Menu

Presidente do STF fará visita de comarca em Cruzeiro do Sul

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A presidente do Supremo Tribunal Federal – STF e do Conselho Nacional de Justiça – CNJ, ministra Rosa Weber, fará visita institucional á Comarca de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, na próxima terça-feira, 21. Ela será recepcionada pela presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Regina Ferrari, de quem receberá o Colar do Mérito Judiciário, a maior honraria da Justiça do Acre.


As outras atividades da agenda da ministra em Cruzeiro do Sul não foram divulgada. Depois do Acre, Weber, deverá seguir para Tabatinga, no Amazonas.


De acordo com o chefe da Casa Civil do governo, Jonathan Donadoni, o governador Gladson Cameli, não deverá participar do evento.

Publicidade

A Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Acre, não confirmou a agenda da ministra Rosa Weber no interior do Acre. Mas afirma que a presidente do Tribunal de Justiça do Acre , desembargadora Regina Ferrari, estará em Cruzeiro do Sul para a primeira visita desde que assumiu titularidade do judiciário acreano, onde ficará na segunda e terça-feira, 21.


Em 2018, a então  presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmem Lúcia, também cumpriu agenda em Cruzeiro do Sul e em seguida ,foi para Tabatinga. Conheceu a primeira Vara de Proteção à Mulher em Situação de Risco da região e ouviu relatos de dez desembargadores e juízes do Acre sobre o crescimento da violência no Estado e como consequência, o aumento da população carcerária. Á época, ela deu declarações, que receberam protestos em Carta Aberta, do ex governador Sebastião Viana.


Agora a ministra Cármen Lúcia, será a relatora da ação de reclamação constitucional movida por advogados de alvos da Operação Ptolomeu, que teve a sua terceira fase desencadeada na semana passada, envolvendo o governador Gladson Cameli.


Atual cenário


O cenário encontrado pela atual presidente do STF, Rosa Weber não será diferente do que viu Carmem Lúcia, com relação ao aumento do crescimento da violência no Acre. Em Rio Branco, Senador Guiomard, Brasiléia e Cruzeiro do Sul, a guerra entre facções pelo controle de território, explodiu e os homicídios se multiplicam. A disputa é pelo comando da  fronteira com os países produtores de cocaína e maconha, como Peru e Bolívia.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido