Menu

Sem radicalismo político ou fundamentalismo religioso!

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O que explica o sucesso político do governador Gladson Cameli? Analistas políticos dizem que os problemas do governo não colam nele. É carismático, moderado, proativo e denota equilíbrio emocional. Não demonstra ser rancoroso ou perseguidor. É resiliente e absorve bem os golpes dos inimigos políticos. Duramente criticado na campanha eleitoral, depois da eleição já estava estendendo a mão. Uma de suas principais características é não ser fundamentalista, religioso ou político. Procura tratar a todos igualmente: gregos e troianos. É voz corrente entre os aliados do ex-presidente Bolsonaro que, se ele tivesse se portado como Gladson na pandemia, estaria hoje no Alvorado. Mas, como diz o manual da vida: “Deus é justo e nele não há variação nenhuma”. Não precisa dizer que Gladson surfa na crista da onda das redes sociais.


“São as coisas que mais amamos que nos destroem”. (Presidente Snow – Jogos Vorazes)


. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) precisa ficar atento à eleição em Sena Madureira para evitar uma tragédia.


. É sabido que o deputado Gerlen Diniz (PP) é inimigo pessoal do prefeito Mazinho Serafim (Podemos), que inclusive já o procurou para conseguir emendas para a cidade;


. Gerlen recusou!


. “Se um determinado político pretende chegar ao poder para caçar, perseguir e destruir um adversário, o povo é que se lasca”.


. “O ódio só destrói, só amor constrói”


. Disseste bem Macunaíma, apesar do clichê ser mais velho do que Matusalém!


. Em Brasiléia, a preferência pela ex-prefeita Leila virou febre; em toda cidade é cumprimentada e abraçada.


. Os que a odeiam tentam impedir que ela concorra às eleições de qualquer maneira;


. Ela só sorri, como o governador Gladson faz!


. Antes de o governo tentar forçar o apoio ao nome de Alysson na disputa pela prefeitura, deve tentar conquistar os corações para o projeto.


. Na tora, geralmente não vai.


. O Alysson Bestene é o melhor nome que o governo tem no momento para a disputa.


. Segundo a presidente do PP, deputada federal Socorro Neri:


. Não há plano “B” (nem poderia haver).


. Não deu para entender a irritação da direção do União Brasil com o prefeito Bocalom ao convidar o médico Eduardo Veloso para ser secretário de Saúde.


. O convite é pessoal!


. Porém, tirar a secretária Sheila Andrade da pasta é prejuízo político e administrativo para o prefeito Bocalom.


. Não se muda uma jogadora como ela que faz uma excelente partida (gestão).


. “Fiquei sabendo que o Palácio RB não debelou a rebelião na base de apoio na Assembleia coisa nenhuma” …


. Sério Macunaíma?!


. “Hum, rum”!


. Coloquial, não achas?


. Sempre! Falo ao povo, para o povo e pelo povo!


. Tá, vai nessa, bom dia!