Menu

Brasiléia tem mobilização para levar alimentação, água e kits de limpeza bairro isolado pela enchente

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Equipes da Prefeitura de Brasiléia e de voluntários se mobilizaram nesta sexta-feira, 1°, para levar alimentos, água potável e kits de limpeza às famílias que ficaram isoladas no bairro Leonardo Barbosa após a enchente provocar uma grande erosão na via que acesso ao local.


Na localidade, moram cerca de 400 famílias, o que corresponde a aproximadamente 1.600 pessoas, incluindo 186 indígenas, que foram fortemente atingidas pela maior alagação do Rio Acre em naquele município desde o início do monitoramento do nível do rio, em 1970.

Publicidade


O bairro Leonardo Barbosa corria risco de sofrer um rompimento total de uma estreita faixa de terra que o liga ao restante da cidade, que poderia “movimentar” a área para o território boliviano, uma vez que o rio é a fronteira natural entre os dois países.


O rompimento não ocorreu, mas a força da água causou uma grande cratera de 40 metros de comprimento, 15 de largura e 4 de profundidade.


A prefeita Fernanda Hasem já iniciou as tratativas com os governos do estado e federal para garantir o acesso aos moradores do bairro Leonardo Barbosa.


“Eu vou fazer de tudo para que a cidade seja reestruturada no menor espaço de tempo possível. Nós ja fizemos o pedido para que a nossa secretaria de obras inicie um trabalho paliativo naquela cratera para que as pessoas retornem para suas casas, e voltem a sua vida normal. Nossa única comunidade indígena fica do lado de lá”, explicou.


Veja o vídeo:


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido