Conecte-se agora

Sindicalista comercializa terras da União e some com mais de R$ 15 mil de filiados

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Capixaba, Bladiney Dumas, está sendo investigado pela Polícia Federal, acusado de sumir com R$ 15 mil arrecadados entre os posseiros da Fazenda Nova promissão, que seria para pagar um advogado que prestava serviços para pequenos produtores e, para o sindicato.

O inferno astral do sindicalista começou, quando ele foi denunciado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), pela comercialização de lotes em área pertencente à União, que seria para reassentar os brasileiros expulsos da faixa de fronteira com a Bolívia. Depois das denúncias o sindicalista desapareceu.

Revoltados, os posseiros que contribuíram com o sindicato, ameaçam ocupar a sede do sindicato. Os pequenos produtores afirmam que Bladiney Dumas teria se apropriado indevidamente das contribuições referente ao pagamento da taxa das mensalidades e teria abandonado o município de Capixaba.

Segundo Renato Fernandes de Souza, os posseiros foram filiados ao sindicato e eram obrigados a pagarem uma taxa de R$ 100 reais por mês referente aos serviços de assessoria jurídica. Os sócios pagavam ainda, uma taxa de R$ 10,00 referentes à mensalidade como filiados na entidade sindical.

O trabalhador rural denuncia que o dirigente sindical teria vendido lotes para pessoas com reconhecido poder econômico, que estariam na ocupação de terras da União. Estas pessoas, de acordo com Renato Fernandes, circulam em veículo próprio nas terras invadidas da fazenda Nova promissão, na zona rural do município.

“Foram colocadas pessoas na ocupação, que aparentam ter boa condição financeira, que vão e voltam em veículo próprio para a invasão. Temos informações que existem taxistas, servidores públicos e outros trabalhadores urbanos. Existem os trabalhadores necessitados, mas o local vem sendo usado acomodar quem pode pagar”, denuncia Renato Fernandes.

Outras associações de trabalhadores rurais estariam reclamando do presidente do STR, que arrecadou as mensalidades, mas o dinheiro não entrou na contabilidade do sindicato. Os ocupantes da fazenda Nova Promissão planejam ocupar a sede do sindicato para reaver o dinheiro, que teria sido supostamente desviado pelo presidente da entidade.

O Incra fez uma representação contra Bladiney, na Polícia Federal. Um servidor do Incra que pediu para não ter seu nome revelado informou que a instituição procurou a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Acre (Fetacre), onde Bladiney é diretor de formação, “entretanto, a postura daquela entidade foi de esconder a sujeira embaixo do tapete,  numa tentativa de não vincular as irregularidades de Bladiney Dumas à Fetacre”.

De acordo com o vice-presidente da Coopaxa, Renato Fernandes, “Bladiney é do grupo do Presidente da Fetacre, Manuel Cumaru – integrante da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), que recentemente assumiu a diretoria da Fetacre, em um processo muito polêmico”.

A reportagem tentou contato com o Sindicato de trabalhadores Rurais de Capixaba, para falar com Bladiney, mas não sem sucesso. A informação na cidade é que  desde que a notícia se espalhou, o sindicalista não foi mais visto e já é considerado  um foragido, procurado pela Polícia Federal para responder às acusações feitas pelo INCRA.

Na F etacre, fomos informados que o presidente encontrava-se em mobilização no interior do Estado.

 

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Agosto será marcado por chuva acima do normal e friagens no Acre

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Segundo o portal ClimaTempo, apesar de ser o mês mais seco do ano na maior parte do país, agosto traz previsão um pouco diferente dessa tendência: choverá acima do normal no norte do Paraná, Mato Grosso do Sul, grande parte do Sudeste, Rondônia, Acre e Amazonas.

São previstas a passagem de três frentes frias neste mês de agosto. Uma por volta do dia 5, outra na virada da quinzena e uma terceira na última semana. Até o momento os modelos indicam que a primeira frente fria deve provocar mais chuva e a segunda deve trazer uma massa de ar frio mais intensa.

Devido ao avanço dessas novas massas de ar frio, agosto vai ser mais frio do que o normal em toda a Região Sul, São Paulo, Rio De Janeiro, metade sul de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, leste de Mato Grosso, Rondônia, Acre e parte do Amazonas.

A chuva diminui de intensidade em relação ao mês anterior. A temperatura fica estável na maior parte da Região. Entre Manaus e Belém a chuva ainda deve vir de forma frequente, impedindo que a temperatura suba de forma mais significativa na região.

Entre Rondônia, Acre e o sul do Amazonas, são esperados dois episódios de friagem ao longo do mês, um na segunda e outro na terceira semana do mês. O último deve ser mais intenso e extenso.

Continuar lendo

Acre

Mestre Juca do Taekwondo morre vítima da Covid-19 aos 62 anos

Publicado

em

Um dos maiores nomes da história das artes marciais no Acre é mais uma vítima da Covid-19. José Carlos Gomes Guimarães, ou Mestre Juca, como era conhecido, morreu na madrugada desta segunda-feira, 2, após mais de 10 dias internado em um UTI do Into.

Mestre Juca se notabilizou por ser precursor do Taekwondo no Acre. Foi quem trouxe o esporte para o Acre em 1989, tendo participado com atleta e professor de lutadores de centenas de competições ao longo de sua vida. Além de professor, era também instrutor de segurança pessoal da Secretaria de Segurança Pública no Acre desde o ano de 2019.

Natural de Brasília, Mestre Juca morava no Acre há mais de 30 anos, onde ganhou o respeito e admiração de centenas de alunos que teve ao longo de sua trajetória profissional.

Logo após o anúncio de sua morte, as redes sociais foram inundadas de mensagens de despedida ao Mestre Juca. O chargista Enilson Amorim foi um dos que homenageou o amigo.

“A última vez que encontrei Guimarães foi quando esteve em minha casa para me solicitar que escrevesse sua história. Naquele bate-papo entre amigos, nos alegramos em reviver aqueles bons tempos, ele como meu Mestre e eu como seu aluno. Porém, eu não sabia que seria uma despedida entre amigos. Agora, eu sei nobre Mestre, que tenho esta grandiosa missão, afinal de contas vossa imagem, nunca se apagará da memória do povo acreano. Juca deixa esposa, filhos e um grandioso número de admiradores por todo o Brasil, principalmente no Acre, terra que ele escolheu viver e fazer amigos”.

Continuar lendo

Acre

Morre o Gouveião, funcionário aposentado da Aleac, aos 77 anos

Publicado

em

Neste domingo, 01, morreu, vítima de câncer no pulmão, Cleomar Freire Gouveia, conhecido como Gouveião.

Gouveião tinha 77 anos e era conhecido por ter sido por muitos anos diretor geral do Parlamento acreano, perdendo o posto em 1999 para o então Senador da República, Sérgio Petecão.

Tio da Conselheira do Tribunal de Contas, Naluh Golveia, Gouveião era torcedor do Clube Juventus e estava internado há mais de uma semana no Hospital Santa Juliana.

Fato curioso é que sua falecida esposa também morreu num domingo.

Continuar lendo

Acre

Gladson conduz carreata do Club do Fusca até o município de Xapuri

Publicado

em

O governador Gladson Cameli esteve participando neste domingo, 1º, de uma carreata a convite do Club do Fusca. Os adeptos saíram do Segundo Distrito em direção ao município de Xapuri.

Estiveram no ato, vários exemplares e versões melhoradas do veículo que ganharam a BR-317 e fizeram um verdadeiro desfile.

O chefe do executivo acreano conduziu o passeio, dirigindo um dos exemplares do veículo cedido pela organização do evento.

Nas redes sociais, o governador afirmou que o fusca, além do avião, é uma de suas paixões. “Carro é uma das minhas paixões! E hoje, à convite do Fusca Clube Acre, dei um passeio de fusca com meu filho Guilherme. Foi show! O fusca é um carro apaixonante, só quem é amante dessa relíquia sabe. O que eu dirigi era top! Novinho, novinho. Gratidão pelo convite! Gosto muito desse tipo de atividade e acredito que devemos estimular e valorizar cada vez mais”, declarou.

Atualmente com mais de 60 adeptos, a Associação Fusca Club Acre existe desde 2009, sendo fundada oficialmente em 2014. Segundo o presidente da associação, Genival Sombra, os passeios ocorrem costumeiramente aos fins de semana, como forma de entretenimento, exposição e conquistar novos adeptos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas