Menu

Rio Acre pode atingir cota histórica mais cedo que no ano passado

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A Coordenadoria da Defesa Civil Municipal de Rio Branco (COMDEC) informou nesta quinta-feira, 31, que o plano de contingência da autarquia já está sendo executado em virtude da seca severa que atinge a capital. Outra medida que pode ser tomada é a decretação da emergência.


O nível do Rio Acre na capital acreana atingiu 1,50 metros nesta quinta-feira, uma redução de quatro centímetros nas 24 horas anteriores à medição mais atualizada. Essa cota está a apenas 25 centímetros da menor da história, registrada no dia 2 de outubro do ano passado.

Publicidade

Na manhã desta quinta-feira, o coordenador da Defesa Civil Municipal, tenente-coronel Cláudio Falcão, falou sobre as ações de momento e não descartou a tomada de medidas mais extremas, como a situação de emergência por escassez hídrica.


“O que nós estamos fazendo nesse momento é buscando outros órgãos do município, também pedindo os seus planos de contingência, como é o caso do Saerb, que é o abastecimento de água aqui na capital, para que a gente possa aprimorar, haja vista que a coordenação de socorre sempre caberá e competirá à Defesa Civil”, disse Falcão.


A preocupação da Defesa Civil é de que o rio atinja o menor nível histórico antes da data em que essa marca foi registrada no ano passado, no dia 2 de outubro, quando o manancial registrou 1,25 metro — a menor cota histórica desde o início do monitoramento da bacia na capital, que foi em 1971.


As menores cotas já registradas no Rio Acre são:


1,30 metro – 17 de setembro de 2016


1,29 metro – 11 de setembro de 2022


1,27 metro – 28 de setembro de 2022


1,26 metro – 29 de setembro de 2022


1,25 metro – 2 de outubro de 2022


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido