Menu

Com Black Friday e Copa, intenção de consumo de acreanos cresce 3%

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Desde fevereiro de 2020, quando a pandemia da Covid-19 já começava a deixar rastros de destruição na economia, a intenção de consumo das famílias acreanas não era tão alto -e se levado em conta o ânimo com a Seleção Brasileira o comércio pode se animais pois 47,9% delas pretendem comprar produtos em decorrência da Copa do Mundo, propondo-se a gastar, em média, R$212,34.


Segundo dados regionais da pesquisa sobre Intenção de Consumo das Famílias, da Confederação Nacional do Comércio (CN) o Estado do Acre apresentou um acréscimo de 1,5%, se comparado ao mês anterior, acumulando, desde janeiro de 2022, uma alta de 3%.


“Esse resultado é o maior desde fevereiro de 2020”, confirma o especialista em varejo da Federação do Comércio do Acre, Egídio Garó.

Publicidade

A pesquisa foi realizada com cerca de 18 mil consumidores em todas as capitais e no DF, entre os cinco últimos dias úteis de outubro e os cinco primeiros de novembro.


A CNC diz que com a chegada do mês da Black Friday, os consumidores consideram que o momento para aquisição de bens duráveis é melhor, já que a data se firmou no calendário do varejo com o foco na venda de eletroeletrônicos e eletrodomésticos pela internet. Mesmo assim, com os juros no maior nível desde.


Um dado que pode animais ainda mais o comércio de Rio Branco: os consumidores consultados pela CNC em todas as capitais pretendem gastar R$ 211,21, em média, entre os principais produtos associados à Copa. Roupas, alimentos e bebidas são os itens preferidos para as compras durante o período: 14,9% buscam vestuários temáticos para adultos e crianças, e 14,6% planejam consumir alimentos e bebidas em casa.


A pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) é um indicador com capacidade de medir, com a maior precisão possível, a avaliação que os consumidores fazem sobre aspectos importantes da condição de vida de sua família. A ICF verifica itens como: capacidade de consumo (atual e de curto prazo), nível de renda doméstico, segurança no emprego e qualidade de consumo, presente e futuro. Em outras palavras, é um indicador antecedente do consumo, a partir do ponto de vista dos consumidores, que pode ser utilizado para o planejamento do comércio e de outras atividades produtivas.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido