Conecte-se agora

Carnaval de Cruzeiro do Sul será na Praça Orleir Cameli, o lugar de sempre

Publicado

em

Nem no Estádio Arena do Juruá e nem na Avenida Cultural. Será no tradicional Gamelão da Praça Orleir Cameli em frente à Catedral Nossa Senhora da Glória, o Carnaval Popular Magid Almeida 2023 de Cruzeiro do Sul. O anúncio foi feito pelo prefeito Zequinha Lima nesta quarta-feira, 25, no local onde a festa momesca será realizada.

“Ouvimos a sociedade. Aqui no Gamelão, no Centro, geograficamente é o melhor lugar. É onde as pessoas já estão acostumadas e vêm à pé pra cá, então não tem porque realizar o Carnaval em outro lugar “, confirmou Zequinha.

Com relação às atrações musicais, o gestor anunciou 70 apresentações para as 4 noites de folia, incluindo cantores, músicos, bandas, Djs e dançarinos. ” Vamos prestigiar nossos artistas locais no Carnaval Popular Magid Almeida “, pontuou.

A cantora Vanete Lima, agradeceu ao prefeito em nome dos artistas de Cruzeiro do Sul. ” O Carnaval é uma data que esperamos muito. Vamos garantir uma grande festa “, pontuou

Mudanças

Uma mudança anunciada pelo prefeito Zequinha Lima é com relação ao trânsito e fechamento de ruas no Centro de Cruzeiro do Sul durante o dia. ” Esse ano as ruas não serão fechadas e o trânsito fluirá normalmente. Só as 18 horas alguns pontos serão interditados “, destacou

O comandante da Polícia Militar em exercício de Cruzeiro do Sul, capitão Silva Lima, diz que para aa forças de segurança, a Praça Orleir Cameli é o melhor lugar para a realização do carnaval.

” Aqui nós já temos a expertise de atuar e fica mais fácil garantir a segurança dos foliões “, concluiu o comandante, que, por motivo de segurança não revela a quantidade de policiais que atuará por noite.

Por causa da pandemia de Covid 19, o último carnaval realizado pela prefeitura de Cruzeiro do Sul foi em 2020 no Gamelão e atraiu cerca de 10 mil pessoas à cada noite. Foi considerado pela Polícia Militar como um dos mais tranquilos dos últimos anos. Este ano o público deverá ser maior tendo em vista que o Carnaval da Alameda das Águas não será realizado no município vizinho de Mâncio Lima e grande parte dos foliões, deverá seguir para a folia de Cruzeiro do Sul.

Na rede

Grupo de teatro seleciona elenco para o espetáculo ‘Paixão de Cristo’ em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O Grupo Universitário de Teatro Amador (GUTA) está selecionando elenco para o espetáculo Paixão de Cristo, que será apresentado durante a Semana Santa, em Cruzeiro do Sul .

A seleção acontecerá dia 27 de janeiro, às 19h, no Teatro do Nauas e é coordenado pelo professor Dr. Cleidson Rocha. Os escolhidos irão participar de testes, que consiste em exercícios, dinâmicas de teatro e leitura do texto.

Para se inscrever, é preciso entrar no grupo de WhatsApp oficial da seleção, onde serão repassadas todas a informações aos candidatos.

Acesse o link: https://chat.whatsapp.com/ECQrXbUEBvZGfg3c5kDy3C

Continuar lendo

Na rede

Procura pelo Parque Nacional da Serra do Divisor é grande para o período do Carnaval

Publicado

em

É grande a procura de pessoas pelo Parque Nacional da Serra do Divisor, em Mâncio Lima, no interior do Acre, para o período de Carnaval. No local há duas pousadas de maior porte e outras menores.

Entre as duas maiores pousadas, uma delas tem poucas vagas disponíveis e a outra já está com todas as acomodações reservadas para o período carnavalesco.

As duas hospedagens oferecem o traslado de Mâncio Lima até o parque, todas as refeições, guias, idas às cachoeiras, ao mirante, noites com fogueiras e comidas típicas. Há acomodações confortáveis, com banheiro interno e externo.

Na pousada Caminho das Cachoeiras, o valor individual para um grupo de 8 pessoas fica por R$ 665. Mas não há mais vagas.

Na Pousada do Miro, são R$ 700 por pessoa e ainda há 4 apartamentos disponíveis com capacidade para 8 hóspedes.

Segundo os responsáveis pelas pousadas, a maior parte do público é formada por pessoas de Cruzeiro do Sul e de Rio Branco. Mas também há pessoas que virão de outros estados para passar o Carnaval no Parque Nacional da Serra do Divisor.

