Conecte-se agora

Senadora Mailza visita comunidades da Serra do Divisor

Publicado

em

A parlamentar se se reuniu com ribeirinhos e extrativistas e ouviu demandas da região

“Senadora Mailza, é uma honra ter a senhora aqui na Serra do Divisor. Nós como moradores do interior, muitas vezes somos esquecidos. Sua visita nos alegra muito, reacende uma esperança. Obrigado por lembrar da gente”. Com essas palavras do morador da comunidade Zulmira, Jamerson Silva, a senadora Mailza Gomes (Progressistas-AC) foi recebida no Parque Nacional da Serra do Divisor (PNSD) no último final de semana. Após agendas em Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima, a parlamentar fez questão de subir o Rio Moa – em média oito horas de barco – e levou sua filha caçula, Theodora, de nove meses. O objetivo da viagem foi ouvir as reivindicações e conversar com os moradores sobre problemas mais urgentes.

Durante os dois dias que esteve na região, a parlamentar visitou as comunidades São Salvador, Pé da Serra República e Aldeia Nukini – República, ouviu demandas e discutiu prioridades para a região. “As paisagens são bonitas, muita floresta, mas existem pessoas também que necessitam do olhar do poder público, pessoas que estão esquecidas e que precisam de alternativas de subsistência dentro da floresta. E eu vim ouvi-los, conhecer suas realidades. Ouvi os pedidos e reforcei meu apoio. Antes de tudo queremos cuidar de pessoas e de suas vidas”, disse a senadora.

Ilson Silvestre trabalha como Agente Comunitário de Saúde e para ele a presença da senadora significa muito. “Eu vejo o gesto da senadora como uma forma de encorajamento e contribuição a essa visita que nos faz. Só tenho a agradecer e parabenizar esta parlamentar por estar sempre atenta as necessidades das pessoas mais carentes”, destacou Ilson.

A senadora discutiu ainda com a comunidade algumas ações que devem ser feitas para potencializar o turismo e alternativas de geração de renda para os moradores. O parque é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Acompanharam a senadora a ex-primeira-dama do Acre Beatriz Cameli – viúva do ex-governador Orleir Cameli, o secretário de Agricultura, Pesca e Abastecimento de Cruzeiro do Sul, Elenildo da Pesca, a secretária adjunta de Planejamento de Cruzeiro do Sul, Silene Siqueira, o chefe de gabinete do prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, Ney Mazzarro e o vereador Evandro Nascimento (Progressistas) de Mâncio Lima.

A unidade de conservação da Serra do Divisor tem 8 mil quilômetros quadrados e abrange os municípios de Mâncio Lima, Cruzeiro do Sul, Marechal Thaumarturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Destaque 7

Valor Bruto da Produção do Acre passa dos R$ 2,6 bilhões com destaque para boi e mandioca

Publicado

em

O Ministério da Agricultura divulgou nesta terça-feira (14) o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de maio deste ano, que atingiu o valor de R$ 1,11 trilhão no Brasil.

A cifra é 11,8% superior ao obtido em 2020, que foi de R$ 993,9 bilhões. As maiores contribuições para o crescimento são observadas em arroz, milho, soja e carne bovina, que tiveram dois anos consecutivos de forte aumento de preços reais.

As lavouras tiveram um aumento do VBP de 15,8%. A pecuária, 3,8%. Essas duas atividades obtiveram neste ano o mais elevado valor em 32 anos.

Os produtos que tiveram os maiores acréscimos do VBP foram arroz (5,7%), milho (20,3%), soja (31,9%) e trigo (35,1%). Com crescimento mais modesto, encontram-se cacau e cana de açúcar.

Mas, e no Acre, quais produtos se destacam?

Usando os dados regionais do VPB, o ac24horas produziu um gráfico pelo qual é possível constatar a distância brutal da criação de bovinos em relação a outras culturas quando se leva em conta o valor de cada uma delas.

Mas também é possível observar que depois da bovinocultura, o cultivo de mandioca é o que mais agrega valor no Acre. A mandioca tem valor de R$ 598 milhões, considerável pelos padrões amazônicos -e é a 2ª produção mais valorizada no Estado, perdendo apenas para a criação de bois.

Milho e banana estão quase empatados em VPB no Acre e são perseguidos pela soja. Destacam-se com menor VPB o café, a criação de suínos, leite, feijão e ovos.

Na soma, o VPB do Acre ficou em R$ 2,6 bilhões e está crescendo. Em 2021, é maior que o de seis estados (Sergipe, Paraíba, DF, Rio Grande do Norte, Roraima e Amapá).

Continuar lendo

Destaque 7

Acre pode cancelar a compra de 700 mil doses de vacina da Sputnik

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) declarou, nesta terça-feira (15), que pode cancelar a inclusão do Acre para a compra de 700 mil doses da vacina russa Sputnik V, por meio do acordo realizado pelo Consórcio de Estados do Nordeste.

De acordo com Cameli, o cronograma do Ministério da Saúde prevê um aumento no envio de imunizantes. Segundo ele, a autorização de uso da Sputnik V foi em caráter excepcional e deve atinge apenas 1% da população do nordeste. “Pelo planejamento de vacinas que deva chegar eu acredito que não será preciso comprar”, ressaltou.

Cameli acredita que até o fim de julho a população acima de 18 anos deverá ser imunizada em Rio Branco. “Se não criarem dificuldades, até julho a população de 18 anos deve estar vacinada”, argumentou.

A aquisição das vacinas para o Acre faz parte do acordo realizado pelo Consórcio Nordeste com o Fundo Soberano Russo para a compra de um total de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya de Moscou, para combater a Covid-19. Já para os estados do norte, foi realizado um acréscimo de 10 milhões de doses.

Continuar lendo

Destaque 7

Brasiléia inicia vacinação contra Covid-19 a partir de 40 anos

Publicado

em

A prefeitura de Brasiléia e a equipe da Saúde tem se empenhado para garantir que a vacinação contra a Covid-19 avance no município, seguindo todas as recomendações do Ministério da Saúde.

Nesta quarta-feira, dia 16, inicia uma nova faixa etária de vacinação, das pessoas a partir de 40 anos sem comorbidade, o que aumenta a esperança da população que aguarda ansiosa pela imunização.

Para a prefeita Fernanda Hassem, as pessoas a cada dia estão recebendo doses de esperança e cura.

“A cada faixa etária que avança, aumenta a nossa esperança de dias melhores. A nossa prioridade nesse momento é imunizar a nossa população, cuidar da saúde do nosso povo e estamos trabalhando focados para voltar 100% à normalidade e que a nossa população seja 100% vacinada o quanto antes, por isso temos destinado equipes da Saúde todos os dias para garantir celeridade na vacinação contra a Covid-19. Agradecimento especial à nossa equipe da Saúde municipal, em nome do secretário Joãozinho Melo, que não tem parado um só dia, cada trabalhador e trabalhadora, tem se dedicado a salvar vidas através da vacinação. Não podemos deixar de agradecer também ao governo do Estado por ser um grande parceiro na imunização do povo acreano. A cada dia a esperança aumenta”, disse. 

A vacinação da população a partir dos 40 anos de idade acontecerá em Brasileia, na quadra do Centro Cultural, das 8 às 16h, lembrando que a pessoa deverá está munido do cartão do SUS, comprovante de endereço, CPF e caderneta de vacina.

Vacina cura. Cuide de você e de quem você ama. Vacine-se!

Continuar lendo

Destaque 7

Lago do Amapá tem 3.160 anos e foi formado pelas mudanças climáticas ocorridas no Acre

Publicado

em

Em seminário realizado nesta sexta-feira (11) sobre áreas de proteção ambiental do Acre, a gestora da APA Lago do Amapá, Mirna Caniso, informou que mais de 40 artigos, entre resumos e capítulos de livros, já foram publicados sobre essa unidade de proteção ambiental localizada no 2o Distrito de Rio Branco.

O professor Waldemir Santos, da Universidade Federal do Acre (Ufac) estudou a unidade e calcula que o Lago do Amapá tenha sido formado há 3.160 anos –e que, portanto, um lago novo. Sua formação ocorreu por mudanças climáticas no passado.

A Área de Proteção Ambiental Lago do Amapá possui área de aproximadamente 5,2 mil hectares e foi criada pelo decreto No 13.531, de 26 de dezembro de 2005, e tem por objetivos preservar e recuperar remanescentes da biota local, fomentar a educação ambiental, ecoturismo, dentre outros.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas