Conecte-se agora

Jorge Viana agradece acolhida de lideranças comunitárias de bairros de Rio Branco

Publicado

em

Ouvir a comunidade, seus anseios e expectativas, e fazer dessas opiniões a base para um mandato cada vez mais participativo. Este é o objetivo do senador Jorge Viana, que se reuniu, no último fim de semana, com várias lideranças comunitárias de Rio Branco. Em discurso feito nesta segunda-feira, 26, no Senado, Jorge Viana relatou sua visita aos bairros Taquari, 06 de Agosto e Terminal da Cadeia Velha – todos atingidos pela cheia do rio Acre -, e agradeceu a acolhida dos moradores.

As conversas foram realizadas na varanda, na sala ou no quintal das casas. Jorge Viana ressaltou a presença de pessoas importantes, que representam suas comunidades, como no bairro Taquari, onde estiveram presentes o diretor da Escola Elias Mansour, Justino Queiroz; o Pastor Elias, da Assembléia de Deus; o Chico Monitor, liderança comunitária da Igreja Católica; e o presidente da Associação de Moradores, Salim Manasfi.

No bairro 06 de Agosto, a reunião aconteceu na casa da Maria da Luz Saldanha, filha de uma das moradoras mais antigas do local, Madalena Oliveira. O bairro é, para o senador Jorge Viana, um símbolo da luta do governo da Frente Popular por um equilíbrio entre as condições naturais do ambiente e a ocupação urbana. Foi durante o seu governo que aconteceram importantes investimentos para revitalização daquela área.

“Nesse encontro tivemos a presença de figuras emblemáticas, como a professora Guajarina Margarido. Ela, que hoje é presidente da Associação de Mulheres do 2º Distrito, representa muito na luta por melhores condições daquele bairro e esteve conosco tomando um café, um suco de cajá, falando sobre o que espera do nosso trabalho”, declarou o senador, citando ainda as presenças na reunião do Sr. Oliveira, um dos primeiros moradores da região; do presidente do bairro, Sérgio Roberto; do comerciante Jamyl Farias, que trabalha no mercado 06 de Agosto, e dos diretores das escolas Roberto Santos Mubárac, Antônio José, e Reinaldo Pereira Silva, Aledir Soares.

A última reunião aconteceu no sábado de manhã, no bairro Cadeia Velha, com a presença de outros importantes colaboradores, como o vereador Elias Campos (PRP), o presidente do bairro Baixada da Habitasa, João Paulo Santos, o conselheiro Pedro Seratto e a professora Nilva Souza de Lima, Diretora da Escola Georgete Kalume, além do presidente do bairro, José Ribamar.

“Como senador, fui pessoalmente até a casa das pessoas, saber como a gente pode ajudar neste momento, especialmente depois desse desastre natural que prejudicou a vida de tantas famílias”, comentou Jorge Viana.

Monitoramento – O senador elogiou a atuação do governador Tião Viana e dos prefeitos dos municípios atingidos pela enchente, especialmente os de Rio Branco, Raimundo Angelim, e de Brasiléia, Leila Galvão, que estão à frente das duas cidades que mais somam prejuízos decorrentes do aumento das águas. Jorge Viana também agradeceu o apoio da presidente Dilma na liberação de recursos, via Ministério da Integração, mas lembrou que é preciso continuar na luta pela viabilização de projetos para reconstrução dos municípios. Do prefeito de Rio Branco, o senador recebeu um Plano de Reconstrução que soma R$ 18 milhões para recuperação de áreas afetadas pela cheia na capital acreana.

Jorge Viana também defende um projeto de monitoramento de rios, o que permitirá prever com certa antecedência o aumento das águas, e evitar tragédias como a que aconteceu em Brasiléia. Os equipamentos para este trabalho já foram disponibilizados pela Agência Nacional de Águas (ANA) e deverão entrar em operação numa parceria com o Governo do Estado.

Charlene Carvalho

Acre

PF cumpre mandados de prisão e busca e apreensão em Brasiléia

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (24), a operação “Peaky Blinders, visando o combate ao tráfico de drogas na região de Brasiléia, na fronteira do Acre com a Bolívia.

Na ação, 10 policiais federais cumpriram dois mandados de prisão e cinco de busca e apreensão nas residências dos alvos da investigação.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas, art. 33 c/c art.40, I e associação para o tráfico de drogas, art. 35, da Lei de Drogas (Lei 11.343/2006), sem prejuízo de outros delitos eventualmente constatados no curso da investigação.

O nome da operação faz referência à série de televisão que fala sobre uma notória gangue da Inglaterra de 1919, liderada por um criminoso disposto a subir na vida a qualquer preço.

Continuar lendo

Acre

Policial penal que matou picolezeiro fará exame de sanidade mental

Publicado

em

O policial penal Alessandro Rosas Lopes, que no dia 12 de dezembro de 2020 matou com dois tiros o picolezeiro Gilcimar da Silva Honorato, de 38 anos, será submetido a exame de sanidade mental, a pedido de sua defesa.

O requerimento foi deferido pelo Juízo da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco e o procedimento foi marcado para acontecer nesta segunda-feira (23), de acordo com o advogado Maxsuel Maia, que atua na defesa do acusado.

De acordo com o advogado, Alessandro vem apresentando um quadro de instabilidade emocional e psicológica, tendo atentado contra a própria vida no dia 7 de dezembro do ano passado, no interior do presídio, por meio da ingestão de medicamentos.

“Seria um ato irresponsável e temerário por parte da defesa se o levássemos a julgamento sem a plena certeza de que ele é capaz de se autodeterminar. Por isso, entramos com o pedido de instauração de incidente de insanidade mental”, explicou Maia.

Denunciado pelo Ministério Público por homicídio qualificado (motivo torpe), o acusado já teve vários pedidos de liberdade recusados. Após o resultado do exame de sanidade mental, ocorrerá o interrogatório de Alessandro.

O interrogatório é o último passo antes da audiência de instrução e julgamento, quando o juiz Alesson Braz, da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar de Rio Branco, decidirá se ele poderá ou não ser submetido ao Conselho de Sentença.

O promotor do caso é Efrain Henrique Mendoza Mendivil Filho, o mesmo da ação penal que condenou os acusados da morte de Jonhliane Paiva de Souza, cujo julgamento aconteceu na semana passada.

O crime aconteceu após uma briga em um bar entre a vítima e o acusado. Segundo o MP, Alessandro foi ferido com um golpe de faca na altura do ombro após agredir o picolezeiro. Depois disso, pegou a arma no carro e atirou em Gilcimar, que fugia do local.

Continuar lendo

Acre

Após 2 meses de greve, peritos do INSS retomam atividades no Acre

Publicado

em

Cerca de dois meses depois, os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiram paralisar o estado de greve e retomar atividades no estado do Acre nesta segunda-feira (23). Agora, o cidadão deverá voltar a fazer agendamento do serviço desejado para ser atendido.

O movimento grevista informou que os técnicos do administrativo só devem voltar às atividades a partir desta terça-feira (24). Um levantamento das perícias que foram adiadas está sendo montado para haver reagendamento.

Os servidores conseguiram montar um comitê gestor da carreira de seguro social, que era uma reivindicação desde a greve de 2015 e o INSS enviou uma solicitação ao Ministério da Economia pedindo a contratação de, no mínimo, 7,8 mil novos servidores.

Continuar lendo

Acre

Detran faz parada técnica para implantação de nova CNH

Publicado

em

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AC) não emitirá a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) entre os dias 26, quinta-feira, e 31, terça. Trata-se de um período de parada técnica, necessário para implantação do novo modelo da CNH em todo o país, estabelecido pela resolução nº 886/2021, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Já a partir do dia 1º de junho, quarta-feira, os condutores que solicitarem renovação, alteração de dados, 2ª via ou CNH definitiva receberão o documento emitido segundo as especificações do novo padrão. Entre as principais mudanças está a possibilidade de emissão da carteira com nome social, além de outros itens de segurança.

“As CNHs no modelo que conhecemos hoje só serão emitidas até o dia 25. Vamos parar por cinco dias e, a partir de junho, expediremos a nova carteira. A parada é necessária para ajustes gráficos e finalização de procedimentos. Quem der entrada em processos nesse intervalo vai demorar um pouco para receber seu novo documento em nossas unidades”, explica a coordenadora de Habilitação e Registro Nacional de Condutores no Acre, Juliana Gurgel.
Mudanças

Algumas das alterações que serão apresentadas na nova carteira de motorista surgiram a partir de mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ocorridas em 2021. O documento será impresso com tinta fluorescente, alguns itens só serão visíveis quando expostos à luz ultravioleta e haverá um holograma na parte inferior.

A CNH será impressa nas cores verde e amarela, a assinatura do condutor muda de lugar e passa a constar logo abaixo de sua foto. Depois da dobra serão apresentadas as subcategorias de condução, logo depois estará o quadro de observações médicas e de atividade remunerada.

A habilitação do permissionário trará a letra “P” e a do já condutor a letra “D”, de Definitiva. Os prazos de validade permanecem em dez anos para motoristas com até 49 anos, cinco para aqueles com idade até 69 anos e três para quem tem mais de 70 anos.

A Carteira de Habilitação é um documento obrigatório a todos que estejam conduzindo veículos automotores em qualquer estado da federação, além servir como identificação oficial. Hoje a CNH pode ser apresentada nas modalidades física e digital, por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), do governo federal.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!