Menu

Ao ac24horas, sócio da Xland chora e afirma não saber se pode ser preso

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Gabriel Nascimento, um dos sócios-proprietários da empresa Xland acusado de aplicar um golpe de milhões de reais, falou ao ac24horas na tarde desta quinta-feira, 16.


A empresa de criptomoedas que prometia até 5% de ganho em investimentos foi exposta após o ex-jogador do Palmeiras, Gustavo Scarpa, tornar o assunto público após registrar um boletim de ocorrência contra a empresa. O atleta alega que investiu mais de R$ 6 milhões de reais e não conseguiu resgatar o investimento.

Publicidade

A partir da denúncia, a Xland passou a ser alvo de investigação. Gabriel Nascimento disse ao ac24horas que a empresa também é vítima de um golpe, assim como seus clientes. “Assim como nossos clientes, também somos vítimas de um golpe. Nós operávamos dentro da FTX, corretora americana, e quando eles declararam falência e anunciaram recuperação judicial. Nós não vamos conseguir reaver a totalidade do recursos porque eles já declararam isso”, afirma.


Mesmo assim, Gabriel declara que os clientes da Xland não irão perder seus investimentos. “Estamos buscando soluções e garantimos que ninguém que investiu conosco vai perder dinheiro. Já estamos em tratativa com algumas instituições de crédito. Não vai ter nenhum cliente que vai falar que perdeu dinheiro com a Xland”, declara.


Apesar da garantia do pagamento. Daniel não estabelece uma data. “Se teve um erro que cometemos foi dar um prazo. É algo muito complexo, a gente até tem uma noção de tempo, mas é recomendável que esperemos mais um pouco”, afirma.


Gabriel Nascimento chegou a chorar ao lembrar dos últimos dias, onde sua empresa virou alvo de investigações. “Nosso nome foi para a lama, a forma como fomos tratados foi massacrante. Eu conversei com meu sócio e que depois que resolvermos tudo isso e vamos resolver, é difícil falar se depois dessa semana passada para cá temos pretensão de continuar neste negócio”.


O proprietário da empresa diz que não sabe responder o que será decidido pela justiça. “A gente dar às caras todos os dias não é para afrontar as autoridades, é porque não temos medo de transparecer a verdade. Quem foi preso foi o ex-proprietário da FTX. Essa é a pessoa responsável. A gente sabe que no nosso caso há uma pressão popular muito grande, mas juridicamente falando temos como comprovar tudo. Agora se comprovarmos tudo e se a justiça ainda decidir pela nossa prisão não sei te dizer”, afirma.


ASSISTA A ENTREVISTA COMPLETA:


video
play-sharp-fill


 


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido