Conecte-se agora

Gladson encontra embaixador da Rússia em Brasília para tratar da vacina contra Covid-19

Publicado

em

O governador Gladson Cameli esteve na manhã desta segunda-feira, 24, reunido com o embaixador da Rússia, Sergey Akopov, na sede da embaixada, em Brasília.

No encontro, Cameli pediu inicialmente o apoio da Federação Russa para o controle do coronavírus através da produção de vacinas e solicitou um intercâmbio com empresas russas para futuros investimentos no Estado do Acre. Ele explicou ao embaixador Akopov as peculiaridades do Acre como estado fronteiriço com dois países (Peru e Bolívia) e a falta de estrutura para atender a sua população e as populações fronteiriças que buscam auxílio do lado acreano.

O governador ressaltou ao embaixador suas expectativas com relação à Rússia, por ser um dos primeiros países a ter uma vacina contra o coronavírus, em teste. Sergei Akopov disse que a Rússia está produzindo um lote inicial de vacinas para serem aplicadas nos trabalhadores das áreas de saúde e educação, com idades entre 18 e 60 anos. Em seguida será fabricada em larga escala a vacina para o restante da população da Rússia e, possivelmente, outros países.

Akopov frisou a Cameli que o Fundo de Investimentos Diretos da Rússia, uma espécie de BNDES brasileiro, está buscando parceria com governos de estados brasileiros e iniciativa privada para que a tecnologia de confecção da vacina seja aplicada para produção da vacina no Brasil. “Na América do Sul, o Brasil é o país com mais condições industriais para produção da vacina com a tecnologia da Rússia”, disse Sergei.

O maior problema para que essas parcerias tenham início é a liberação oficial da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária e o Ministério da Saúde. Nesse aspecto, o governador disse que irá procurar as autoridades competentes para interceder pela aprovação desses protocolos.

Gladson Cameli também disse que pretende fazer uma conversa junto aos governadores da Bahia e do Paraná (os principais articuladores com a Rússia) para que as tratativas sejam feitas em um bloco de governadores, o que facilitará as negociações.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas