Menu

Acusado de tráfico de mulheres no Acre é preso no Ceará por atuar ilegalmente como médico

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A Polícia Civil do Ceará (PC/CE) prendeu na última sexta-feira, 17, Thiago Celso Andrade Reges, de 36 anos, acusado de exercer de forma ilegal medicina em cidades do estado nordestino. Além disso, o homem também é investigado por estelionato, falsidade ideológica e de documentos, pelo uso de diploma na área, e responde ainda por tráfico internacional de mulheres, no Acre.


Nas investigações foi constatado que o indivíduo possui carros avaliados em R$ 2 milhões, faz passeios de helicópteros e ostenta viagens e encontro com famosos. Ele também já foi candidato a vereador em Fortaleza. Os agentes aprenderam em seu apartamento de luxo, um jaleco, estetoscópio, notebook, tablets, aparelhos celulares, maquinetas e pendrives.


Thiago foi conduzido ao 5° Distrito Policial, no bairro Parangaba e, segue a disposição da Justiça. O Conselho Regional de Medicina do Estado do Ceará (Cremec) já tinha recolhido a carteira do CRM e instaurado um procedimento administrativo contra ele. A defesa do suspeito não respondeu a imprensa e disse que o caso “segue em segredo de justiça”.

Publicidade

Tráfico de mulheres no Acre

Acusado por Tráfico Internacional de pessoas para fim de exploração sexual, segundo o Ministério Público Federal, os crimes cometidos por Thiago aconteceram em junho de 2010, setembro de 2011 e agosto de 2012.


As denúncias apontam que ele teria promovido o deslocamento de pelo menos 4 pessoa para a cidade de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, com a finalidade de obter vantagem econômica por meio do agenciamento do exercício de prostituição por parte da vítima.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido