Conecte-se agora

Cheia muda o meio de transporte de milhares de desabrigados no Taquari

Publicado

em

Que o prefeito Marcus Viana e o governador Sebastião Viana têm se esforçado para atender as vitimas da enchente do Rio Acre, isso ninguém duvida, nem mesmo o mais ferrenho adversário político. Mas todo o esforço empenhado até o momento não foi suficiente para resolver a grande demanda de solicitações de auxilio no transporte  dos alagados, principalmente no bairro Taquari, o mais atingigido pela cheia na capital.

unnamed (2)

A reportagem do ac24horas acompanhou de perto no inicio da noite desta quarta-feira, 12, o sofrimento de milhares de famílias – algumas não alagadas – no bairro mais atingido pelo pico de enchente desde o último domingo: o Taquari. No local, os gestores pediram ajuda do Exército Brasileiro para controlar a situação de emergência, mas sobrou mão de obra e faltou logística.

O problema acontece porque nem prefeitura e nem governo disponibilizam barcos para transportar quem precisa se locomover da área ainda não alagada, na região mais alta do bairro, para o centro de Rio Branco. Onde muitas casas e pontos estratégicos ficaram debaixo d’água, donos de barcos aproveitam a situação para ganhar dinheiro carregando pessoas, móveis, animais, bicicletas, motos e todo tipo de coisas. Alguns catraieiros chegam a faturar R$ 140 por dia. Uma rotina que começa cedo, nas primeiras horas da manhã e segue durante a noite.

unnamed (3)

Dois pontos foram improvisados nos extremos da Rua Taquari, ligando as áreas alagadas e a região que ainda não foi invadida pela força do Rio Acre. Uma das rotas mais utilizadas pelos barqueiros é um pasto inundado. Mas o improviso segue pelas travessas e ruas do bairro. Até menores foram flagrados fazendo o transporte.

Com a ajuda do catraieiro Pedro Lima, a reportagem acompanhou o transporte de um dos moradores que não aceitou a ajuda do governo. Já era quase dezoito horas da tarde desta quarta-feira quando Célio Costa retornou para sua casa localizada em uma das travessas próxima do local conhecido como quatro bocas. A água por muito pouco não invadiu o pequeno barraco. Ele foi recebido pela esposa Samira e o cachorro que com o quintal invadido pelas águas, sobrevive em um trapiche de pouco mais de dois metros quadrados.

Interna 1

“Conheço família que desde 2012 quando deu aquela forte enchente vive do aluguel social, ainda não foi encaminhada para nenhum conjunto”, disse Samira criticando a política habitacional do governo e justificando a aventura de permanecer com a casa praticamente tragada.

A residência de Samira é uma das marcadas pela Defesa Civil (DC) para que a família seja contemplada na Cidade do Povo. Além dela, dezenas de outros imóveis tem a marca pichada pela DC. Em alguns locais, somente o telhado ficou de fora, outras estão completamente submersas ou foram arrastadas pelas correntezas.

A imagem é de total abandono. Objetos deixados para trás boiam no cenário de completa sujeira. Quem se arrisca ficar em casa, se nega a falar, se esconde do registro fotográfico. Animais esquecidos pelos moradores são os únicos a se exibirem para as lentes. Alguns condenados a sobreviver sabe-se lá até quando em minúsculos metros quadrados.

Sem título-4

O catraieiro revelou que “os maiores clientes são pessoas que vão e voltam do trabalho e os moradores que já saíram, mas que voltam para verificar a situação de suas casas”, disse Pedro.

O que é desespero para muitos, significa nesta época do ano alegria para poucos. A renda extra garantida pelo transporte feito sem nenhuma fiscalização ajuda no sustento e até poupança de quem tem canoa e remo, barco e motor, e claro, muita disposição para trabalhar.

“Cobramos dois reais por cada passageiro, todo ano já contamos com essa renda que ajuda nas despesas e na economia da gente”, acrescenta Pedro.

A rotina se repete em outras regiões atingidas pela cheia do Rio Acre, mas o Taquari é escolhido pelos catraieiros por causa do fluxo de passageiros. Considerado pelo IBGE como área de aglomerado subnormal, de acordo o último censo, 7.285 pessoas moram na região em condições desordenadas.  No último domingo, foram 600 pedidos de socorro registrados pelo telefone 190 da Policia Militar, a maioria de famílias desabrigadas no Taquari.

“Dormiu gente próximo do Posto porque não tinha carro para transportar as coisas. Ontem aconteceu o mesmo”, disse Célio.

Com nível de 16m75, 1062 famílias encontram-se atingidas em toda Rio Branco pela cheia do Rio Acre. Ao todo 4.051 pessoas estão desabrigadas. 55 famílias foram encaminhadas para o Ginásio Coberto e outras 28 estão no terceiro abrigo público construído na quadra do SESC do Bosque.

Acre

CNJ terá plantão para garantir conduta de juízes e segurança eleitoral

Publicado

em

A Corregedoria Nacional de Justiça funcionará em regime de plantão extraordinário durante o primeiro turno das Eleições 2022, nos dias 1º e 2 de outubro, e nos dias 29 e 30 de outubro, caso haja segundo turno eleitoral. O objetivo é assegurar o bom funcionamento das atividades da Justiça durante as eleições e permitir o pleno exercício dos direitos fundamentais com segurança e paz.

O Plantão Extraordinário será destinado a receber comunicações, reclamações e denúncias de qualquer interessado em relação aos magistrados e tribunais sob jurisdição do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em relação a comportamentos que violem o Provimento n. 135/2022.

As manifestações serão recebidas por meio do endereço eletrônico: [email protected] ou pelo Disque Cidadania da Corregedoria: (61) 2326-5555. O gabinete da Corregedoria manterá servidores em sistema de rodízio para atendimento, orientação, análise e tomada de providências em relação aos relatos apresentados no Plantão.

No dia de sua posse, em 30/8, na Corregedoria Nacional de Justiça, o ministro Luis Felipe Salomão afirmou que uma de suas preocupações seria dar apoio aos juízes eleitorais de todo o país para assegurar a realização das eleições em clima de normalidade e integridade. Nesse sentido, a Corregedoria Nacional do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) firmaram convênio para ampliar a atuação da magistratura na garantia da integridade do processo eleitoral.

A Corregedoria também editou o Provimento n. 135/2022, que prevê punição a juízes e juízas que manifestarem, especialmente em redes sociais e nas mídias, conteúdos que contribuam para o descrédito do sistema eleitoral ou que gerem desconfiança infundada sobre a justiça, segurança e transparência das eleições.

Outra conduta proibida é associar imagem pessoal ou profissional a pessoas públicas, empresas, organizações sociais, veículos de comunicação, sítios na internet, podcasts ou canais de rádio ou vídeo que, sabidamente, colaborem para a deterioração da credibilidade do sistema judicial e eleitoral brasileiro. Quem descumprir a regra poderá responder a processo administrativo disciplinar no âmbito da Corregedoria Nacional, que é responsável por garantir a uniformização da conduta da magistratura.

(CNJ)

Continuar lendo

Acre

MPE oficia partidos e coligações sobre condutas vedadas na eleição

Publicado

em

O Ministério Público Eleitoral (MPE) expediu, nesta quinta-feira, 29, um ofício a partidos políticos e coligações com informações sobre as normas que devem ser seguidas nas eleições gerais, que ocorrem no próximo domingo, 2. O documento foi assinado pelos promotores eleitorais das nove zonas do estado.

Aos eleitores será permitida apenas manifestação silenciosa, revelada exclusivamente por meio de acessórios como bandeiras, broches e adesivos. O uso de bonés, camisas e similares são permitidos se custeados pelo próprio eleitor.

Já aos mesários é vedado o uso de vestuário que contenha qualquer propaganda política, estes devem, ainda, retirar do recinto de votação quem não guardar a ordem a atentar à liberdade eleitoral.

Em relação aos fiscais de partidos e coligações são determinadas uma série de normas, entre elas destaca-se a necessidade de crachás contendo apenas o nome do fiscal e a sigla do partido político ou coligação a que sirvam, sendo vedada a padronização do vestuário. O crachá deverá ter medidas que não ultrapassem 15cm de comprimento por 12cm de largura.

O documento informa também que é vedado no dia do pleito, até o término do horário de votação, a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado ou com instrumentos de propaganda eleitoral de modo a caracterizar manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos.

Constituem crimes, no dia da eleição, o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata, a arregimentação de eleitor ou a propaganda de boca de urna, a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos e a publicação de novos conteúdos ou o impulsionamento de conteúdos nas aplicações de internet.

Com informações da assessoria do MPAC.

Continuar lendo

Acre

Corte derruba decisão que impedia Denise de decidir sobre debate

Publicado

em

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre (TRE-AC) decidiu indeferir o mandado de segurança impetrado pelo juiz Matias Mamed para que a desembargadora Denise Bonfim, juíza auxiliar da corte, deixasse de decidir sobre a participação do candidato David Hall, candidato ao governo pelo AGIR, no debate da TV Gazeta, afiliada Rede Record no Acre, nesta quinta-feira, 29. A decisão deverá ser publicada na edição do Diário Eletrônico da próxima semana.

A decisão de Mamed é baseada numa ação movida pela TV Gazeta que havia decidido ingressar com um mandado de segurança preventivo contra qualquer decisão sobre o caso. Contudo, os magistrados entenderam, em sua maioria, que o referido mandado já havia perdido o “objeto” – tendo em vista que Hall já estaria participando do debate da emissora.

O procurador-eleitoral do TRE, Vitor Hugo destacou aos nobres magistrados que a própria emissora de contradiz na sua decisão, pois em dado momento requereu mandado de segurança e, consequentemente, fez convite a David para participar do debate. “Declaro a perda do objeto”, comentou.

O corregedor-eleitoral, desembargador Laudivon Nogueira também acompanhou a maioria e considerou improcedente o referido mandado. A decisão também foi acompanhada pelo relator da matéria, magistrado Marcos Thadeu. “Houve total perda do objeto”, argumentou.

Continuar lendo

Acre

“Só ataques e baixaria”, diz Gladson ao assistir debate da TV Gazeta

Publicado

em

O governador Gladson Cameli, que está em Cruzeiro do Sul há dois dias, fez uma série de visitas em órgãos estaduais no município nesta quarta-feira, 29, como a Maternidade e a Unidade de Pronto Atendimento- UPA. Ele assistiu à parte do debate promovido pela TV Gazeta, enquanto estava na UPA, de Cruzeiro, verificando necessidades do local.

“Vejo que aconteceu o que eu já previa .Não é um debate, é um momento de agressão, acusação e ninguém debate soluções para os problemas do Acre. Eu tenho muito trabalho pra fazer antes e depois da eleição de domingo e não tenho tempo para perder sendo ofendido e atacado. Estou verificando problemas para encaminhar soluções aqui na Maternidade, por exemplo, onde estamos fazendo um mutirão de cirurgias. Mais de 360 mulheres foram operadas já e vamos zerar essa fila de cirurgias no Acre”, citou.

Cameli anunciou ainda que a gestão do Hospital Regional do Juruá, continuará sob a gestão das freiras. A unidade hospitalar era administrada pela irmã Nair Teresinha, que morreu no último sábado, 24.

Desde a inauguração do Hospital em 2007, a freira administrativa o hospital por meio da Associação Nossa Senhora da Saúde- Anssau, que tem convênio com o governo do Estado através da secretaria de Estado de Saúde- Sesacre. De acordo com o gestor, o modelo implantado pela irmã Nair, deverá ter continuidade.

“Eu me emocionei e lamentei muito a morte dela. Ela deixa muitas saudades, fez um grande trabalho e deixou um modelo pronto que a tendência é seguir. Eu não vou mexer no que está dando certo. Eu tenho que diminuir os problemas e não trazer mais problemas”, garantiu ele, que também esteve na Rodoviária e no Mercado.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.