Menu

Clima esquenta entre Bocalom e vereador em retorno da Câmara: “não tem moral”

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Na abertura dos trabalhos legislativos desta terça-feira, 6, o clima entre o vereador Fábio Araújo (PDT) e o prefeito da capital, Tião Bocalom (PP) esquentou na Câmara Municipal. O motivo do embate de palavras ocorreu devido à recuperação de ramais na zona rural do município.


Em entrevista, o vereador Fábio Araújo declarou que a gestão municipal não executou nem 200 km de ramal, dos mais de 500 km prometidos pela prefeitura em 2023. “Ele falou que executou 500 km de piçarramento, não executou 200 km. O piçarramento eu vou começar a mostrar a vocês”, comentou.


FOTO: JARDY LOPES

Publicidade

Entretanto, a declaração do parlamentar oposicionista foi rebatida pelo prefeito na chegada à Câmara Municipal. Segundo Bocalom, Araújo não tem moral para tecer críticas à gestão. “É só pegar na época dele, da turma dele, que não cuidava de ramal em absolutamente nada. Nós trabalhamos em 2023 mais de 1.500 quilômetros a mais, só não vê quem não quer. Agora, nós fizemos aproximadamente 500 quilômetros de ramal, de pavimentação, com pissarra, com resíduos de asfalto, com resíduos de construção. Agora, ninguém faz 2.500 quilômetros de ramais em apenas quatro anos. Todo mundo sabe o quanto é difícil cuidar da estrada”, afirmou.


O chefe do executivo adiantou que Araújo sempre apoiou as gestões anteriores. “Então, eu acho que ele não tem muita moral para falar nessas condições, porque ele que sempre apoiou a tomada que passou, que nunca cuidou de ramal”, encerrou.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido