Conecte-se agora

JV participa de reunião com prefeitos e bancada do Acre

Publicado

em

O senador Jorge Viana participou, nesta terça-feira,13, em Brasília, da reunião da bancada parlamentar do Acre com os prefeitos de nove municípios do Estado para discutir o encaminhamento de questões como a liberação de recursos de emendas parlamentares de 2008 e 2009, cujo pagamento está pendente pelo governo, e a execução do orçamento da União. Ele disse aos participantes ter informações de que começa em setembro uma fase importante de liberação de recursos federais.

A ideia predominante na reunião foi a de que os parlamentares e prefeitos do Acre, tanto os do governo quanto os da oposição, devem se unir para exigir prioridade de recursos para o Estado e seus vinte e dois municípios.  O senador Jorge Viana concordou com a proposta de visita de todo o grupo à Ministra de Relações Institucionais, ministra Ideli Salvatti,  e sugeriu a inclusão na pauta da questão do tratamento diferenciado para o Norte e o Nordeste no descontingenciamento de recursos, em razão das carências regionais.

O senador Aníbal Diniz, coordenador da bancada, informou que está articulando uma reunião com a ministra Ideli para discutir todas as pendências dos municípios acreanos. O grupo também aprovou a proposta de visita ao Ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, em conjunto com a bancada de Rondônia, para reivindicar a agilização do projeto de construção da ponte no Rio Madeira, no distrito de Abunã, no trecho da BR 364 que liga Porto Velho a Rio Branco.

O senador Jorge Viana também explicou aos prefeitos que a Zona de Processamento de Exportações (ZPEs) do Acre, em implementação, será da maior importância para a vitalidade econômica do Estado e achou boa a ideia de uma reunião da bancada com o governador Tião Viana para conversar sobre a extensão do projeto e as empresas interessadas em se instalar na área.

O encontro de ontem contou com a presença dos prefeitos Raimundo Angelim, de Rio Branco; Wagner Sales, de Cruzeiro do Sul;, José Maria Rodrigues (Zé Maria), de Porto Acre;   Cleidson Rocha, de Mâncio Lima;  Nilson Areal, de Sena Madureira; Randson Oliveira Almeida (Randinho), de Marechal Taumaturgo; Leila Galvão, de Brasiléia; Neuzari Pinheiro, de Porto Walter;  e Marilete Vitorino, de Tarauacá.

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Acre recebe técnicos do MS para avaliar Covid-19 no Estado

Publicado

em

Desde o início dessa semana técnicos do Ministério da Saúde (MS) estão visitando cidades acreanas para avaliar o cenário epidemiológico da Covid-19 no estado. A visita é acompanhada pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), que alinha com o governo federal novas ações de contenção da proliferação do coronavírus.

Aqui, a Sesacre apresenta ao MS tudo que foi desenvolvido desde o surgimento dos primeiros casos e como se encontra o Acre em relação à pandemia. “Nós apresentamos tanto a evolução epidemiológica, desde os casos positivos a óbitos; a estrutura assistencial desde o início da pandemia e, também, falamos sobre as nossas necessidades em relação a recursos humanos e equipamentos, bem como apresentamos o cenário de imunização no estado”, pontuou a representante do Centro de Operações Emergenciais (COE) à Covid-19, Marília Carvalho.

As equipes aproveitam para solicitar mais apoio no trabalho de combate ao vírus. Até agora, foram visitadas as cidades Rio Branco e Cruzeiro do Sul “[…] Para ver quais demandas que o governo federal pode fortalecer aqui na região”, explicou o superintendente do Ministério da Saúde no Acre, Éden Miranda.

Continuar lendo

Acre

Acre fará 1º pagamento de 2021 aos servidores nesta sexta-feira (29)

Publicado

em

O governo do Acre irá realizar o primeiro pagamento dos servidores ativos e inativos da administração pública estadual na próxima sexta-feira, dia 29 de janeiro. No total, entrará em circulação no estado um montante de mais de R$ 267 milhões.

O pagamento segue o calendário anual de pagamento divulgado no dia 15 de janeiro pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). A administração pública estadual é composta por 32.269 servidores ativos, 13.622 inativos, 3.980 pensionistas, em um total de 49.871 pessoas que irão receber em dia seus proventos.

Confira o calendário de pagamento dos demais meses de 2021:

Continuar lendo

Acre

Bolsonaro manda exonerar esposa e indicado de Flaviano no governo

Publicado

em

Na reta final da campanha para a presidência da Câmara, o governo federal deu início a retaliações e retirou cargos de deputados aliados a Baleia Rossi (MDB-SP), candidato com discurso de independência do Planalto. A ideia é pressionar para que parlamentares votem em Arthur Lira (PP-AL), aliado do presidente Jair Bolsonaro. Deputados terem sido informados que indicados seus em postos na administração federal foram exonerados nos últimos dias, entre eles o deputado federal do Acre, Flaviano Melo (MDB-AC).

Melo perdeu dois indicados no estado que mantinha desde o governo Temer. Foram exonerados neste mês Jorge Mardini Sobrinho, superintendente do Iphan, e Luciana Videl de Moura, da Secretaria de Patrimônio da União (SPU). Luciana é esposa do deputado.

“São da época do Temer. Ninguém mexeu neles e eles ficaram lá. Nem perguntei o motivo, porque eu sou do MDB e o MDB da Câmara não é da base do Bolsonaro, mas também não ia mandar (os indicados) saírem. Me disseram só que foi ordem do Palácio”, diz Flaviano.

Até há poucas semanas, o governo vinha adiando a tática de tirar cargos de aliados de Baleia Rossi para evitar um confronto direto. Um levantamento chegou a ser feito sobre quantos cargos tinham deputados de cada grupo, mas o plano era deixar essa relação de nomes em banho-maria até a eleição. Nas últimas duas semanas, porém, com a polarização da disputa, integrantes da Secretaria de Governo mudaram de ideia e as exonerações começaram. A votação na Câmara está marcada para a noite da próxima segunda-feira e deve invadir a madrugada.

Continuar lendo

Acre

Acre pede fechamento das fronteiras com a Bolívia e Peru

Publicado

em

O governo do Acre encaminhou um ofício nesta segunda-feira, 26, solicitando que a União feche a fronteira do Estado com a Bolívia e o Peru devido a alta demanda de doentes por causa do covid-19 desses países que estão sobrecarregando o sistema de saúde dos hospitais da região do Alto Acre, motivo que a região se encontra na faixa vermelha, na classificação de risco da pandemia do novo coronavírus.

Uma reunião entre o governador Gladson Cameli e o Ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, ocorrerá na tarde de hoje virtualmente. Na oportunidade, o chefe do Palácio Rio Branco pedirá sensibilidade da União com relação a situação que vem colapsando o atendimento de saúde na região.

O ac24horas apurou que diariamente centenas de bolivianos e peruanos estão atravessando a fronteira em busca de atendimento na rede pública de saúde no Acre nas cidades de Assis Brasil, Brasiléia e Epitaciolândia, em tratamento da covid-19. Como os hospitais da região estão lotando, os estrangeiros estão sendo enviando para a capital Rio Branco sobrecarregando ainda mais o sistema.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas