Menu

Negros dão mais importância à educação do que brancos no Brasil, diz estudo

Foto: Deposit
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A Educação é um valor importante para 44% dos pretos e pardos do Brasil. O percentual é maior que o verificado na população como um todo (42%), de acordo com um estudo da HSR.


O que aconteceu


A Educação é o único valor, analisado pelo estudo, considerado mais importante para negros do que para a média dos brasileiros. Família, Qualidade de Vida, Saúde Mental, Saúde e Bem-Estar, Segurança Financeira, Moradia, Trabalho, Lazer e Espiritualidade registram percentual igual ou menor do que o verificado no total de entrevistados

Publicidade

Os organizadores do estudo associam os números ao histórico de desigualdade e ao desejo de construir um “futuro seguro”. Segundo Valeria Rodrigues, sócia-diretora da Shopper Experience e membro da HSR, há uma preocupação recorrente entre negros de oferecer melhores condições de vida aos filhos, por exemplo.


O levantamento entrevistou 2.786 pessoas. Do total, 48% eram negros — proporção próxima à verificada na sociedade brasileira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2010 (50,7%). As entrevistas foram feitas virtualmente, por meio de formulários. A margem de erro é de 1,6 ponto percentual para mais ou para menos.


Acesso pleno à Educação ainda é desafio


Parte da população negra precisa se dividir entre escola e trabalho. O universitário João Gabriel dos Santos começou a trabalhar aos 15 anos. Ele lembra de sentir sono na escola e de ver colegas de sala dormindo. Para o estudante, isso dificulta o acesso de pretos e pardos a melhores oportunidades profissionais


Manter-se na escola é mais difícil para meninos negros. Professor e membro do movimento Uneafro, José Henrique Lemos afirma que há uma pressão maior para que garotos pretos e pardos comecem a trabalhar logo. Ele conta que uma das turmas de pré-vestibular do movimento chegou a ter 47 meninas e apenas quatro alunos do sexo masculino.


Fonte: UOL


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido