Menu

Bancários realizam café da manhã para comemorar data alusiva

????????????????????????????????????
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O Sindicato dos Bancários do Acre ofereceu, na manhã desta sexta-feira (26), um café da manhã em comemoração ao Dia do Bancário. A data alusiva ocorre somente no domingo (28), mas a direção do Sindicato resolveu antecipar as festividades. O evento foi realizado no salão de festas do Hotel Pinheiro.


Presidente Edmar Batistela e as bancárias Nadir e Janine conduziram o sorteio de brindes. Foto/Danto Freitas
O presidente Edmar Batistela e as bancárias Nadir e Janine conduziram o sorteio de brindes. Foto/Danto Freitas

Em confraternização desde 6h30 da manhã, os bancários também puderam participar do sorteio de dois rodízios para casal (no Restaurante Inácio) e de dois brindes oferecido pela Ótica Vip.


Para o presidente do Sindicato dos Bancários, Edmar Batistela, esse momento de confraternização é uma forma de relembrar a importância do bancário e também da data em homenagem à categoria. “É essencial comemorarmos essa data com muitas festividades, lembrando-se das conquistar e lutas dos bancários. Já é uma tradição do Sindicato dos Bancários comemorar essa data com um café da manhã.”, disse o presidente.

Publicidade

Bancários desfrutaram de um delicioso café da manhã. Foto/Danto Freitas
Bancários desfrutaram de um delicioso café da manhã. Foto/Danto Freitas

Origem do dia do bancário


Numa viagem na história, os estudos apontam que a origem do Dia do Bancário ocorreu na vitoriosa greve de 1951, que começou no dia 28 de agosto e durou 69 dias. Os trabalhadores de São Paulo foram os únicos a manter as reivindicações e não aceitaram a proposta inicial dos bancos de 20%. Acabaram conquistando 31% de reajuste, além de colocar em xeque a lei de greve do governo Dutra e de lançar as bases para a fundação do Dieese.


Dieese – A greve de 1951 trouxe outras repercussões importantes, como a criação do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), quatro anos mais tarde. Naquele mesmo ano, por pressão dos bancários, foram refeitos os cálculos da infração oficial do governo, inexplicavelmente, pulando de 15,4% para 30,7%.


No Acre, a história do movimento sindical bancário na década de 1980. Neste período, os bancos presentes no território acreano registraram mais de 2 mil bancários, hoje o setor emprega quase mil profissionais. No final dos anos 1990 o fechamento do Banco do Estado do Acre (BANACRE) contribuiu sensivelmente para o encolhimento da categoria no território acreano.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido