Conecte-se agora

Márcio Bittar participa de mobilização em favor dos royaltes do pré-sal

Publicado

em

O Deputado Márcio Bittar, participou nesta quarta-feira (14), junto com os demais integrantes da Frente Parlamentar Mista sobre Partilha do Pré-Sal, da entrega, ao presidente da Câmara, Marco Maia, do pedido de urgência para votação do projeto que regulamenta a distribuição dos royalties. O encontro ocorreu às 15 horas, no Salão Verde na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Desigualdade

Segundo informações fornecidas pelo deputado,  os governos do Rio de Janeiro de Espírito Santo alegam que sofreriam sérios prejuízos pelas mudanças dos critérios. “Isso não corresponde à verdade. Os estados apenas deixariam de crescer no patamar que vinham crescendo antes”, argumentou. “Temos que distribuir a riqueza e o petróleo produzido no mar não pertence a um município ou a um estado, é da União, é de todos. Temos que partilhar e reduzir as desigualdades,” defendeu.

Ainda de acordo com informações do deputado, os  parlamentares favoráveis à mudança no atual modelo  de partilha dos royalties estão mobilizados  também na comissão especial da Câmara dos Deputados destinada a dar parecer ao projeto de lei que fixa nova regra de repartição dos royalties do petróleo, e Marcio Bittar demonstrou otimismo quanto à possibilidade de um acordo entre os Estados “produtores” e os demais Estados da Federação, com vistas a uma redistribuição mais justa dos royalties.

Segundo Bittar, “a reunião ocorrida no dia 13/03, foi bastante produtiva,  e temos a possibilidade real de um  acordo, com garantias de que todos os Estados da Federação recebam uma parcela substancial dos royalties, sem, entretanto, atingir as previsões orçamentárias do Rio de Janeiro e Espírito Santo . O importante é que estamos caminhando para garantir uma partilha mais equânime dos royalties relativos ao pré-sal“.

“Se a divisão dos royalties for votada logo, serão distribuídos R$ 8 bilhões entre estados e municípios, ainda este ano. O Rio ainda vai ficar com o que estava sendo produzido no ano passado.  É possível redistribuir as receitas de forma a permitir que todos ganhem. É possível adotar uma estratégia onde ninguém perde, todos ganham”, afirmou o parlamentar.

Márcio Bittar admite que “esta é uma batalha que ainda não está ganha,” ainda assim o parlamentar declarou “estar muito animado com a perspectiva real de injetar novos recursos, na forma de Receita Originária, para os municípios e Estado do Acre.”

“Nossa luta significa uma injeção financeira nos cofres do Estado do Acre de algo em torno de R$ 170 milhões, e em Rio Branco de algo em torno de R$ 15 milhões, ainda neste ano de 2012. se projetarmos para 2020, o Estado do Acre terá um recebimento de R$ 700 milhões por ano, e esses são valores que só tendem a crescer. Esta é uma receita que pertence a todos nós e devemos lutar por ela”.

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Cotidiano

São Raimundo derrota Galvez por 3 a 1 e se mantém invicto no Brasileiro da Série D

Publicado

em

Foto: Hélio Garcias/São Raimundo 

No sábado, 31, às 17h (de Brasília), no estádio Canarinho, em Boa Vista, São Raimundo e Galvez duelaram pela 9ª rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. Melhor para o Mundão que venceu por 3 a 1 e se manteve invicto e na vice-liderança com 19 pontos no grupo A1. Já o Galvez está na terceira posição com 15 pontos ganhos.

Os gols da partida foram marcados por Juninho, Eric e Tavinho. O Imperador descontou na etapa final com Wanderson.

São Raimundo-RR e Galvez-AC já se enfrentaram nesta atual edição da Série D. No confronto do primeiro turno, disputado em Rio Branco, o Mundão venceu pelo placar de 1 x 0, com gol do atacante Eric.

Continuar lendo

Acre 01

“Vou exonerar ela sim!”, diz Gladson sobre Valdete Souza após acusação de rachadinha

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) afirmou ao ac24horas neste domingo, 1° de agosto, que  decidiu bater o martelo e irá exonerar nos próximos dias a diretora financeira da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Acre (Codisacre), Valdete Souza, que virou alvo de uma investigação da Polícia Civil após uma funcionária acusá-la de praticar “rachadinha”.

“Não tem condições uma situação dessa dentro do governo, vou exonerar ela do cargo sim”, declarou.

Valdete, que já foi presidente do partido PMN, supostamente exigia das pessoas que ela indicou para o cargo comissionado em outras secretarias um valor mensal que deveria ser entregue em espécie em sua casa ou mesmo no gabinete. Em recente entrevista, a diretora negou as acusações e debitou as denúncias devido ao seu estilo de falar o que pensa e atribuiu o caso a “fogo-amigo”.

Na última sexta-feira, 30, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Combate à Corrupção (Decor), cumpriu um mandado de busca e apreensão na residência de Valdete. A operação foi no intuito de aprofundar as investigações.

Continuar lendo

Acre 01

Vacinação contra Covid-19 desacelera no Acre com menos 22% na aplicação de doses

Publicado

em

A campanha de vacinação contra Covid-19 desacelerou no Acre em julho, quando foram aplicadas 128.827 doses contra  165.233 no mês de junho. Assim, em julho o Acre aplicou cerca de 22% a menos  de doses que no mês anterior.

Apesar dessa constatação, feita com base nos dados da Secretaria de Estado da Saúde,  o Acre utilizou 500.979 doses até este domingo (31). Cerca de 130 mil acreanos  já estão completamente imunizados contra a Covid-19.

Para que as vacinas atinjam a efetividade esperada, é necessário tomar as duas doses. O Ministério da Saúde reforçou a campanha para incentivar as pessoas  que ainda não completaram o ciclo vacinal a procurarem uma unidade de saúde para a segunda dose.

A meta do governador Gladson Cameli é vacinar todos os acreanos acima de 18 anos com pelo menos uma dose até setembro.

Continuar lendo

Kennedy Santos

Lenilda, a mulher que largou vícios e prostituição para vender pão

Publicado

em

Numa periferia de Rio Branco, o ac24horas conheceu a história de Lenilda Lima, conhecida pelos moradores do bairro Santa Inês como A Mulher de Pão.

Lenilda é mãe de 4 filhos, solteira, e com uma história triste de vida. Criada sem estrutura familiar firme, teve que contar com a fé, sorte e muito esforço para largar a prostituição e os vícios quase inevitáveis aos que convivem em sua situação. Ela conta que até hoje a sombra do passado lhe aborrece.

Abandonada pelo marido e com a filha Maria Lis no colo, contou com apoio da irmã que lhe emprestou a casa onde mora hoje. Quando apareceu a oportunidade de vender pão, ela nem pensou duas vezes. Em cima de uma bicicleta velha, acorda todos os dias às 5 da manhã e vai de casa em casa oferecendo pão. É de onde tira o sustento e guarda pequenas quantias para realizar o sonho de ter uma casa própria.

A história contada por Kennedy Santos é comovente e merece atenção. O vídeomaker acompanhou dois dias de trabalho de Lenilda e conta os detalhes no vídeo.

Assista ao vídeo:

video

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas