Menu

Acreano que ganha um salário trabalha quase 87 horas para comprar cesta básica de R$ 514,33

Custo da cesta básica caiu - Foto: Reprodução
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Divulgada nesta sexta-feira (17) a pesquisa mensal da Secretaria de Estado de Planejamento do Acre (Seplan) aponta para queda de 2,4% no custo da cesta básica de alimentos em Rio Branco: em janeiro, foi necessário desembolsar R$ 526,96 para adquirir os 14 itens da cesta, e em fevereiro, R$514,33, queda de R$12,62, segundo o governo do Estado.


A pesquisa é feita pelo Departamento de Estudos, Pesquisas e Indicadores (Deepi) da Seplan, relativa ao mês de fevereiro.


Ao contrário de outros levantamentos, a pesquisa encontrou reduções no preço tomate (-9,68%) e a manteiga (-3,81%), os quais foram os itens com maior redução de preços em relação a janeiro, enquanto o arroz (4,92%) e a mandioca (2,77%) apresentaram maior aumento.

Publicidade

Os dados foram coletados em 61 estabelecimentos comerciais, compostos por mercados varejistas de grande, médio e pequeno porte, açougues e panificadoras, distribuídos em 40 bairros de Rio Branco.


O tempo de trabalho necessário para um trabalhador adquirir os produtos da cesta básica de alimentos foi de aproximadamente 86 horas e 54 minutos, cerca de 2 horas e 7 minutos a menos em relação ao tempo necessário medido no mês de janeiro.


“Para efeito de cálculo das horas de trabalho necessárias para a aquisição da cesta básica, considerou-se um trabalhador assalariado, com carga horária de 220 horas ao mês e remuneração mensal de um salário mínimo vigente de R$ 1.302,00”, esclarece a Seplan.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido