Menu

PROGRESSISTA com Alysson, só fará acordos depois do 1º turno

FOTO: ASCOM/GOVERNO
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

A direção do Partido Progressista rejeitou recentes rumores sobre uma possível retirada da candidatura de Alysson Bestene à prefeitura da capital. Além disso, descartou a possibilidade de Alysson se tornar vice na chapa do prefeito Tião Bocalom. Quaisquer negociações com o candidato do MDB Marcus Alexandre também foram negadas pela Executiva Municipal do partido. Tanto o Progressista quanto o Palácio Rio Branco refutam qualquer informação que sugira um plano alternativo antes do primeiro turno. “Nosso candidato é Alysson Bestene, e não há a mínima possibilidade de mudança”, afirmou um dos líderes do partido. “Nós acreditamos firmemente na capacidade de Alysson para liderar e trazer melhorias para a capital. Não há espaço para dúvidas ou especulações”, reforçou um membro da Executiva.


“… que é muito difícil você vencer a injustiça secular, que dilacera o Brasil em dois países distintos: o país dos privilegiados e o país dos despossuídos”. (Ariano Suassuna)


. “Criamos uma força-tarefa para analisar o contrato e todos os procedimentos da Medtrauma no Acre. Estou seguro de que não cometi erro algum. Todos os problemas estavam sendo sanados, faltando pouca coisa”. (Pedro Paschoal, secretário de Saúde)


. “Se houver algum erro a empresa será responsabilizada”, salientou.


. A alagação não pode ser motivo para que gestores desviem recursos para a campanha eleitoral deste ano.


. O Ministério Público deve e o TCE devem acompanhar essa situação e não esperar por denúncias de vereadores que nunca virão.


. Qualquer coisa, chama a CGU e a Polícia Federal, afinal de contas são recursos federais.


. Tem gente que não se emenda!


. “Daí a necessidade de uma fiscalização rigorosa e aplicação da lei, daí”, diria a Bozena.


. “Lá em Pato Branco, no Sudoeste do Paraná, tinha uma mulher que vinha a ser parente de um político que levou todo o dinheiro da cidade…”


. E o que foi que aconteceu, Bozena?!


. Nada, daí! Sumiram com o dinheiro, daí”.


. Até hoje lá em Pato Brando se diz, daí:


. Não ponha mucura para tomar conta de galinheiro, daí!


. Perguntar não ofende:


. Por que os vereadores pararam de viajar para fazer cursos em cidades paradisíacas?


. Seria por ser um ano eleitoral?


. Talvez, porque dinheiro tem, falta gestão!


. Bom dia!