Menu

Vereador chama manifestante de “playboy” e critica Socorro: “não cuida do próprio mandato”

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Durante a sessão desta quarta-feira, 4, na Câmara Municipal de Rio Branco, o vereador Marcos Luz, líder do prefeito Tião Bocalom, fez ataques ao músico Diogo Soares, que foi retirado da Casa Legislativo à força por seguranças na sessão de ontem. 3, enquanto participava de um protesto e discutiu com o parlamentar.


O vereador Luz ainda criticou a deputada federal Socorro Neri por fazer críticas à situação: “não cuida nem do próprio mandato”.

Publicidade

A sessão desta quarta na Câmara ouve o presidente da Fundação Garibaldi Brasil, Anderson Gomes e a coordenadora administrativa Thaline Raab, que prestam esclarecimentos sobre uma licitação de R$ 205 mil que contemplou um bar de Sena Madureira para gerir recursos da Lei Paulo Gustavo em Rio Branco.


Marcos Luz acusou Diogo Soares, que protesta na galeria da Câmara Municipal, de fazer parte de um orquestração, motivado por questões políticas: “isso foi premeditado. Armou toda uma cena e depois colocou o filho no braço para se passar de vítima para a sociedade, para tentar denegrir a imagem do parlamento. Queremos primeiro que seja feita uma nota de aplausos para nossa Polícia Militar [legislativa] e depois uma nota de repúdio para a pessoa da prefeita [deputada] Socorro Neri que disse, ontem, que vai pedir ao Ministério Público para investigar o caso. Uma deputada que não cuida do próprio mandato, que já está lá há muito tempo e ainda não disse para o que veio”, disse.


Diogo Soares protesta na galeria da Câmara Municipal com cartaz e gritos de ordem – Foto: Jardy Lopes

Em seguida, Marcos Luz completou: “um teatro feito por um playboy, como o que uma criança faz com uma mãe num shopping. Saiu na cidade mentido que foi agredido pela polícia legislativa. Aqui é a casa do povo, mas não é a casa da mãe Joana. Se tem pessoas que não respeitam sua própria casa, respeite a casa do povo. Eles deixaram uma mensagem clara ontem, pra quem quiser ver: eles querem dar um golpe na Lei Paulo Gustavo, assim como mandam e desmandam no fundo, municipal onde uma meia dúzia diz e eles aprovam o que querem, também querem fazer com a Lei Paulo Gustavo. Mas agora, existe um comitê gestor que vai fazer com que esse recurso chegue a todos, não de um grupinho”, esbravejou.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido