Conecte-se agora

Justiça manda penhorar Resort Hotel para pagamento de R$ 18 milhões em dívida de empréstimo junto ao Basa

Publicado

em

Uma informação que até então vinha sendo mantida em sigilo no mundo empresarial ganha as páginas do ac24horas com exclusividade por meio de uma decisão da justiça. A juíza Zenice Mota Cardozo, da 1ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco, determinou a execução de uma dívida avaliada atualmente R$ 18 milhões de um financiamento feito junto ao Banco da Amazônia (Basa) pelos proprietários do Resort Hotel no ano de 2011, um dos principais hotéis do Acre famoso por ser palco dos principais eventos sociais do Estado.

A operação de crédito na época feita pela empresa Amazônia Rio Empreendimentos LTDA, de propriedade de Antônio Monteiro, o principal assessor do ex-governador Sebastião Viana (PT) nos governos do PT, e seus sócios Janete Eroti Franke, Geny Glaucia Monteiro Abrahão e a empresa JF Turismo, foi autorizada através da linha de crédito FNO Amazônia Sustentável, onde a empresa conseguiu emprestado R$ 12,5 milhões para bancar parte da construção do Hotel e de 2011 para cá contou com dois aditivos, um em 2015 e outro em 2016, cujo as parcelas de pagamento não foram pagas, fazendo com que os advogados do Banco ingressasem na justiça com uma Ação de Execução de Título Extrajudicial em junho de 2018.

Para viabilizar o financiamento, os empresários deram como garantias a hipoteca em primeira única e especial hipoteca cedular de imóveis de matrículas nº. 10.088 e nº. 27.223, que constitui em duas grandes áreas de terra e também o empreendimento hoteleiro que iniciou construção em 2011 e foi finalizado em 2015.

Como os avalistas não tiveram em seu poder os valores para honrar a dívida após a decisão, a magistrada da causa expediu no dia 26 de junho um Mandado de Citação, Penhora, Avaliação e Citação contra Monteiro e seus demais sócios para cobrar a dívida de R$ 18 milhões para participarem de uma audiência de conciliação.

Para tentar por fim ao impasse jurídico, os sócios tentaram através de seus advogados oferecer para o Basa mais de 12 mil ações preferenciais nominativas, Classe “A”, integralizadas referentes ao título múltiplo nº 183.487, do Banco do Estado de Santa Catarina -BESC, atualmente incorporado pelo Banco do Brasil S.A. O referido título múltiplo totaliza um montante de R$ 24,9 milhões em ações preferenciais, o que não foi aceito pelo Basa por violar a legislação e não possuírem liquidez.

Os advogados do Basa afirmaram em resposta a Justiça que usando o artigo 313 do Código Civil que o credor não é obrigado a receber receber prestação diversa da

que lhe é devida, ainda que mais valiosa, afirmando que a penhora observa apenas o que está contido no contrato firmado entre banco e a empresa, pedindo a justiça que prossiga com o processo de penhora, conforme documento protocolado em 17 de dezembro de 2018.

O OUTRO LADO

Procurado para comentar a situação, o empresário Antônio Monteiro foi comedido com a resposta. “Essa situação quem pode lhe informar é o advogado ou a juíza. O que eu sei é que o judiciário está em recesso”.

Os demais sócios não foram localizados para se manifestar e até o fechamento desta matéria o Banco da Amazônia também não se manifestou. O espaço fica aberto para os citados se manifestem.

Acre

Portal de entrada do Parque da Maternidade ganha novas cores

Publicado

em

A reforma do Parque da Maternidade, um dos cartões postais de Rio Branco, vem repercutindo nas redes sociais após na tarde desta quinta-feira, 2, o mosaico em tons de azul pintados com uma aparência totalmente diferente da que sempre teve ao longo dos seus quase 20 anos.

As intervenções vêm sendo realizadas desde setembro, a partir do perímetro em frente ao Terminal Urbano e, seguem até o Skate Park.

O Parque da Maternidade foi inaugurado no ano de 2002, na gestão do ex-governador, Jorge Viana (PT), e é um dos pontos turísticos mais importantes da capital. Conta com 7 km de extensão e seu percurso passa pela parte central da cidade.

Continuar lendo

Acre

Influenciador é barrado no camarim de Gusttavo Lima e se revolta

Publicado

em

O fotógrafo e influenciador digital no Acre, James Pequeno, usou as redes sociais nesta quinta-feira, 2, para falar sobre o show do Gustavo Lima, realizado nesta quarta, 1, no Parque de Exposições, em Rio Branco.

Na publicação, James, que é fotógrafo, afirmou que foi barrado na entrada do camarim do embaixador, por não ter uma credencial. “Dos meus mais de 20 anos trabalhando em eventos, o qual sou vendedor antes e fotógrafo no dia do evento nunca fui barrado na porta do camarim, por não ter uma simples credencial. Até no camarote fechado do governador fui mais bem tratado, o qual eu o agradeço pelo carinho e peço desculpas no meu momento de raiva falo mal de vc”, afirmou.

A publicação ocorreu após populares reclamarem de coisas que aconteceram no show, como a demora na abertura do portão e dentre outras coisas. James vendia também o ingresso do show.

“Peço desculpas a todos os meus clientes, pela demora e alguns episódios ocorridos do show, eu Tbm fui pego de surpresa em alguns momentos o quanto engolindo pra não falar, mas vou falar. Eu também sou vendedor e os meus clientes chegaram cedo porque o portão abriria por volta das 19h e demoraram para abrir os portões. O pessoal reclamou, fizeram até vídeo e eu me prontifiquei em pedir desculpas aos meus clientes”, escreveu.

Continuar lendo

Acre

Hospital do Idoso ganha monitores cardíacos com emenda de Alan Rick

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 02/12, o Hospital do Idoso recebeu três monitores cardíacos e nos próximos dias serão entregues outros equipamentos como geladeiras, ar-condicionado e armários, todos frutos de emenda parlamentar de R$ 162 mil direcionada pelo Deputado Alan Rick (DEM).

Também será entregue uma máquina unitizadora de medicamentos – equipamento que automatiza o fracionamento da medicação dando mais segurança na administração dos fármacos adquiridos em grande quantidade. Emenda de aquisição do equipamento já foi paga no valor de R$ 240 mil.

O deputado federal que já está em seu segundo mandato tem direcionado recursos para a saúde do Acre para além do que é de execução obrigatória. Vários outdoors em Rio Branco e nos municípios anunciam os valores. Nos dois mandatos foram mais de R$ 110 milhões, recursos que beneficiaram hospitais regionais, unidades mistas, UPAs da capital e do interior, além de unidades de Saúde dos 22 municípios.

Alan Rick, que está em Brasília, foi representado pelo assessor Carlos Sérgio, na entrega dos equipamentos, na manhã desta quinta-feira, 02/12, e mandou um vídeo cumprimentando os servidores. Na gravação, o parlamentar também anunciou mais investimentos para as unidades que compõem o complexo de saúde da Fundação Hospitalar e para o UNACON.

Entre as emendas já direcionadas no orçamento de 2022, Alan Rick garantiu mais R$ 500 mil para a Fundação Hospitalar.

Para o Hospital do Câncer (UNACON), o parlamentar destinou R$ 1,4 milhão. Desses, R$ 400 já foram pagos para a reforma do prédio.

O diretor-presidente da FUNDHACRE agradeceu a sensibilidade do deputado Alan Rick em relação às necessidades da saúde do Acre, em especial, da Fundação. “Agradecemos esse investimento do seu mandato na FUNDHACRE, em várias frentes, e agora o Hospital do Idoso também sendo contemplado. Esses equipamentos de alta tecnologia vão somar na assistência direta aos nossos pacientes” – completou.

“Também quero agradecer. Obrigada deputado Alan Rick. Com essa aquisição, eu e minhas colegas vamos prestar uma assistência mais adequada aos nossos pacientes. Isso é primordial, principalmente, para o paciente idoso.” – agradeceu a enfermeira Luiza Medeiros, diretora geral do Hospital do Idoso.

Continuar lendo

Acre

Gladson diz que cadastro de reserva da Civil é caso encerrado

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) usou as redes sociais nesta quinta-feira, 2, para emitir um comunicado aos aprovados que estão no cadastro de reserva dos concursos das áreas da Segurança Pública do Estado.

Na publicação, Cameli afirmou que considera o assunto das convocações encerradas e salientou que não aceitará “pressões politiqueiras”. Segundo o governador, já foram feitas mais de 1 mil convocações desde que assumiu o governo em 2019.

“Tudo aquilo que prometi na campanha eleitoral referente a convocação dos aprovados nos concursos da Segurança Pública é demais, eu cumpri com a minha palavra. Já foram mais de mil contratações para as nossas polícias em menos de três anos. Sigo com minha consciência tranquila sabendo que sempre fiz tudo dentro da legalidade. Considero esse assunto das convocações dos cadastros de reserva como encerrado e não aceitarei pressões politiqueiras, que tem como objetivo desestabilizar a nossa gestão”, escreveu.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2021 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados