Conecte-se agora

Com diagnóstico de verminose, duas primas morrem com sintomas de hepatite B

Publicado

em

Getúlio Rodrigues da Silva (39) e Joaquim Ferreira da Silva Junior (37), pais de duas jovens que morreram nesta semana vitimas de hepatite, não se conformam com a falta de qualidade da Saúde em Marechal Thaumaturgo, uma das cidades mais isoladas do Vale do Juruá, localizada no sudoeste do Acre.

O drama das famílias começou no dia 10 de fevereiro, quando Joaquim Rodrigues saiu de barco da Comunidade Pedra Pintada, localizada a cerca de oito horas de barco da zona urbana do município. Acompanhado da cunhada, Luciene Silva, a filha, Oneide Souza e a sobrinha, Maria Francisca, Joaquim não sabia que viveria os dias mais tristes de sua vida.

– Chegando na cidade elas fizeram exames e ficou constatado que era verminose. Fiquei tranquilo, sabia que se fosse verminose tinha como tratar – conta Joaquim.

Logo após a realização dos exames e do diagnóstico apontado, o pai desconfiou que algo estivesse errado. É que a filha, Oneide Santos foi encaminhada às pressas ao Hospital da Família em Marechal Thaumaturgo e transferida para o Hospital Regional do Juruá. Sem melhoras, ela morreu praticamente 24 horas depois de receber o primeiro atendimento médico.

– Em Cruzeiro do Sul os médicos descobriram que ela não tinha verminose, mas hepatite B, minha filha morreu rapidamente – relata o ribeirinho.

Assustado com a notícia da morte da sobrinha, seu Getúlio Rodrigues veio para Marechal Thaumaturgo e encontrou a filha, Maria Francisca [que ficou estudando], com sintomas mais agudos da doença. Já era tarde. Ela repetia a mesma trajetória da prima. Examinada pelo médico identificado como Marcelo, foi encaminhada às pressas para o Hospital da Família, em Marechal Thaumaturgo e em seguida para o Hospital do Juruá onde também foi a óbito.

Os dois diagnósticos além de alertarem as autoridades de saúde do município de Marechal Thaumaturgo, deixam a comunidade de Pedra Pintada apavorada. Há relatos de que no ano de 2001,um pai e três irmãos foram vitimas de Hepatite B. A desconfiança é de que esteja ocorrendo um surto na região.

Manoel Albecir Barbosa do Nascimento, de 62 anos e que mora na Comunidade há mais de 30, diz que a comunidade sofre com a falta de atenção básica de saúde e que os agentes comunitários dificilmente visitam a comunidade. Marechal Thaumaturgo teve um surto de Hepatite “A” em outubro de 2011 que obrigou uma equipe do governo a realizar intervenções e fazer campanhas de prevenção.

hepatite B é uma doença infecciosa frequentemente crônica causada pelo vírus da Hepatite B (HBV). É transmitida sexualmente ou por agulhas com sangue infectado e pode progredir para cirrose hepática ou cancro do fígado.

Colaboração: Donicélio Nunes.

 

 

 

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas