Menu

PF diz não caber mais manifestação após decisão do STJ no caso Gladson

SEDE - POLICIA FEDERAL FOTO - SÉRGIO VALE
Receba notícias do Acre gratuitamente no WhatsApp do ac24horas.​

Após a ministra Nancy Andrighi, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinar a suspensão do prazo da apresentação da defesa no governador do Acre, Gladson Cameli, no caso relacionado a Operação Ptolomeu, a Polícia Federal se posicionou.


Por meio de uma nota na noite desta quinta-feira, 8, a PF afirmou que realizou um trabalho isento e que, neste momento do processo, não cabe mais nenhum posicionamento de sua parte.

Publicidade

“A Polícia Federal reafirma que, nesta ou em qualquer outra investigação, realizou um trabalho isento e imparcial na busca dos fatos. A investigação foi concluída e enviada ao judiciário, de modo que não cabe mais a esta instituição policial qualquer manifestação neste momento do processo. No mais, qualquer decisão do poder judiciário será cumprida, em respeito ao devido processo legal”, declarou a instituição.


A ministra alegou em sua decisão que até agora o Ministério Público Federal não apresentou provas contra o governador. “Isso mostra que o pedido de afastamento do governador foi açodado e desnecessário, afirma Pedro Ivo Velloso, um dos advogados de Cameli.


INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* Campo requerido