Menu

A dura disputa pelas duas vagas ao Senado em 2026

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Se não surgirem novos nomes até 2026, os pré-candidatos ao Senado são o governador Gladson Cameli (PROGRESSISTA), Jorge Viana (PT), Márcio Bittar (União Brasil em vias de ir para o PL) e Sérgio Petecão (PSD).


A candidatura de Gladson ao Senado depois de sete anos de mandato (se elegeu em 2018, reeleito em 2022) é natural. Ele mesmo já deu sinais claros de que não ficará no cargo até o último dia, salvo se algum fato novo o obrigar a permanecer. Sua vice, Mailza Assis, está comprometida com sua volta para o Senado.


De acordo com uma fonte próxima a Jorge Viana, o presidente Lula já fez o convite para que dispute o Senado. Lula pretende eleger o maior número de senadores do PT e aliados. Será a esfera de maior confronto entre o lulismo e o bolsonarismo. Viana tem se dedicado à APEX, mas sabe-se que se movimenta muito nos bastidores da política. Pesquisa divulgada o coloca na dianteira ao lado de Cameli.


Márcio Bittar aposta todas as fichas no prestígio do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para garantir a reeleição, já que o Senado também é o principal foco da extrema-direita em 2026. Bittar poderá ter o prefeito Bocalom no palanque do PL garantindo apoio na capital se o atual prefeito se reeleger. Ele é o maior opositor ao PT no Acre.


Pode se dizer que Petecão em tratando de política tem sete vidas como os gatos. Saiu muito mal das eleições em que disputou o governo com Gladson, Jorge Viana e Bittar. Pouco mais de 35 mil votos. É o único senador acreano que integra a base do governo Lula. Petecão continua sendo o adversário perigoso. Subestimá-lo é um erro. Atualmente percorre o estado com mais uma caravana de serviços do governo federal.


“No Reino de meu pai, o maior é aquele que serve; o primeiro, é o último e que for capaz de dar a vida pelos amigos”. (Yeshua, o mestre Galileu)


. Fonte próxima ao presidente da APEX, Jorge Viana, revelou que ele continua muito ativo na esfera política;


. Tem participado de encontros e reuniões constantemente com aliados e apoiadores de uma provável candidatura ao Senado em 2026.


. Tenho dito:


. Quem foi prefeito, duas vezes governador e Senador com Lula disputando a presidência novamente não pode ser desdenhado.


. Gladson foi deputado federal, senador e é governador… não precisa dizer mais nada sobre suas chances de voltar ao Congresso Nacional.


. Bittar e Petecão também já foram quase tudo na política acreana!


. Para prefeitura da capital, a disputa principal no 1º turno será entre o prefeito Bocalom e o candidato do governo, Alysson Bestene.


. Os dois disputam o mesmo nicho de votos.


. Marcus Alexandre está posicionado mais a centro-esquerda e busca votos dos conservadores moderados.


. No seu caso, seria perda de tempo ir tentar apoio da extrema-direita liderada por Alan Rick, Márcio Bittar e Roberto Duarte.


. Jamais a extrema-direita vai comungar com Marcus Alexandre.


. A propósito, muito embora alguns petistas não gostem e aprovem sua saída do partido, ele já deu sua contribuição e cota de sacrifício.


. O PROGRESSISTA deveria deixar um canal de diálogo aberto com o MDB para 2026; nunca se sabe a tsunami que vem do Mar do Dragão.


. Por que o governador Gladson Cameli tem uma larga vantagem sobre adversários?


. Não é radical, sempre otimista, de bem com a vida.


. Bom dia!