

Ovos caseiros se consolidam como opção para a Páscoa e famílias aproveitam para reforçar orçamento

Publicado

em

A tradição da Semana Santa, além do significado cristão, é marcada também por sabores. Peixe, mugunzá e chocolate são algumas das delícias que vêm à cabeça de qualquer um nesta época do ano.

A entrega de ovos no domingo de Páscoa movimenta a economia e é considerada a quinta data mais importante do varejo brasileiro. Este ano, a expectativa da indústria é que as vendas caiam 2,2%. Dois motivos explicam. O primeiro é a crise financeira provocada pela pandemia da Covid-19, o segundo é o crescimento cada vez maior das vendas de ovos artesanais, feitos em casa, que todos os anos ganha mais a adesão do consumidor.

O chocolate caseiro tem passado por mudanças na percepção do consumidor. De chocolate considerado de segunda linha, a produção artesanal tem crescido em qualidade e opções e, cada vez mais, se tornado uma oportunidade para diversas famílias reforçarem o orçamento de casa.

É o caso de Ingred Moura e Fabrícia Félix. Mãe e filha já trabalham há 7 anos com a fabricação de ovos de chocolates caseiros. De uma produção tímida, simples, a dupla foi se especializando e hoje produz ovos decorados, de diversos sabores que agradam os olhos e o paladar. “Desde 2013 eu e minha mãe trabalhamos com doces simples. Percebemos no decorrer do tempo que poderia ser interessante produzir ovos caseiros de Páscoa”, afirma Ingred.

Se o mercado convencional passa por uma pequena crise, a empreendedora conta que não tem do que reclamar. “As expectativas estão sendo ultrapassadas graças à Deus. Mesmo com a pandemia, recebemos muitas encomendas. Acredito que o nosso sucesso é o fruto da gente fazer questão de usar produtos de qualidade”, explica.

A Páscoa também é aguardada com ansiedade pelas irmãs Andreia e Adriane da Costa. O empreendimento das duas surgiu no ano passado, em meio a pandemia e conseguiu sobreviver. “Nós começamos no ano passado fazendo brigadeiro gourmet. Com uma semana que tínhamos aberto o nosso negócio, veio a pandemia. Como não temos loja física e atendemos pelas redes sociais decidimos continuar e como era próximo a Páscoa optamos por fazer ovos. Deu super certo. No ano passado fizemos apenas ovo tradicional e este ano inovamos e só estamos produzindo o que a gente chama de ovo de colher”, conta Andreia.

A empreendedora comemora o sucesso das vendas. “Não tenho do que reclamar, estamos com tantas encomendas que só aceitamos pedidos para a retirada no domingo. Eu sei que ainda há muito preconceito com ovos caseiros porque algumas pessoas usam material de segunda linha, mas boa parte de quem faz chocolate caseiro tem tido o cuidado de adquirir uma matéria prima de qualidade com destaque para apresentação e diversidade”, conta.

Quem quiser saber mais das delícias produzidas por Ingred e Andreia por acessar o instagram nos endereços @doceriameninadoce e @docesdadrica.ac, respectivamente.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas