Menu

Bocalom oficializa saída do PP e deve se filiar ao PL na quinta: “saio de coração partido”

Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Na Praça da Revolução, em frente a prefeitura do município, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom anunciou, oficialmente, nesta quarta-feira, 28, sua desfiliação do Partido Progressista (PP). Seu destino será o PL de Jair Bolsonaro.


De acordo com o prefeito, o ato se faz necessário após o pedido da direção municipal, presidente e deputada federal Socorro Nery – que enviou o documento à sede do Poder Executivo. “Não me deixaram outra alternativa, infelizmente eu não tenho como ficar nessa velha casa, em função do tudo que eu já explanei para vocês”, comentou.

Publicidade

Bocalom disse ainda que deverá na quinta-feira, 29, ter um encontro com o ex-presidente da República, Jair Bolsonaro para assinar a ficha de filiação ao Partido Liberal. “Irei amanhã e volto a noite e minha equipe vai continuar o trabalho aos atingidos pela enchentem”, declarou.


O chefe do executivo municipal disse ainda que não sai do PP magoado, contudo, garante que deverá disputar sua reeleição por um partido que tem sua filosofia de trabalho, no caso o PL.


“Não saio magoado não. Eu acho que é o jogo da política. E a gente precisa entender que, com tantos anos que eu tô na política, eu não saio magoado. É apenas um direito que eles têm de tomar a decisão de que não me querem mais lá. Se não me querem mais lá, infelizmente, eu tenho que sair e evidentemente que eu quero ir para uma reeleição e para ir para uma reeleição precisa uma agremiação partidária, então eu não posso continuar desse jeito. O partido do nosso ex-presidente Bolsonaro, devido à linha de trabalho que o PL tem, é uma linha de direita, uma linha baseada nos princípios cristãos, baseada na iniciativa privada, na liberdade econômica, então é o partido que eu me identifico bastante”, explicou.



INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido