Menu

PSD de Petecão tem fundo partidário negado em parecer da procuradoria

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O Partido Social Democrático (PSD) sofreu outra baixa ontem, ao ter negado através de parecer, à parte do Fundo Partidário baseado na representação que tem na Câmara dos Deputados. O parecer do procurador-geral Roberto Gurgel será julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral.


A notícia não é nada agradável para o pré-candidato à prefeitura, Fernando Melo, do PMDB, que tem o PSD de Petecão como aliado. Tempo de televisão e fundo partidários são quesitos importantes colocados no tabuleiro das alianças.


De acordo com a legislação, todos os partidos têm direito a dividir 5% do fundo. Os 95% restantes são distribuídos levando em consideração os votos recebidos nas últimas eleições para deputado federal. O PSD argumenta que tem direito ao rateio proporcional por ter uma das maiores bancadas da Câmara.

Publicidade

Atualmente, o partido tem 47 parlamentares que migraram de outros partidos.


Jairo Carioca,
da redação de ac24horas
jscarioca@globo.com


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido