Menu

Consórcio agroflorestal com açaí, castanha e seringa será debatido no Acre

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O estabelecimento de consórcio agroflorestal envolvendo açaizeiro, castanheira e seringueira é o tema do dia de campo que será realizado produtores e técnicos extensionistas de Assis Brasil e do Projeto Reca, além de brigadistas do Prevfogo/Ibama, na próxima quinta-feira (30) em Epitaciolândia.


De acordo com divulgação do portal da Embrapa na internet, o evento será realizado no Sistema Agroflorestal (SAF) implantado na propriedade do extrativista João Evangelista, localizada no seringal Porvir, colocação São Luiz, na Resex Chico Mendes.


A iniciativa tem como objetivo compartilhar práticas agrícolas para a implantação e manejo de consórcios agroflorestais, bem como informações sobre aspectos financeiros dessa alternativa sustentável de produção.

Publicidade

De acordo com o pesquisador da Embrapa-Acre, Tadário Kamel, o SAF implantado na propriedade do produtor tem cerca de 8 anos e constitui uma experiência de muito aprendizado. O público conhecerá os resultados dessa iniciativa, considerada um caso de sucesso na Reserva Extrativista Chico Mendes, que pode inspirar outros moradores a implementar esse modelo de produção.


“Dependendo da composição dos arranjos é possível produzir e gerar renda no curto, médio e longo prazo. No contexto da agricultura familiar, a principal estratégia de implantação de SAF prioriza culturas agrícolas de ciclo curto nos primeiros anos e, posteriormente, o cultivo de espécies frutíferas nas entrelinhas das espécies florestais”, explica Kamel na divulgação da Embrapa.


Na mesma publicação, o analista da Embrapa-Acre, Márcio Bayma, diz que é fundamental que os produtores conheçam aspectos econômicos desse sistema produtivo. “A partir dessas informações é possível definir a melhor estratégia de condução e estimar os custos e a rentabilidade, conforme a composição do arranjo adotado no SAF”, esclarece.


O dia de campo é uma realização da Embrapa em parceria com a Prefeitura de Assis Brasil e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).


A atividade faz parte das ações do Projeto BID Embrapa – Inovações para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Brasileira, executadas pela Embrapa com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido