Menu

Jarude diz que aumento de verbas para cargos comissionados nas indiretas chega a 150%

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Durante reunião das comissões CCJ, COF e Serviços Públicos, o deputado Afonso Fernandes (PL), que é da base de apoio ao governo alfinetou a oposição: “se vinha ocorrendo crime de responsabilidade esta Casa prevaricou”, disse, referindo-se à declaração do deputado Emerson Jarude (MDB), que afirmou que as leis não estão sendo respeitadas.


O deputado Arlenilson Cunha (PL) diz entender que considera que a reforma busca melhorar o funcionamento da máquina. “Vem para aperfeiçoar e melhorar”, disse. “O Estado fez o dever de casa”.

Publicidade

Novamente, o deputado Emerson Jarude disse que o projeto da reforma prevê ampliação de R$ 1,45 milhão para R$ 3,53 milhões para o governo fazer contratação de cargos comissionados. “É 150% de aumento somente nas autarquias”, disse, afirmando que se trata de cabide de emprego.


Apesar do tom crítico, o deputado Fagner Calegário (Podemos) votou a favor do PL que promove mudanças na estrutura das indiretas. Dos 13 integrantes das 3 comissões, apenas dois, Edvaldo e Jarude votaram contra.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido