Conecte-se agora

Concursos públicos poderão aprovar candidatos até o triplo do número de vagas

Publicado

em

O decreto nº 11.211, de 2022, publicado nesta última semana de setembro no Diário Oficial da União pela Presidência da República, ampliou o limite máximo de aprovados em concursos públicos. A partir de agora, a aprovação de candidatos pode se dar até o triplo do número de vagas originais para concursos realizados em mais de uma etapa e com mais de 30 vagas. Antes, esse limite era o dobro do número de vagas estabelecido no edital.

O novo ato altera o Decreto nº 9.739, de 2019, que dispõe, entre outros assuntos, das normas sobre concursos públicos. O normativo atualiza procedimentos relacionados a concursos públicos, bem como realiza correções pontuais de ordem material, para garantir maior clareza a algumas regras.

Alinhadas aos princípios da razoabilidade e da eficiência, as alterações promovidas pelo Decreto nº 11.211, de 2022, buscam um maior aproveitamento de candidatos aprovados, especificamente em certames realizados em mais de uma etapa, dentro da sua validade, que é de até dois anos contados da data de sua homologação. Esse prazo pode ser prorrogado uma vez.

Para reduzir a burocracia, o novo decreto revogou o parágrafo segundo do artigo 43 do Decreto 9.739, de 2019, dispensando a necessidade de autorização do Ministério da Economia para a prorrogação da validade do concurso. Assim, os próprios órgãos que possuem um certame válido conduzirão o processo

Destaque 3

Senegal vence, elimina seleção do Equador em jogo duro e fica com segunda vaga do Grupo A

Publicado

em

Por

A seleção senegalesa venceu o Equador por 2 a 1 nesta terça-feira (29), no estádio Khalifa, pela 3ª rodada do Grupo A da Copa do Mundo, e se classificou para as oitavas de final do torneio. A vitória da equipe africana foi conquistada com gols de Ismaila Sarr e Koulibaly, enquanto os equatorianos conseguiram balançar a rede com Moisés Caicedo. Com a classificação, Senegal volta a colocar a África no mata-mata da Copa depois do fracasso do continente no Mundial da Rússia.

A seleção senegalesa, que está no torneio sem Mané, principal jogador do país, conseguiu se classificar com seis pontos no Grupo A. A equipe comandada por Aliou Cissé avançou no segundo lugar da chave. Com sete pontos, a Holanda encerrou a fase classificatória na primeira posição do grupo.

Com a vaga carimbada, Senegal voltará a disputar o mata-mata da Copa do Mundo pela segunda vez no século. Em 2002, a seleção africana foi até as quartas de final da Copa sediada por Japão e Coreia do Sul. Nas oitavas, Senegal deve enfrentar a Inglaterra, favorita para avançar na primeira posição do Grupo B.

O jogo

Necessitando do resultado, Senegal partiu para cima da seleção equatoriana desde os primeiros instantes. A equipe africana chegou logo aos dois minutos com Gana Gueye, que teve boa chance e chutou para fora. Boulaye Dia, cinco minutos depois, também desperdiçou outra oportunidade da seleção senegalesa. A pressão africana seguiu, e o Equador foi se fechando cada vez mais no campo de defesa.

Insistente, a seleção senegalesa foi premiada aos 41 minutos do primeiro tempo, quando Ismaila Sarr foi derrubado por Hincapié na área. Pênalti. Na cobrança, o próprio Ismaila Sarr deslocou o goleiro Galíndez para deixar Senegal em vantagem no fim do primeiro tempo.

A seleção equatoriana voltou para a etapa final com mais atitude no campo de ataque. Com mudanças, o técnico Gustavo Alfaro levou o time à frente e conseguiu mudar o panorama do duelo. Aos 21 minutos, o meia Moisés Caicedo aproveitou desvio em cobrança de escanteio e deixou tudo igual, colocando a vaga nas mãos da equipe sul-americana novamente.

Entretanto, a comemoração do Equador durou pouco. Dois minutos depois, Senegal cobrou falta para área e a bola sobrou para Koulibaly, que bateu bem para deixar os africanos em vantagem novamente. O novo gol sofrido fez com que os equatorianos entrassem em desespero. Com o placar mantido, os senegaleses escreveram história de novo. Senegal nas oitavas da Copa do Catar.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Holanda vence o Catar, confirma liderança e avança às oitavas de final da Copa do Mundo

Publicado

em

Por

A Holanda está nas oitavas de final da Copa do Mundo. A Laranja venceu no início da tarde desta terça-feira (29) o Catar por 2 a 0 e carimbou sua classificação à próxima fase do Mundial. Gakpo e Frenkie de Jong marcaram os gols da vitória holandesa.

Com o resultado, a Laranja confirmou a liderança do Grupo A, com sete pontos A segunda colocação ficou com Senegal, que venceu o Equador por 2 a 1. O time treinado pelo técnico Louis van Gaal segue às oitavas de final invicto, com duas vitórias e um empate. A Holanda vai enfrentar na próxima fase o segundo colocado da chave B, que será definida ainda nesta terça.

O jogo

Apesar da vitória tranquila, a Holanda não fez uma partida brilhante. A Laranja foi superior ao longo dos 90 minutos, mas deixou a sensação de que poderia ter feito mais diante do adversário que apresentou maior fragilidade ao longo da fase de grupos.

O placar foi aberto por Gakpo, que marcou seu terceiro gol na Copa do Catar e se igualou a Enner Valencia, do Equador, e Mbappé, da França, na artilharia do Mundial. Aos 25 minutos do primeiro tempo, o jovem atacante de 23 anos tabelou com Klassen e concluiu da entrada da área para fazer o primeiro da Laranja.

O anfitrião Catar não conseguiu reagir e optou por se defender. Já a Holanda ofereceu pouco perigo após largar na frente e só foi ampliar no início do segundo tempo. Aos três minutos, Frenkie de Jong aproveitou o rebote após chute de Depay e desviou para o fundo do gol.

Os holandeses chegaram a marcar o terceiro, com Berghuis, mas o gol foi anulado por toque de mão na bola de Gakpo no início da jogada. O jogo seguiu morno até o apito final e sem alterações no marcador.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Portugal vence, se classifica às oitavas de final e complica o Uruguai na Copa do Mundo

Publicado

em

Por

Portugal venceu o Uruguai por 2 a 0 nesta segunda-feira (28) e garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo. A Celeste, por sua vez, ficou em situação complicada no Grupo H e não depende mais apenas de si para avançar.

O primeiro gol foi marcado aos oito minutos do segundo tempo, quando Bruno Fernandes cruzou, Cristiano Ronaldo subiu para cabecear e a bola acabou passando e morrendo no fundo da rede. Já nos acréscimos, depois pênalti marcado com a ajuda do VAR, Bruno Fernandes cobrou e fechou o placar.

Após sofrer o primeiro gol, o Uruguai se atirou ao ataque com a entrada de Suárez e Arrascaeta. A Celeste teve diversas chances para empatar e acabou carimbando a trave portuguesa, mas não conseguiu marcar e levou um balde de água fria com o pênalti no s minutos finais de jogo.

Como Portugal já havia vencido a seleção de Gana na estreia, chegou a seis pontos e confirmou a classificação. Agora, a equipe de Cristiano Ronaldo vai enfrentar a Coreia do Sul na última rodada em busca de garantir a primeira colocação do grupo.

Já o Uruguai vinha de empate sem gols com a Coreia do Sul na estreia e soma apenas um ponto. A Celeste terá pela frente Gana e precisa vencer para sonhar com a classificação. Mesmo se ganhar, precisará torcer para a Coreia do Sul não derrotar Portugal por uma vantagem de gols maior.

Isso porque Uruguai e Coreia do Sul somam um ponto cada no grupo, mas a Celeste tem um gol a menos de saldo. Ou seja, se as duas seleções vencerem na última rodada, a vantagem de gols será decisiva.

Por fim, Gana avança se vencer o Uruguai. Caso haja empate, a seleção africana terá de torcer pelo tropeço da Coreia do Sul diante de Portugal. A disputa será intensa pela segunda vaga do Grupo H, com os jogos realizados na próxima sexta-feira (2), às 12h (de Brasília).

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Destaque 3

Brasil vence Suíça com gol de Casemiro e carimba vaga nas oitavas da Copa

Publicado

em

Por

O Brasil está nas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar. Nesta segunda-feira (28), a seleção brasileira venceu a Suíça por 1 a 0 no estádio 974, pela 2ª rodada do Grupo G do Mundial. O único gol do confronto foi marcado pelo volante Casemiro, no segundo tempo. O Brasil não se classificava de forma antecipada na Copa desde 2010.

Com seis pontos, a equipe canarinho está classificada no Grupo G, ainda sem garantir posição. Na última rodada, o Brasil enfrenta Camarões, que ainda tem chance de se classificar. O outro confronto da chave será entre Suíça e Sérvia. Na próxima fase, a seleção brasileira vai enfrentar um dos classificados do Grupo H, que conta com Portugal, Gana, Uruguai e Coreia do Sul.

O jogo

A seleção brasileira iniciou o confronto com mais presença no campo de ataque, mas tendo dificuldade para entrar na defesa da Suíça. A Canarinho ainda desperdiçou algumas chances por errar passes ou por falta de refinamento, como em um domínio errado de Richarlison. Equilibrado, o jogo ficou parado sobretudo no meio de campo.

O Brasil conseguiu uma primeira oportunidade aos 26 minutos. Raphinha partiu pela direita e cruzou para Vinícius Júnior, que entrou sozinho, mas não pegou muito bem na bola; o goleiro Sommer mandou para escanteio. Depois do lance, a equipe de Tite até chegou a ensaiar uma pressão, mas novamente ficou travada nas linhas de defesa da seleção suíça.

No fim, a Canarinho teve duas cobranças de escanteio, ambas afastadas pela defesa adversária. O primeiro tempo terminou amarrado, sem grandes oportunidades e com o placar zerado.

Brazil’s players celebrate their team’s first goal which was later disallowed during the Qatar 2022 World Cup Group G football match between Brazil and Switzerland at Stadium 974 in Doha on November 28, 2022. (Photo by Jewel SAMAD / AFP) (Photo by JEWEL SAMAD/AFP via Getty Images)

Tite voltou para o segundo tempo com o atacante Rodrygo no lugar de Lucas Paquetá, que teve primeiro tempo apagado. Com a mudança, o Brasil ganhou mais velocidade no campo de ataque. No entanto, foi a Suíça quem atacou nos primeiros instantes da etapa final, dando desconforto para a defesa brasileira.

Sem uma melhora expressiva no segundo tempo, o técnico da Canarinho resolveu fazer outra mudança rapidamente. Amarelado, Fred deu lugar para o volante Bruno Guimarães. E foi do volante a jogada que quase mudou o panorama do jogo. Aos 18, Bruno Guimarães girou na defesa e tocou por dentro. A bola passou por Alex Sandro, mas Richarlison conseguiu ganhar da defesa. No fim da jogada, Casemiro serviu Vinícius Júnior, que saiu sozinho e venceu Sommer cara a cara. Porém, o gol foi anulado por impedimento de Richarlison na jogada.

As alterações seguiram na Canarinho. O ponta-direita Antony e o atacante Gabriel Jesus também foram levados a campo. Empurrando a Suíça para trás, o Brasil conseguiu abrir o placar aos 38 minutos. Vini Júnior partiu pela direita e serviu Rodrygo por dentro, que deixou para Casemiro, e o camisa 5 acertou um belo chute de primeira, forte, no canto.

Na sequência, Rodrygo e Antony chegaram mais duas vezes, novamente com o Brasil apertando depois de marcar. Sem sofrer na defesa, a seleção brasileira garantiu mais uma vitória com a meta zeada: 1 a 0 para a equipe de Tite.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

video
play-rounded-fill
Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.