Menu

Comerciantes reclamam de baixo público no carnaval do governo, na Gameleira

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A segunda noite do Carnaval da Família, promovido pelo governo do Acre na Gameleira, neste sábado, 10, registrou uma baixa adesão dos foliões. Com isso, gerou preocupação dos comerciantes presentes no espaço.


Vanessa de Holanda Lima, que faz parte da Economia Solidária vendendo pratos com picanha, disse que o baixo público prejudica devido ao investimento. “Prejudica muito, porque a gente tem vários investimentos gastos. E aí é assim”, disse.


FOTO: JARDY LOPES

Publicidade

Já a vendedora de rabada, Márcia Vanessa, contou que as vendas estão bem devagar. “Hoje, na segunda noite, o público está bem devagar. Hoje todos podem ver que o movimento de pessoas é bem menor. Ontem, no horário de hoje, eu já tinha vendido um pouco mais. Hoje a minha venda não. Eu creio que eu não vendi seis caldos hoje. Então a gente sai de casa, a gente tem um gasto para estar aqui, carrega panelas enormes de caldo, peso para poder vir. Mas espero que melhore”.


FOTO: JARDY LOPES

Paulo Vagno, que está com uma barraquinha na Gameleira vendendo cerveja suja, capeta e todo tipo de bebida, reclamou da realização dos dois carnavais ao mesmo tempo. “Eu acho que prejudicou um pouco, porque na minha opinião, deveria ter tido um primeiro, depois ele fizessem a outra, seria melhor. Está bem devagar. Ontem deu mais gente, hoje eu estou achando bem pouco, por ser sábado eu achei que hoje ia ser bem mais”, opinou.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido