Menu

Pesquisar
Close this search box.

Acre envia equipe de Defesa Civil para apoiar reconstrução no RS

Primeiro Tenente do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), Rogério Oliveira, juntamente com o Gestor de Políticas Públicas da Defesa Civil, Pedro Henrique. Foto: cedida
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O governo do Acre enviou ao sul dois membros da Defesa Civil do Estado, componentes do Grupo de Apoio a Desastres (Gade), da Defesa Civil nacional, para ajudar nos processos de formalização dos pedidos de reconhecimento federal, na ajuda humanitária e no restabelecimento dos serviços essenciais e de reconstrução.


Segundo o primeiro-tenente do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), Rogério Oliveira, ele, juntamente com o gestor de políticas públicas de Defesa Civil, Pedro Henrique, foram convocados para apoiar a Defesa Civil nacional no socorro às vítimas das inundações e enxurradas do Rio Grande do Sul nos processos de formalização dos pedidos de reconhecimento federal, ajuda humanitária, restabelecimento dos serviços essenciais e reconstrução.

Anúncios


“Somos capacitados em cursos em Defesa Civil para realizar esse tipo de Apoio aos municípios no gerenciamento do sistema de informação de desastres, o que permite chegada de recursos para os estados e municípios. Atualmente, os eventos extremos pelos quais o estado do Acre passou nos permitiram uma prática cada vez melhor com gerenciamento de desastres. Em 2023, tivemos uma grande inundação no nosso estado, atingindo vários municípios”, afirma o primeiro-tenente.


“Os trabalhos aqui estão sendo realizados desde o dia 21, com visita aos municípios afetados, nas quais ajudamos a construir o plano de trabalho de assistência humanitária e de reestabelecimento”, ressalta o gestor Pedro Henrique.


“Até o momento, já foram visitados os municípios de Canoas, Balneário Pinhal, Porto Alegre, Esteio, São Leopoldo, Eldorado do Sul, Guaíba, tendo provavelmente novas visitas até o momento da desmobilização. Os trabalhos aqui são em diversas frentes, devido às demandas que surgem no trabalho de visita técnica às cidades afetadas”, conclui.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido