Menu

Mais da metade dos empresários acreanos têm boas expectativas para 2024

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Empresários dos principais setores do Acre foram ouvidos pelos economistas da Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária do Acre (Fundape), responsáveis pelo Boletim de Conjuntura Econômica, para um balanço das ações e projetos em 2023 e as perspectivas para o próximo ano. O estudo é uma parceria do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre com a Fundape.


Os entrevistados responderam à pesquisa no dia 8 de dezembro durante um café da manhã organizado pelo Fórum na Federação das Indústrias do Acre (Fieac).

Publicidade

Dezoito empresários, dos setores de alimentação, construção civil, agronegócio, comércio de veículos, comércio varejista e energia, responderam questões sobre o desempenho do setor em 2023, desempenho da empresa, avaliação da economia acreana e brasileira.


Dos entrevistados, 21% disseram que o desempenho do setor este ano foi fraco. Outros 50% avaliaram esse desempenho como bom. Quando perguntados sobre o desempenho de sua empresa, 29% falaram que foi fraco e também outros 29% como bom.


Os entrevistados também fizeram uma avaliação sobre o desempenho da economia acreana. Do total, 50% avaliaram o desempenho como fraco e 29% como bom.


Já a economia brasileira, na opinião dos empresários, teve um desempenho fraco (57%). Apenas 14% dos empresários disseram que o desempenho foi bom.


Um fator preocupante na avaliação de 2023 observada nos relatos coletados foi a preocupação com o grande nível de inadimplência da população acreana. E a preocupação dos empresários é fundamentada também por dados do Serasa, que aponta que 44,29 das pessoas que vivem no Acre estavam com alguma restrição de crédito em novembro.


Expectativas


As expectativas do empresariado para economia local são de um otimismo moderado, pois tem-se 43% dos entrevistados acreditando que 2024 será um ano que apresentará desafios. Contudo, 57% possuem boas expectativas. No entanto, é preciso destacar que parte destas expectativas positivas estão ancoradas em políticas econômicas nacionais, possuindo impactos plenos na economia local, destacando o Programa Minha Casa Minha Vida do governo federal.


Além disso, é necessário destacar que a manutenção da folha de pagamento estadual em dia contribui de forma significativa para o desempenho da economia local.


Os entrevistados responderam perguntas ainda sobre a perspectiva do desempenho de suas empresas no próximo, da economia acreana e brasileira e do setor. Quase 80% dos empresários esperam bons desempenhos das empresas no próximo ano.


Sobre as expectativas sobre o desempenho do setor produtivo, 64% dos empresários se mostraram otimistas. Os economistas também quiseram saber qual a perspectiva do empresário sobre a economia brasileira ano que vem. Cerca de 57% ficaram neutros quanto à respostas e 36% acham que será um desempenho bom.

Publicidade

Assessoria


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido