Menu

Prefeitura lança auxílio que paga até R$ 4 mil a comerciantes afetados pela enchente

Foto: lançamento do Auxílio Recomeço do Empreendedor I Whidy Melo/ac24horas
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A Prefeitura de Rio Branco lançou na manhã desta quarta-feira, 27, o portal de cadastramento para beneficiários do Auxílio Recomeço do Empreendedor, que irá oferecer até R$ 2 mil para pessoas físicas e R$ 4 mil para pessoas jurídicas que comprovarem ter seus negócios afetados pela última cheia do rio Acre e igarapés, em Rio Branco.


Wilson Leite, secretário de finanças de Rio Branco, disse que ao todo, R$ 5 milhões serão distribuídos a comerciantes e autônomos das áreas rurais e urbana do município. No entanto, o valor que cada um receberá depende das comprovações que o beneficiário puder fazer, de que teve o seu comércio ou bem comercializado afetado pela alagação, e do resultado da análise de uma banca que irá examinar os pedidos.

Publicidade

Para evitar tentativa de fraudes, a Defesa Civil Municipal acompanha se o local do comércio ou da moradia do solicitante, de fato, está nas áreas afetadas pelas inundações.


Interessados em receber o benefício devem acessar o site da Prefeitura de Rio Branco e procurar pelo banner do Auxílio Recomeço do Empreendedor, ou acessar o site recomeco.riobranco.ac.gov.br.


Podem requerer o auxílio: Pessoa física que exerça atividade econômica por conta própria, profissionais liberais, vendedores ambulantes e trabalhadores autônomos; empresa de pequeno porte; microempresa; microempreendedor individual; pequeno produtor rural.


Foto: Prefeito Tião Bocalom destacou ineditismo na ação I Whidy Melo/ac24horas

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, disse que a iniciativa inédita na história da capital é prova de que a gestão pensa na população: “nós fazemos isso com o maior carinho e gosto do mundo, porque não é fácil para aqueles empresários e empreendedores que lutam a vida toda para construir alguma coisa e numa enchente perder tudo. Claro que esse dinheiro não resolve a vida de ninguém, mas ameniza. O importante é o sentimento, de que a gente se preocupa com o ser humano”.


Já o secretário Municipal de Gestão Administrativa e Tecnologia da Informação, Jonathan Santiago, disse que dado o montante de dinheiro investido e a característica do auxílio, a gestão avalia que conseguiu lançar o programa rápido, apenas 5 meses depois da grande enchente: “Eu trabalho com licitações há 17 anos e quem trabalha com licitação sabe reconhecer que apenas 5 meses para um procedimento como esse é pouquíssimo tempo”.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido