Menu

“Acho que hoje, eu pisei em rastro de corno”, diz o líder do governo na Aleac, Moisés Diniz

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Ray Melo,
da redação de ac24horas
raymelo.ac@gmail.com


Diante das cobranças do deputado Jamyl Asfury (DEM), para que o Governo do Acre se explique sobre a baixa qualidade do oxigênio no hospital de Cruzeiro do Sul, já que de acordo com Asfury, pessoas poderiam morrer ao utilizarem a UTI na unidade de saúde, o líder do governo, Moisés Diniz (PCdoB) se pronunciou sobre a questão.

Publicidade

“Acho que hoje, eu pisei em rastro de corno. Ele [Jamyl Asfury] que vá dar carão no filho dele. Falei com o deputado Eduardo Farias para ir à Cruzeiro do Sul para verificar o que estaria acontecendo. Eu coloquei a secretária a disposição”, diz Moisés Diniz.


Segundo o deputado governista, ele iria combinar a reunião com a secretária, se possível ainda, no dia de hoje. “É grave ficar colocando que pessoas estão morrendo. O senhor está colocando mortes no meu colo. Vá se acostumando, bateu levou, nesta casa”, destaca Diniz.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido