Conecte-se agora

Jorge Viana vai à TV e diz que faltou o nome de Bocalom na autoria do panfleto apócrifo

Publicado

em

O senador Jorge Viana foi para TV e ao contrário do que prometeu na chamada do Programa Gazeta Entrevista, praticamente não falou sobre o Botafogo e nem sobre o Rio Branco. A série A e C do Campeonato Brasileiro foram pinceladas no encerramento do segundo bloco.

O tema mais picante da entrevista, sobre o “panfleto do mal”, norteou a parte final do bate papo entre Alan Rick e Jorge Viana. Ao ser incitado a falar sobre os autores do material que reproduziu a reportagem da revista IstoÉ, estranhamente, o senador despejou toda sua raiva em cima do pré-candidato do PSDB à prefeitura de Rio Branco, Tião Bocalom.

– Faltou nome. O Tião Bocalom. Essa é a resposta às oportunidades que eu sempre lhe dei – comentou Jorge Viana.

O senador não poupou criticas a oposição, a quem acusou de jogar o Acre na lama. Ele se  referiu a Petecão, como alguém com capacidade de enganar a Justiça.

– A oposição está com sede de poder e quer voltar [ao poder] somente para atender a interesses pessoais e a caprichos, afirmou.

Depois de desabafar, o petista pediu desculpas se ofendeu alguém.

 

Petecão e Bocalom vão pedir direito de resposta

Tião Bocalom falou com a reportagem antes de embarcar para o Juruá, onde cumpre agenda, ao lado de Marcio Bittar, nos municípios de Thaumaturgo, Jordão e Santa Rosa. Ele disse que não vai entrar no jogo baixo provocado por Jorge Viana.

– Meu prestigio político eu adquiri quando fui prefeito de Acrelândia. Nunca fui processado e nem acusado de desviar dinheiro. O mesmo ele não pode dizer – disse Bocalom.

O senador Petecão estava em casa e falou por telefone com a reportagem. O senador disse que vai relevar os ataques e colocar nas mãos de Deus as agressões sofridas durante a entrevista.

– A vida me deu um amadurecimento de não responder a ataques, principalmente vindos de pessoas visivelmente desequilibradas como estão o governador Tião Viana e seu irmão Jorge.

Ainda em comentário à entrevista, Petecão disse que Jorge Viana não respondeu aos questionamentos feitos pela Revista Isto É de como foram gastos mais de R$ 2 bilhões na construção da BR 364. Petecão acrescentou que o ex-governador Jorge Viana foi infeliz ao generalizar ataques.

– Ele chamou o Edvaldo e o Santiago de ladrão. Por que ele disse que quando coloca um presidente na Assembleia é obrigado a colocar um secretário do PT, porque se não os presidentes roubam o até o prédio – concluiu.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
[email protected]

Acre

Nilson Euclides comparece ao debate com apoio da militância

Publicado

em

O candidato ao governo, professor Nilson Euclides (PSOL) foi o último a chegar aos estúdios da TV Acre para o debate com os postulantes ao Palácio Rio Branco nesta terça-feira, 27, em Rio Branco.

Com apoio de dezenas de apoiadores de esquerda, Euclides se disse confiante. “Fundamental para a democracia”, declarou.

Continuar lendo

Acre

Mara Rocha é recebida com festa antes de debate na TV Acre

Publicado

em

A candidata ao governo do Estado do Acre, deputada federal Mara Rocha (MDB) compareceu ao debate com os candidatos ao governo abraçada pela militância emedebista.

Com danças e ao som do jingle de campanha, Rocha chegou e foi abraçado pela militância presente na frente da emissora.

A candidata que estava acompanhada do vice-governador Major Rocha, não quis conversar com a reportagem.

Continuar lendo

Acre

Petecão se reúne com familiares de detentos antes do debate

Publicado

em

O candidato ao governo, senador licenciado Sérgio Petecão (PSD), se reuniu na entrada da TV Acre com representantes dos detentos em frente a emissora e prometeu tomar providências caso seja eleito ao comando do Palácio Rio Branco. Sobre os protestos, Petecão disse que é obrigação do governo atender as reivindicações dos familiares. “Me solidarizo e considero isso uma falta de respeito”, declarou.

Continuar lendo

Acre

Na TV Acre, Bittar diz que vai prestar contas do mandato de senador

Publicado

em

O candidato ao governo, senador licenciado Márcio Bittar (União Brasil) chegou na noite desta terça-feira, 27, em seu veículo para participar do debate da TV Acre, em Rio Branco. Sem o apoio de militantes, ele disse que deverá prestar contas do seu mandato como senador no Congresso Nacional. “Antes de prometer, devemos prestar contas do que fizemos”, comentou.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.