Menu

Pesquisar
Close this search box.

Na Câmara, presidente do Saerb esclarece falta d’água na capital

Foto: Saimo Martins/ac24horas
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

O presidente do Serviço de Abastecimento de Água e Esgoto (Saerb), Enoque Pereira, esteve na Câmara Municipal de Rio Branco nesta terça-feira, 21, para prestar esclarecimentos sobre os recentes problemas de abastecimento de água na cidade.


Durante a “tribuna popular”, Pereira enfatizou que o encontro teve como foco discutir melhorias no sistema de água e saneamento de Rio Branco. Ele mencionou que o governo federal sinalizou a liberação de R$ 102 milhões dos R$ 206 milhões solicitados pelo PAC para atenuar os problemas de fornecimento de água, aguardando apenas resoluções políticas para a liberação total dos fundos.

Anúncios


O presidente do Saerb também expressou preocupação com a inadimplência e a não aprovação de um empréstimo de R$ 140 milhões destinado ao saneamento básico. Ele relatou que, embora a arrecadação financeira tenha melhorado, com cerca de 65% das faturas sendo pagas, ainda há um desafio significativo com mais de 40% dos usuários inadimplentes.


Fábio Araújo (MDB), membro da oposição, destacou a necessidade urgente de abordar a situação do saneamento básico, considerando os problemas recentes de captação de água. Ele criticou a falta de investimentos por parte da prefeitura. “É crucial discutirmos o saneamento básico, a escassez de água em nosso município e a ausência de investimentos por parte da própria prefeitura. O presidente veio até aqui pedindo ajuda, com o pires na mão. Para se ter uma ideia, houve um investimento de apenas R$ 900 mil. Atualmente, o Saerb opera com um custo mensal de cerca de R$ 7 milhões e arrecada somente R$ 3 milhões. Estamos enfrentando um déficit mensal de R$ 4 milhões. Não há nenhum planejamento visível por parte da prefeitura de Rio Branco para solucionar o problema”, declarou.


O vereador N Lima (PP), também expressou sua insatisfação, afirmando que o sistema de abastecimento de água de Rio Branco está em colapso e enfatizou a necessidade de buscar apoio da bancada federal. “O sistema está colapsado em Rio Branco e devemos procurar ajuda da bancada federal”, concluiu.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido