Conecte-se agora

ENTREVISTA – Sibá Machado reafirma seu desejo de disputar a Prefeitura de Rio Branco

Publicado

em


Militantes do Partido dos Trabalhadores (PT) que apóiam a pré-candidatura de Sibá Machado à Prefeitura de Rio Branco entregaram à direção da sigla um pedido oficial para que o deputado federal seja incluído nos debates para a escolha do nome que vai disputar a sucessão do prefeito Raimundo Angelim. A medida atrapalha os planos de algumas lideranças, que pensavam em decidir entre Marcus Alexandre e Daniel Zen.
Siba1610
Sibá Machado descarta qualquer possibilidade de desentendimento no partido, afirmando que o documento apenas oficializa um pedido feito por ele à direção do PT, ainda em 2008 e renovado em fevereiro de 2011.
Ele defende que o PT faça uma ampla discussão para a escolha do nome, levando em consideração fatores importantes, que, segundo ele, são fundamentais não apenas para garantir a vitória, como também à continuidade do sucesso do projeto da Frente Popular.
“Nós oficializamos um pedido que tinha feito verbalmente à direção do meu partido ainda em 2008, quando apresentei meu desejo de disputar a sucessão do Angelim e recebi uma afirmativa. Defendo que sejam analisados vários critérios para a definição do nome, pois temos que garantir não apenas a vitória como a continuidade do nosso projeto”, explica.
Em entrevista ao jornal A GAZETA o deputado federal Sibá Machado reafirma seu desejo de disputar a Prefeitura de Rio Branco pelo PT, defende a unidade da Frente Popular e fala do seu relacionamento com a direção do seu partido.

Disputa interna do PT
Lembrando que ainda em 2008 se reuniu com lideranças do PT e manifestou seu interesse em disputar a sucessão do prefeito Raimundo Angelim, quando recebeu uma resposta positiva dos dirigentes, Sibá Machado garante que vem se preparando para a disputa.
Ele garante que, desde então, vem se preparando para a disputa e para contribuir com o projeto de desenvolvimento da Frente Popular para Rio Branco. Sibá defende, entre outras coisas, uma reflexão do PT e da aliança, sobre a forma como decisões são tomadas.
“Procurei a direção do meu partido em 2008 e perguntei se tinha possibilidade do meu nome fazer parte das discussões para a sucessão do Angelim. Recebi um ‘sim’ como resposta. A partir de então estou me preparando para o desafio. Acredito que vamos enfrentar uma campanha agressiva. Por isso, o escolhido deve estar preparado para enfrentar essa batalha. Tem que ter couro grosso para encarar essa batalha”, disse.
Ele defende seu nome, afirmando que a Frente Popular precisa de um candidato que represente não apenas o novo na idade, mas sim uma nova forma de administrar Rio Branco, renovando a dinâmica de fazer política da aliança.
“A maioria da direção do PT defende um nome que represente o ‘novo’ na idade e na questão de nunca ter sido testado. Eu faço uma avaliação política, lembrando que precisamos renovar nossa dinâmica política, de tomada de decisões e até mesmo do jeito de governar. Precisamos de alguém que tenha capacidade de apresentar novidades forma de administrar, fazendo o que não foi feito ainda. Tenho me preparado nesse sentido”, afirma.
PT na cabeça de chapa
Sibá Machado revelou que o Partido dos Trabalhadores vai mesmo defender que o nome escolhido pela sigla seja o candidato da Frente Popular à Prefeitura de Rio Branco.
Ele disse que a decisão faz parte de uma tradição dentro da aliança e que o partido pretende continuar administrando Rio Branco. Sibá Machado descarta, porém, um racha na Frente Popular, afirmando que em todas as decisões sempre prevaleceu o consenso e a unidade.
“Temos uma tradição na Frente Popular do partido que está administrando continuar, a não ser que ele não tenha nomes para a continuidade do projeto. O PT vai reiterar o pedido para continuar administrando Rio Branco. Acredito que isso não será um problema com os outros partidos, pois sempre valorizamos a unidade”, explica.
Sibá Machado nega qualquer tipo de problemas de relacionamento com algumas lideranças do PT e diz que já participou de várias reuniões com dirigentes do partido em busca do nome.
A decisão, segundo ele, que seria tomada em setembro foi adiada para o início de outubro, mas agora deve ser anunciada somente em dezembro.

Legitimidade do nome de Perpétua Almeida
Para Sibá Machado, o PCdoB tem direito de apresentar o nome da deputada federal Perpétua Almeida para disputar a Prefeitura de Rio Branco. Ele elogia a colega parlamentar por sua dedicação ao projeto da Frente Popular e diz que já conversou com ela sobre a disputa.
“Claro que o PCdoB tem todo direito de apresentar o nome da Perpétua para a disputa. Ela tem colaborado muito com o projeto da Frente Popular, atuando junto da população. Mas defendo que o nome escolhido, reúna uma série de qualidades”, assegura.
Sibá Machado revela, inclusive, que em conversa com Perpétua, ela teria revelado que considera como “novo”, o rodízio na condução do processo de administração.
“Isso significa que temos o mesmo pensamento sobre a renovação. O nome da Perpétua é legítimo, mas defendo que o candidato da Frente seja o escolhido de todos e que apresente o somatório de uma série de capacidades”, ressalta.

Disputa com a oposição
Sibá Machado afirma que nos últimos anos tem se reunido com empresários, lideranças religiosas e comunitária para discutir os problemas de Rio Branco. Ele se considera mais maduro e preparado para a disputa, lembrando que nos últimos anos foi senador e diretor da Usina do Jirau, onde adquiriu uma grande experiência.
Esse é, segundo ele, um fator importante para a disputa de 2012. “Vamos enfrentar não somente uma batalha, mas seremos testados sobre nossa forma de fazer política. Será uma campanha agressiva. Não precisamos apenas vencer a eleição, mas apresentar um novo jeito de governar. Para vencer esse processo, o candidato de muita preparação”, assegura.
Para ele, a oposição fará uma campanha com muitas agressões, tornando o processo mais difícil e exigente para o candidato da Frente Popular. Sibá garante que sua experiência como militante, no Senado, na direção da Usina de Jirau e seu trabalho como deputado federal o habilitam para a disputa.
“Eu estou me preparando muito para esse desafio. Na Câmara Federal tem atuado sempre pensando no desenvolvimento do Acre, olhando para a realidade do nosso país”, conclui.

Transcrito do Jornal A Gazeta

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Movimento organiza carreata pedindo impeachment de Bolsonaro

Publicado

em

Na manhã deste sábado, 16, um grupo apartidário de acreanos começou a organizar, por meio das redes sociais, um movimento pedindo o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

No cartaz, o grupo marca uma carreata contra Jair Bolsonaro para o próximo sábado, 23, na rua Alameda Alemanha, ao lado da Uninorte, em Rio Branco. O grupo pede aos adeptos que vão de máscara e que levem cartazes contra Jair Bolsonaro.

O objetivo do movimento denominado de ‘Impeachment Já’, é protestar pela conduta de Jair Bolsonaro na pandemia da covid-19, na qual o presidente se referiu ao vírus como uma “gripezinha” e adotado uma conduta negacionista, inclusive, pressionando os profissionais de saúde a receitar medicamentos como hidroxicloroquina e ivermectina, que não tem eficiência comprovada para covid-19.

Continuar lendo

Acre

Governo divulga calendário anual de pagamento dos servidores

Publicado

em

O governador do Acre, Gladson Cameli divulgou nesta sexta-feira, 15, o calendário anual de pagamento. A servidora da Secretaria de Educação Cultura e Esporte (SEE), Margareth Lamas, avalia o governo e ressalta suas considerações.

“Estamos vendo que existe um esforço do governo em fazer um bom trabalho. Precisamos ressaltar que não está sendo fácil para nenhum governante lidar com a situação da pandemia e, em relação ao nosso estado, vejo o empenho do governador e do secretário de saúde para lidar com essa triste realidade que acometeu o mundo”, pontuou Margareth.

De acordo com informações da Seplag, o governo realizou o pagamento de R$ 70 milhões do 13º de 2018, dívida deixada pela gestão passada, em 2019. Desde 2019, inclusive, o governo tem antecipado o pagamento dos servidores, além do adiantamento do 13º salário em 2019 e 2020.

Continuar lendo

Acre

Bittar critica presidente francês por fala sobre soja na Amazônia

Publicado

em

O senador do Acre Márcio Bittar afirmou nesta sexta-feira (15), que o “Brasil deve proteger seus interesses” e não se preocupar com as declarações do presidente da França, Emmanuel Macron, sobre boicotar a soja brasileira por conta de desmatamento na Amazônia. Para ele, o Brasil é “exemplo de política ambiental” e quem diz o contrário quer, na verdade, “encobrir a incapacidade de competir com o campo brasileiro”.

Nesta semana, Macron, afirmou que “continuar dependendo da soja brasileira é endossar o desmatamento da Amazônia”.

“Quando importamos a soja produzida a um ritmo rápido, a partir da floresta destruída no Brasil, nós não somos coerentes. (….) Nós precisamos da soja brasileira para viver? Então nós vamos produzir soja europeia ou equivalente”, completou.

Continuar lendo

Acre

Juiz cede devolução de fusca envolvido na morte de Johnliane

Publicado

em

O juiz de direito, Alesson José Santos Braz, da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco e Auditoria Militar,  decidiu nesta sexta-feira, 16, que o Estado deverá fazer a devolução do Fusca 2.OT, cor branca, em nome de Agnaldo Maia de Lima, pai de Alan Lima, envolvido no suposto racha que matou a jovem Jonhliane Paiva,  30 anos.

O carro estava em posse do Instituto de Criminalística do Estado desde da época do acidente que matou a jovem.

Em decisão, o juiz alegou que como não houve mais pedidos de perícia envolvendo o veículo, e que Agnaldo Maia de Lima demonstrou que de fato é o proprietário do veículo apreendido, conforme cópia de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo acostado, decidiu por acatar o pedido de restituição do veículo ao verdadeiro dono.

Estão presos pela morte de Johliane Paiva: Ícaro José da Silva Pinto e Alan Lima desde o ano passado. Os dois estariam praticando um racha no momento em que o carro de Pinto, uma BMW, atingiu Jonhliane.

Ela morreu em um acidente de trânsito, no dia 6 de agosto do ano passado, na avenida Antônio da Rocha Viana, em Rio Branco.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas