Menu

Ibovespa opera em alta puxado por Petrobras; dólar passa a cair

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O Ibovespa operava em alta nos primeiros negócios desta terça-feira (24), com a Petrobras entre as maiores altas após a companhia anunciar aumento dos preços da gasolina, com os papéis também beneficiados pelo avanço dos preços do petróleo no exterior. Às 11h32, o principal índice da bolsa subia 0,57%, aos112.369 pontos.


Já o dólar à vista recuava 0,59% no mesmo horário, negociado a R$ 5,169, após dado de inflação de janeiro pouco acima do esperado no Brasil e em meio ao fortalecimento da moeda norte-americana no exterior ante seus principais pares.


Considerado a “prévia da inflação”, o PCA-15 subiu 0,55% em janeiro, enquanto o mercado esperava alta de 0,52% na comparação mensal. Com esse resultado, o índice desacelerou de 5,90% para 5,87% na variação dos últimos meses.

Publicidade

O debate em torno da meta de inflação está instalado no país. Ontem, na Argentina, Fernando Haddad corroborou o diagnóstico de Lula sobre o sistema brasileiro e disse que a discussão será feita com “tranquilidade”.


Em meio a esse debate, a curva de juros futuros tem se mostrado volátil. Subiu no dia anterior e hoje abriu mista nos diferentes vencimentos. A correção vai sendo feita na expectativa de uma Selic mais alta por mais tempo.


Já o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento subia 0,01% na B3, a R$ 5,217.


Além do IPCA-15, o mercado segue acompanhando a viagem de Lula a Argentina. O presidente participa nesta terça da Cúpula da Comunidade de Estados Latino-americanos e caribenhos e se encontra, entre outras pessoas, com o representante da União Europeia, para falar do acordo com o Mercosul, e também com o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel.


Esse encontro acontece depois de Lula ter anunciado a volta do BNDES como instrumento para financiar obras de empresas brasileiras no exterior. Na operação feita com Cuba e Venezuela, por exemplo, o Tesouro Nacional precisou bancar o calote dos dois países numa conta que chega a US$ 1 bilhão. Cuba segue inadimplente com o Brasil.


O Banco Central fará neste pregão leilão de até 16 mil contratos de swap cambial tradicional para fins de rolagem do vencimento de 1° de março de 2023.


Na véspera, o dólar à vista fechou em queda de 0,18%, a R$ 5,199 na venda.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido