Conecte-se agora

Petecão diz que pode apoiar JV em eventual 2º turno: “só não tenho aliança com esse governo”

Publicado

em

O pré-candidato ao governo, senador licenciado Sérgio Petecão (PSD), declarou em conversa com a reportagem do ac24horas nesta quinta-feira, 21, que seu apoio político, caso não esteja no segundo turno das eleições estaduais deste ano, será em qualquer candidato, menos ao atual governador Gladson Cameli (Progressistas) que concorrerá a reeleição.

Ao mencionar os pré-candidatos, o parlamentar considerou uma hipotética disputa entre Gladson e JV no segundo turno. Na ocasião, mostrou simpatia ao nome do petista – na qual foi presidente da Assembleia Legislativa durante a gestão de Viana.

“Quem nós vamos apoiar a gente vamos dialogar, agora quem não vamos apoiar nós já sabemos. Não tem chance nenhuma de apoiar o Gladson. Por exemplo, se chegar o Jorge no segundo turno, eu não posso de forma alguma dar minha palavra que ele terá o apoio do meu grupo todo, mas o meu ele tem, eu já estou assumindo o compromisso. Só não tenho aliança com esse governo que tá aí”, desabafou.

No entanto, apesar do respeito a Jorge Viana, Petecão considera que a entrada de JV no tabuleiro do governo não deve trazer mudanças significativas. “Se ele for candidato, vai bater de frente com o Petecão. Não abrimos uma vírgula. Portanto, não muda nada [candidatura de JV]”, ressaltou.

Acre 01

Rio Acre se aproxima dos 12 metros na capital e Defesa Civil pode começar a preparar abrigos

Publicado

em

As próximas horas serão decisivas para que a Defesa Civil de Rio Branco decida pelo início da preparação de abrigos para uma possível enchente na capital acreana.

O nível do Rio Acre alcançou na medição das 6 horas da manhã desta terça-feira, 7, a cota de 11,40m. De acordo com o protocolo do órgão da prefeitura, a preparação, principalmente, de escolas para receber possíveis desabrigados se inicia quando o manancial alcança a marca de 12 metros.

“Vamos analisar o monitoramento do rio nas próximas horas para verificarmos se o aumento do nível vai perder força ou não. Estamos também fazendo o acompanhamento da situação no interior do estado. Se chegarmos a 12 metros iniciamos a preparação de abrigos”, diz Cláudio Falcão, coordenador da Defesa Civil.

A cota de alerta do Rio Acre em Rio Branco é de 13,50m e a cota de transbordamento, quando as primeiras famílias começam a ser atingidas, é de 14 metros.

A possibilidade de uma enchente neste período do ano foi uma das alegações da prefeitura da capital e do governo para transferirem a realização do carnaval popular da Gameleira para o estacionamento do estádio Arena da Floresta, que acontece no período de 17 a 21 deste mês.

Continuar lendo

Acre 01

Desembargadora Regina Ferrari é empossada presidente do Tribunal de Justiça do Acre

Publicado

em

Foto Sérgio Vale/ac24horas

Em solenidade marcada pela presença de várias autoridades no fim da tarde desta segunda-feira, 6, a desembargadora Regina Ferrari foi empossada como presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJ-AC) para o biênio 2023-2025. Ferrari assume no lugar da também desembargadora Waldirene Cordeiro.

A nova administração do Poder Judiciário terá ainda o desembargador Luís Camolez, como vice-presidente, e o desembargador Samoel Evangelista na Corregedoria-Geral da Justiça.Ferrari é a 31ª presidente do TJAC e a sétima mulher a alcançar o ápice da carreira com a liderança da Corte Acreana.

Cordeiro, usou o dispositivo e fez o anúncio de boas vindas da nova administração e fez questão de enaltecer as realizações de sua gestão que teve foco nas relações institucionais.”Tivemos a criação da comarca da mulher e fortalecimento das relações institucionais do poder judiciário, realização de concurso, eixo de sustentabilidade, ampliação dos espaços, construção de uma passarela, veículos adquiridos no intuito de atender as pessoas”, comentou.

Após o juramento de posse, Ferrari prometeu consolidar as ações da gestão anterior de Valdirene Cordeiro e fez uma homenagem ao trabalho da desembargadora nos últimos anos. “Nós vamos apenas consolidar o que ela já vem plantando e semeando. Nós vamos fortalecer as ações agora plantadas e daremos andamento pelos nossos cidadãos que tanto precisam da justiça”, mencionou.

Ferrari ressaltou a importância da representatividade feminina na condução do trabalho no órgão judiciário. “Uma mulher sucedendo a outra, o que é uma coisa bastante interessante. Nós estamos fazendo tudo que é possível para formarmos líderes femininas a fim de que nós possamos cada vez mais temos mulheres na linha das primeiras gestões”, afirmou.

Em seu pronunciamento, o governador Gladson Cameli (Progressistas), comemorou a escolha de Ferrari para presidir o órgão judiciário. Segundo ele, é de fundamental importância a escolha de mais uma mulher para o comando do tribunal. “Cabe a mim como chefe do executivo fazer com que o estado esteja presente e ao alcance da população. Precisamos de um poder judiciário mais fortalecido

Cameli, ainda na solenidade, recebeu das mãos da desembargadora Waldirene Cordeiro, a Medalha da Ordem do Mérito Judiciário pelos relevantes serviços prestados à sociedade.

O vice-presidente, desembargador Luiz Camolez, disse que seu objetivo será dar celeridade nas ações do Poder Judiciário com responsabilidade. “Somos responsáveis pelos serviços à sociedade. Que possamos dar continuidade aos trabalhos”, ressaltou.

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom parabenizou a nova administração do Tribunal de Justiça e deixou claro que deverá se colocar à disposição do judiciário. Além disso, Bocalom relembrou que Ferrari esteve na inauguração do fórum de Acrelândia nos anos 2000. “É uma amiga. A nova presidente terá como grande parceiro, o Poder Executivo Municipal. Vamos desenvolver grandes projetos juntos”, mencionou.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luiz Gonzaga, fez uso do dispositivo de honra de questão de exaltar o trabalho da desembargadora Waldirene Cordeiro à frente do TJ, além de rasgar elogios à nova desembargadora Regina Ferrari. Gonzaga ainda agradeceu o apoio de Gladson aos parlamentares. “O nosso sentimento é de gratidão. A Assembleia Legislativa se colocou à disposição do Tribunal de Justiça para juntos encontrarmos a melhor solução ao povo acreano”, declarou.

Estiveram presentes na cerimônia, a vice-governadora Mailza Gomes, o procurador-geral de justiça do Ministério Público, Danilo Lovisaro, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luiz Gonzaga, o presidente do Tribunal de Contas, Ribamar Trindade, o deputado estadual Pedro Longo e demais autoridades.

Quem é Regina Ferrari

Regina Célia Ferrari Longuini é natural de Uniflor (PR), tem 52 anos, é casada e mãe de três filhos. Graduou-se em Direito pela Universidade Estadual de Maringá (1982), possui Mestrado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia), pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro – IUPERJ (2009), MBA em Poder Judiciário, pela Fundação Getúlio Vargas (2008), Especialização em Pós-Graduação em Direito Processual Civil, pela Universidade Católica de Petrópolis (2000), e Especialização em Direito Constitucional, pela Universidade Federal do Acre (1999). É doutoranda em Ciência Jurídica pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Também é formada pelo Programa de Gestão Avançada do Advance Center da Amana-Key e participou, no ano de 2010, do Curso de Capacitação em Gestão Pública, oferecido em convênio pelo Tribunal de Justiça e Tribunal de Contas do Acre.

No âmbito do Poder Judiciário Acreano, Regina Ferrari iniciou sua trajetória em 9 de dezembro de 1993, quando foi empossada no cargo de Juíza de Direito Substituta, após ser aprovada em primeiro lugar no concurso público para a Magistratura, iniciando suas atividades jurisdicionais na 1ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco.

Foi Juíza Titular da Comarca de Brasileia entre os anos de 1994 e 1996. Também foi Juíza Titular da Vara de Registros Públicos entre os anos de 1996 e 2001. É Membro do Conselho Consultivo da Escola do Poder Judiciário do Acre desde 1994.

Em 25 de março de 2001, tomou posse como titular da 2ª Vara da Fazenda Pública da Capital, unidade na qual atuou até a ascensão ao desembargo em 2012. No âmbito da Justiça Eleitoral, Regina Longuini atuou no período de 1994 a 2003 como juíza eleitoral. Já no biênio 2003-2005, compôs o Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), como juíza efetiva da classe de Juiz de Direito, e foi reconduzida para o biênio 2005-2007. Também atuou como corregedora regional eleitoral, no biênio 2003-2005, e diretora da Escola Judiciária do TRE-AC, no biênio 2005-2007.

Paralelamente a sua atuação jurisdicional, a magistrada participou de inúmeros cursos de formação continuada e capacitação na área jurídica, além de ter participado de eventos nacionais e internacionais da área, com destaque para o Congresso Internacional da Associação dos Magistrados Brasileiros em Toronto, Montreal e Ottawa, no Canadá, em 2010; o National Judicial Institute’s Workshop, Principles of Judicial Education and Teaching Methods Used by the National Judicial Institute, Canadá, em 2010; o International Judicial Training Program in Judicial Administration (Programa de Treinamento Internacional em Administração Judicial), pela Universidade da Geórgia, Estados Unidos da América, fruto de convênio da Escola Nacional da Magistratura, em 2011; e o International Judicial Research and Training Program (Programa Internacional de Pesquisa e Treinamento Judicial), Fordham Law School, New York City, Estados Unidos da América, em 2012.

Entre outros trabalhos de sua produção científica, Regina Ferrari é autora da obra “Origem e propósito da Lei nº 9.840/99: uma reflexão sobre o problema da corrupção eleitoral no Brasil”, sua tese de conclusão de mestrado no IUPERJ, que foi publicada pelo TJAC no ano de 2009.

Regina Ferrari foi coordenadora Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar entre os anos de 2013 e 2014. Também atuou como coordenadora executiva do projeto Cidadania e Justiça na Escola entre os anos de 2012 e 2014. É coordenadora da Infância e Juventude desde 2019.

A magistrada foi coordenadora executiva do projeto Semeadores da Paz no ano de 2014. Atuou como Corregedora Geral do Tribunal de Justiça do Estado do Acre no Biênio 2015-2017, e presidiu o Tribunal Regional Eleitoral do Acre no Biênio 2017-2019.

No Biênio de 2019-2022 atuou como coordenadora da Infância e Juventude. No Biênio 2021-2023, continua à frente da Coordenadoria da Infância e Juventude e atua também como diretora da Escola do Poder Judiciário.

Continuar lendo

Acre 01

Postos de combustíveis em Assis Brasil passam a ter bomba preferencial para brasileiros

Publicado

em

Devido à entrada massiva de cidadãos peruanos no lado brasileiro através de Assis Brasil, município que faz fronteira com o Peru e Bolívia, uma reunião entre diversos órgãos do governo do Acre decidiu que os proprietários do posto de combustível deverão fornecer uma bomba preferencial somente para atender brasileiros. Isso porque filas gigantescas estavam se formando e atrapalhando o consumo do produto por parte dos brasileiros.

A situação ocorre desde que o Peru decretou estado de emergência em várias regiões após atos contra o governo. A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp) se reuniu com a prefeitura de Assis Brasil e também decidiu que a cidade deve manter uma reserva de combustível para atender os serviços essenciais do município.

O acordo foi firmado com os empresários do setor de combustíveis, a fim de planejar esforços que minimizem os problemas causados pela entrada de peruanos em Assis Brasil nessa ocasião.

Também houve a fiscalização de vendas irregulares e a permanência de equipes do Gefron e da PRF no município para prestar apoio à polícia local para a restauração da ordem.

“Com as ações que foram adotadas pela Secretaria de Segurança Pública junto aos órgãos competentes e as equipes da Polícia Militar, Gefron e PRF, até o momento não houve maiores problemas no local. Os peruanos são colaborativos e estão acatando as orientações das autoridades”, ressaltou o secretário adjunto, coronel Evandro Bezerra.

Com informações Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Acre 01

Sobre Gladson apoiar Socorro, Bocalom diz que ainda é cedo para falar de eleições de 2024

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas) resolveu evitar contendas e minimizou o apoio dado pelo governador Gladson Cameli a deputada federal Socorro Neri, ambos também do mesmo partido do gestor da capital.

O prefeito declarou ao ac24horas nesta sexta-feira, 3, que o assunto, no momento, não é de relevância, haja vista que, as eleições só ocorrem em 2024. “Ainda é cedo para falar em eleições”, comentou.

Apesar das eleições só ocorrerem em outubro do ano que vem, dentro do Progressistas o tema já é discutido internamente. Cameli, por exemplo, já deu duas declarações diferentes, em uma prometeu diálogo com Bocalom e em outra disse que sua candidata é Socorro Neri – que já foi prefeita da capital.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.