“Oferecemos uma experiência única, de muita aventura e contato com a natureza, momentos de distração no deck. E a noite toda de conversa com uma bela e grande fogueira”, garante Edileia de Souza Cavalcante, da pousada Caminho das Cachoeiras.

Já seu Miro, além de refeições típicas da região, com tapioca, baixaria e peixe, oferece guias, carregadores de bagagem e passeios inesquecíveis.

“Quem vem para cá não esquece nunca esse lugar e a experiência que tem. Para quem quer fugir da agitação do Carnaval, nada melhor do que o contato direto com a natureza”, destaca o empreendedor.

Continuar lendo

Na rede

Prefeitura de Mâncio Lima entrega mais de 400 mil mudas de café a produtores rurais

Publicado

em

A prefeitura de Mâncio Lima iniciou nesta quinta-feira, 26, no Viveiro Vó Raimundo, a entrega de 400 mil mudas de café conilon clonal para 130 produtores rurais.

Os 130 contemplados são iniciantes na cultura, estão inseridos no Programa de Agricultura Familiar, contam com uma área propícia, com solo ideal para o plantio, estão com a área preparada e covas abertas e adubadas.

A secretária Municipal de Produção, Alana Souza, pontua que até as mudas chegarem ao produtor rural, foi feito um trabalho de quase oito meses com seis técnicos em campo.

No ato da entrega das mudas, o prefeito de Mâncio Lima, Isaac Lima, destacou a expansão da cultura no município.

” Lembro que a primeira reunião para tratar do cultivo do café contou com 6 pessoas. Hoje me orgulho em nos reunirmos com 60, dos 130 produtores rurais que vão receber as mudas. O café está sendo bom para todos, para a cidade, para economia local e para o produtor rural que está melhorando cada vez mais a renda familiar”, relatou ele, afirmando que até o final de gestão, a meta é entregar 1 milhão de mudas.

O produto é uma comodity, e nesta quinta feira, 26, custa R$ 660 a saca do café conilon clonal. É com base neste cenário, e no histórico de Mâncio Lima com o cultivo desta cultura agrícola, que a atual gestão vem intensificando e fortalecendo esta cadeia produtiva.

Mais de 500 mil mudas já foram entregues pela prefeitura, além de três toneladas de adubos.No município 49 agricultores já produzem café em escala comercial.

Orlenilson José Viana é produtor rural da comunidade do Belo Monte, em sua área de três hectares, já colheu os frutos dos três mil pés que havia plantado, lucrando pouco mais de R$ 25 mil. O agricultor recebeu mais 6,5 mil mudas ampliando sua área para cinco hectares.

“É uma satisfação grande receber mais essas mudas doadas pela prefeitura com o apoio da COOPERCAFE, agregando mais valor à produção e o retorno financeiro maior. Não dá para comparar a mão de obra e a lucratividade empregada na produção com o do café. Não deixei de produzir farinha, mas, agora tenho uma segunda alternativa econômica para a família”, finalizou

A prefeitura adquire as mudas de viveiristas locais. Um deles é o engenheiro Agrônomo Francisco Romualdo, do Ramal do Gerinos. A propriedade, a primeira no Juruá certificada pelo Ministério da Agricultura, já vende mudas, café pronto para o consumo e grãos para toda região do Juruá. Só para a prefeitura fornecerá nesta etapa, 40 mil mudas de café Conilon Clonal.

“O Viveiro Vó Raimundo, desde a sua concepção, sempre se preocupou em ter qualidade, eficiência e conhecimento técnico e cientifico na produção de mudas, o que nos tornou pioneiros neste ramo na região do Juruá. Somos um viveiro certificado, uma marca registrada e o reconhecimento dos produtores rurais”, ressaltou

Continuar lendo

Na rede

Ponte da União, em Cruzeiro do Sul, é liberada por manifestantes

Publicado

em

A Ponte da União, em Cruzeiro do Sul, que ficou fechada por quase duas horas, na manhã desta quinta-feira, 26, foi liberada para o tráfego de veículos.

Após conversa com o comandante da Polícia Militar, capitão Silva Lima, mototaxistas e motoristas de aplicativos e de fretes, decidiram suspender o movimento de protesto em reivindicação ao fortalecimento da fiscalização contra os piratas.

Ao meio dia haverá uma reunião entre os profissionais que lideram o fechamento da Ponte da União, o prefeito Zequinha Lima, representantes das forças de segurança e de trânsito. Eles dizem que a atuação dos clandestinos causam prejuízo financeiro para os profissionais legalizados e exigem que a prefeitura e os órgãos de segurança apertem o cerco.

” Os profissionais que estavam na Ponte da União foram sensíveis ao nosso argumento do direito de ir e vir das pessoas e resolveram acabar com o movimento. De nossa parte seguimos com a fiscalização e policiamento contra as irregularidades”, relata o comandante.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.