Menu

Gladson Cameli propõe esforço coletivo para ter êxito no governo a partir de 2023

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O governador Gladson Cameli abriu nesta quinta-feira (2) o ano legislativo com a tradicional leitura da mensagem governamental na Assembleia Legislativa do Acre. Autoridades, como a presidente do Tribunal de Justiça, Waldirene Cordeiro, e o procurador-chefe do Ministério Público Estadual, Danilo Lovisaro, entre outros, estiveram presentes. Lideranças classistas, como José Adriano, presidente da Federação das Indústrias do Acre, vereadores e populares também participaram da sessão solene, todos saudados pelo presidente da Aleac, deputado Luiz Gonzaga (PSDB).


Na mensagem, Gladson reafirmou os compromissos de seu governo para o novo mandato que ainda se inicia. “Harmonia, respeito e colaboração”, foram as expressões que abriram a mensagem, as palavras que ele considera que serão o norte do governo nos próximos anos.


Gladson destacou a importância dos deputados novos e reeleitos. “Agradeço todo o apoio que esta Casa deu no momento mais difícil que vivemos no ano passado”, disse. Para ele a governabilidade só é estabelecida com diálogo e assim o governo tem agido desde o começo com todos os segmentos. Não há, segundo ele, tempo para ficar olhando pelo retrovisor -e lembrou o grande desafio superado na pandemia da Covid-19. “Somos de fato invencíveis e grandes na guerra”, disse, parafraseando o Hino Acreano.

Publicidade

Entre as obras para este ano, ele destacou o Hospital João Câncio, em Sena Madureira, Orla do Bairro do 15, Viadutos em Rio Branco. “A pauta do meio ambiente é uma das prioridades sem deixar de olhar para nossa agricultura”, afirmou alertando para os acordos firmados pelo Acre com as instituições mundiais.


“Os mais recentes acontecimentos nos fizeram perceber e apreciar o valor da democracia. Temos aqui a obrigação de exercê-la de forma plena”, declarou, referindo-se aos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023.


Gladson comentou sobre o cadastro de reserva dos concursos públicos e disse que pediu à equipe para chamar os concursados que ainda não foram convocados. “Eu me coloco na situação de vocês e imagino a felicidade de saber que foram convocados”. Ele propõe esforço coletivo para responder aos desafios.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido