Conecte-se agora

Possível saída de Edivan Azevedo da SEPA causa indignação entre pecuaristas

Publicado

em

A indicação do presidente do Sindicarnes, Nenê Junqueira, ao cargo de secretário de Agricultura e Pecuária do Estado (SEPA) não causou descontentamento somente no MDB. Em áudios obtidos com exclusividade pelo ac24horas na manhã desta quinta-feira, 18, dois dos maiores pecuaristas do Acre, Jorge Moura e Assuero Veronez criticaram uma possível troca na SEPA.

A possível troca de Edivan Azevedo por Nenê Junqueira se trata de uma reconciliação do governador Gladson Cameli com o MDB visando as eleições de 2022. No entanto, Junqueira é próximo do senador Márcio Bittar e não contaria com o apoio dos demais baluartes emedebistas como o deputado federal Flaviano Melo e do ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, o que resultou em um descontentamento das lideranças da sigla.

A priori, o governador já havia decidido que Junqueira seria nomeado, mas ao tomar conhecimento que a decisão não teria sido do grupo, resolveu recuar até ter uma resposta formal do partido.

No áudio, Jorge Moura, um dos maiores pecuaristas do Acre, defendeu a permanência de Edivan e afirmou que em “time que está ganhando não se mexe”.

“Não tô vendo ninguém se preocupar com a saída do Dr. Edivan da secretária [Sepa]. Todo mundo tem que fazer um apelo para o governador. Time bom não se troca, pô! Não tenho nada contra o Nenê, ele é uma pessoa idônea e amigo desde de criança, mas time bom não se troca. Cadê o povo? Ninguém se manifesta. Vamos gente, vamos apelar, não podemos deixar. Nós pagamos os salários deles. Cadê os companheiros? Ninguém fala. Todo mundo com o rabo no meio das pernas. Parece burro pegando choque. Puta que *. Não vamos deixar isso acontecer não”, retrucou.

Em áudio, Assuero Veronez, presidente da Federação da Agricultura do Acre, afirmou que em conversas com o governador Gladson Cameli (Progressistas) falou do descontentamento da categoria acerca de uma possível troca na Secretaria de Agricultura e Pecuária do Estado (SEPA).

Aos colegas pecuaristas, Veronez cobrou um posicionamento e uma campanha forte nas redes sociais pela permanência de Edvan no cargo de secretário da Sepa.

“Falei para o governador que o Edivan vinha fazendo um bom trabalho e que a reação [sobre a troca] imediata foi muito ruim. Vamos ver os desdobramentos hoje. Estamos acompanhando de perto e ver se revertermos esse processo. Isso não quer dizer, obviamente, que não possa ocorrer um movimento da classe, principalmente, nas redes sociais uma manifestação mais contundente contra essa mudança”, defendeu.

Anúncios

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas