Menu

PM revela detalhes de negociação com assaltantes que fizeram reféns

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Depois de duas horas de negociação, chegou ao fim o drama vivida por pai e filha, de aproximadamente 3 anos, que foram feitos reféns por três assaltantes em um carro estacionado em frente a uma creche, no bairro Nova Esperança, na cidade de Rio Branco, nesta sexta-feira, 25.


O Tenente-Coronel da Polícia Militar, Felipe Russo, revelou detalhes da negociação para que o caso não terminasse em tragédia. Segundo ele, os bandidos estavam agredindo um homem não identificado, morador do bairro, porém, ao avistar a guarnição da PM eles fugiram, momento no qual, abordaram o pai e filha e os fizeram reféns dentro de um veículo.

Publicidade

Russo contou que os criminosos fizeram vários pedidos, todos visando garantir a integridade física. “Quando eles sentiram a segurança, eles se entregaram realmente. Primeiro, eles pediram coletes, depois a presença de familiares e imprensa. Depois colocaram as armas no chão e o protocolo de rendição foi seguido com técnica. A integridade foi mantida e as armas submetidas a perícia”, explicou.



O militar destacou que as vítimas, pai e filha, estão bem e serão submetidas a tratamento psicológico. “Foram socorridos pelo SAMU e todo o protocolo foi seguido na condução do tipo de ocorrência. Tivemos um desfecho feliz”, comemorou.


Relato do homem agredido

Um homem de identidade não revelada, agredido pelos criminosos, conversou com o ac24horas e contou que os bandidos entraram em sua oficina e o agrediram. “Me bateram, a vizinhança escutou os gritos e chamou a polícia”, comentou.



A vítima detalhou que após perceberem a chegada da PM, os bandidos fugiram pelos fundos do estabelecimento.


Após o fim das negociações e rendição, os homens foram encaminhados à Delegacia de Flagrantes (Defla).


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido